Pular para conteúdo
Registre-se
Beatriz/Bia Haddad Maia
  1. Tênis

WTA premia Bia como tenista que mais evoluiu no ano

Na segunda-feira, Beatriz Haddad Maia foi nomeada a jogadora que mais evoluiu em 2022. A premiação WTA votou também Iga Swiatek como a jogadora do ano.

Os WTA Awards são votados por membros da mídia internacional do tênis destacando várias estrelas da temporada e pela primeira vez uma brasileira conquista um prêmio.

Subida meteórica

Bia Haddad Maia teve realmente uma temporada fantástica. Ela começou o ano na 83ª posição em simples e terminou como a 15ª do ranking, além de também ter se destacado nas duplas, subindo do 485º lugar para a 13ª posição da geral.

Esse reconhecimento é muito fruto do fato da tenista brasileira ter conquistado em 2022 seus primeiros troféus de WTA. Ela foi campeã na grama de Nottingham e Birmingham, ambos torneios de nível 250, venceu ainda o WTA 125 de St. Malo, e foi vice-campeã no WTA 1000 de Toronto.

Se isso não bastasse, Bia foi ainda a primeira brasileira na história a vencer uma número 1 do mundo, quando derrotou Iga Swiatek com parciais de 6/4, 3/6 e 7/5 nas oitavas de final do torneio de Toronto.

Em duplas, Bia também teve ótimos resultados. Em parceria com Anna Danilina, ela conquistou o WTA 500 de Sidney e foi vice do Aberto da Austrália e do WTA 1000 de Guadalajara. Resultados que levaram as duas tenistas a disputar o WTA Finals, torneio que reuniu as oito melhores parcerias do ano.

Bia venceu ainda no WTA 250 de Nottingham, mas em parceria com Shuai Zhang.

A tenista brasileira, que está atualmente em São Paulo fazendo a pré-temporada com o técnico Rafael Paciaronni, comentou a premiação, dizendo que estava "muito feliz de ter conquistado o prêmio de jogadora que mais evoluiu em 2022” e que isso significa muito para ela e para sua equipe.

"Nós trabalhamos muito duro e significa que estamos no caminho certo. Isso só nos inspira e dá mais motivação para seguir firme nos nossos objetivos", explicou Beatriz Haddad Maia.

Este ano, Bia está também indicada ao Heart Awards, uma premiação da ITF que reconhece as tenistas que representaram o seu país na Billie Jean King Cup com paixão e comprometimento.

Outras tenistas premiadas

Ninguém duvidada que a atual número 1 do mundo, Iga Swiatek, fosse ser eleita como a melhor jogadora do ano no circuito feminino nos WTA Awards.

Com 67 vitórias e apenas 9 derrotas na temporada, a tenista polonesa, que venceu a categoria de revelação da temporada 2020, conquistou agora o prêmio principal.

Ela subiu para o topo do ranking após a aposentadoria de Ashleigh Barty, em março de 2022, e manteve a posição até o final do ano.

O excelente desempenho em 2022 é claro nos títulos conseguidos. Ela se sagrou campeã de oito torneios diferentes, Doha, Indian Wells, Miami, Stuttgart, Roma e San Diego e ainda conquistou dois Grand Slam, na França e nos Estados Unidos da América.

Swiatek chegou a acumular 37 vitórias consecutivas entre o final de fevereiro e o início de julho, quando perdeu frente a Alizé Cornet na terceira rodada do Aberto da Inglaterra.

Verifique as restantes categorias e seus vencedores:

Revelação: Qinwen Zheng, que terminou o ano na posição 27 do ranking depois de ter começado fora do Top-100

Melhor retorno: Tatjana Maria

Melhor treinador: David Witt (Jessica Pegula)

O prêmio de melhor dupla foi para Barbora Krejcikova/Katerina Siniakova, graças principalmente aos três torneios de Grand Slam conquistados esta temporada, com as vitórias no Aberto da Austrália, Aberto da Inglaterra e no US Open. Com este último, as tenistas checas se tornaram apenas na segunda equipe na história do tênis feminino a completar o Grand Slam de Carreira.

Outras distinções

Maria Sakkari recebeu o Prêmio Jerry Diamond ACES por seu trabalho para promover o esporte do tênis feminino não só junto dos fãs, mas também dos mídia e com as comunidades locais. A grega realiza regularmente atividades promocionais fora das quadras para esse efeito.

Já a número dois do ranking mundial, Ons Jabeur, conquistou o prêmio Karen Krantzcke Sportsmanship por "demonstrar conduta própria de uma figura esportiva profissional e observar as regras do fair play, mostrar respeito pelos outros e ser graciosa" dentro e fora da quadra.

E pela terceira vez, o prêmio Peachy Kellmeyer Player Service Award foi atribuído a Gabreila Dabrowski por "seu apoio aos colegas jogadores em todos os níveis da turnê, assim como iniciativas mais amplas da WTA".

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies