Pular para conteúdo
Registre-se
Fórmula 1
  1. Fórmula 1

Verstappen conquista última pole da F1 2022

A Red Bull garantiu a primeira fila no grid de largada para o GP de Abu Dhabi com Max Verstappen na frente, seguido de Sergio Pérez.

Pela última vez esta temporada, pilotos e equipes tomaram a pista para a classificação este sábado. Em Yas Marina, Verstappen voltou a ser mais rápido, conquistando sua sétima pole de 2022 enquanto seu companheiro de equipe, Sergio Pérez, larga da segunda posição, algo inédito neste ano.

A Ferrari deu um passo importante para se recuperar na classificação, com Charles Leclerc e Carlos Sainz garantindo a segunda fila à frente da Mercedes, que fechou a terceira fila com Lewis Hamilton e George Russell respetivamente.

O quê:Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1
Onde:Circuito de Yas Marina, Emirados Árabes Unidos
Quando:Domingo, 20 de novembro de 2022, às 10h00 de Brasília
Como assistir:F1 TV e Band
Cotações:Max Verstappen 1/2, Sergio Perez 5/2, Charles Leclerc 12/1, Lewis Hamilton 16/1, George Russell 20/1, Carlos Sainz 28/1

Lando Norris, Esteban Ocon, Sebastian Vettel e Daniel Ricciardo fecharam o Top-10 na pista, mas o australiano da McLaren tem punição de três posições desde o GP do Brasil e cai assim para o 13º lugar, com Fernando Alonso ocupando a 10ª posição na grid de hoje.

A batalha pelo segundo lugar

Charles Leclerc e Sergio Pérez estão empatados com 290 pontos no segundo lugar do campeonato mundial de pilotos, e a classificação final será decidida na pista de Yas Marina.

Na geral, o piloto da Ferrari tem vantagem, pois venceu três corridas esta temporada, enquanto Checo venceu apenas duas.

Nas classificatórias, foi o mexicano que levou a melhor, mas por apenas 0,04 segundos e o monegasco já disse que espera que a corrida deste domingo seja bem próxima também.

Matematicamente, George Russell também ainda está na luta pelo segundo lugar. Ele precisaria vencer em Abu Dhabi e reivindicar a volta mais rápida, sem Leclerc ou Pérez marcarem nenhum ponto. Parece impossível, mas esta tem sido uma emocionante temporada recheada de surpresas, por isso o jovem britânico ainda tem suas chances.

Pérez precisa da ajuda de Verstappen

Nas últimas sete corridas realizadas em Abu Dhabi o vencedor foi o piloto que tinha largado na pole position e enquanto Verstappen estará concentrado em alargar essa série para oito, ele não pode esquecer de seu companheiro de equipe Perez que luta pelo segundo lugar do campeonato.

Na preparação para a final da temporada, Verstappen disse que está disposto a ser um jogador de equipe e ajudar o colega. Essa reação vem depois de no último domingo, no Grande Prêmio do Brasil, o bicampeão mundial ter desafiado as ordens da Red Bull e não ter desistido de ficar em sexto lugar, prejudicando o colega nessa luta.

É claro que o clima na Red Bull não está o melhor, mas a construtora precisa que seus dois pilotos trabalhem juntos para cravar os dois primeiros lugares e terminar o ano de forma perfeita para a equipe austríaca.

Lembramos que no último ano, na Yas Marina, o holandês precisou de Checo para fazer um milagre ao reter Lewis Hamilton. Agora, o mexicano precisa de ajuda semelhante no mesmo circuito onde Verstappen começou a se tornar uma lenda do automobilismo.

Perez larga à frente de Leclerc, mas a situação não poderia ser mais apertada na última corrida do ano.

Por outro lado, segundo seria um pequeno prêmio de consolação para Leclerc por uma temporada que começou com tanta promessa e o monegasco vai querer terminar em alta.

A despedida de Vettel

Fora dessas lutas, o enredo principal deste fim de semana é a corrida final de Sebastian Vettel, que está se aposentando no final da Fórmula 1.

Em sua última classificatória, o tetracampeão mundial mostrou seu talento, e ao anotar 1min23s988, conseguiu um lugar no Top-10 da grid, largando na nona posição.

Num final de semana recheado de homenagens e momentos emotivos, um dos mais curiosos veio de Fernando Alonso.

Na coletiva de imprensa, o piloto da Alpine garantiu que vai “cuidar” de Vettel para que ele tenha “um fim de semana tranquilo” e ambos possam “receber a bandeira quadriculada”, disse.

Em sua carreira, o piloto alemão passou por cinco equipes: BMW/Sauber, Toro Rosso, Red Bull, Ferrari e Aston Martin, conquistando quatro títulos mundiais, 53 vitórias (terceiro maior da história) e 57 pole-positions (4º no ranking).

Este domingo, Sebastian Vettel completa sua 299ª corrida e se despede da prova rainha dos esportes motorizados.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies