Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
golden slam
  1. Tênis

Tênis: O que é o Golden Slam e quem o conquistou?

Se há algo mais difícil do que vencer os quatro principais torneios de tênis em uma única temporada, é juntar o ouro olímpico a esse feito, mas quem já o conseguiu?

A cada quatro anos, com a chegada dos Jogos Olímpicos, um objetivo extra é adicionado ao circuito profissional de tênis.

A combinação de ganhar os quatro torneios principais e a medalha de ouro olímpica em uma só temporada é conhecida como Golden Slam.

Esse prêmio honorário não se restringe apenas ao tênis individual, mas também se aplica a duplas e duplas mistas, sendo válido também para os Jogos Paraolímpicos e os Jogos Olímpicos da Juventude, que começaram em 2010.

Steffi Graf, a pioneira

A reta final da década de 1980 teve um nome próprio no tênis feminino: Steffi Graf.

Em junho de 1987, quando estava prestes a completar 18 anos, a alemã chegou à sua primeira final de Grand Slam, no Aberto da França e, a partir de então, disputou 13 finais consecutivas desse nível, vencendo nove delas.

O ano chave foi 1988, quando ela venceu o Aberto da Austrália contra Chris Evert, superou Natasha Zvereva no Aberto da França, ganhou em Wimbledon frente a Martina Navratilova e ainda conquistou também o Aberto dos Estados Unidos contra Gabriela Sabatini.

Mas esse não foi o fim de sua façanha, porque três semanas após sua conquista em Nova York, Graff encontrou novamente Sabatini na final de simples feminina dos Jogos de Seul, vencendo a argentina mais uma vez, para ganhar a medalha de ouro e criar a denominação de Golden Slam.

Alcott e De Groot, imparáveis sobre rodas

Em 2016, Dylan Alcott já havia conquistado o ouro olímpico nas quadras individuais e nas duplas, mas foi em 2021 que ele alcançou o Golden Slam ao vencer as quatro grandes competições da temporada nas quadras individuais e repetir seu ouro individual em Tóquio. O australiano ficou ainda a uma vitória de outra dobradinha ao perder a final de duplas.

Mas esse não foi o único Golden Slam do ano, já que a holandesa Diede De Groot também venceu todos os quatro Grand Slams de simples em cadeira de rodas e conquistou o ouro na capital japonesa. De fato, De Groot também esteve perto de uma dobradinha do Golden Slam, já que em duplas ela também foi campeã olímpica, mas venceu “apenas” três dos quatro Grand Slams.

Considerando que De Groot venceu os últimos 13 Grand Slams em cadeira de rodas, não seria surpresa se, em 2024, ela se tornasse a primeira pessoa a vencer dois Golden Slams.

O sucesso dos Bryans

Embora Graf, Alcott e De Groot sejam as únicas pessoas que conquistaram o Golden Slam no sentido mais estrito, os irmãos Bob e Mike Bryan também venceram os quatro majors e o ouro olímpico consecutivamente, embora não na mesma temporada.

Em 4 de agosto de 2012, eles conquistaram o título olímpico de duplas, um mês depois venceram o US Open e, entre janeiro e julho de 2013, venceram o Australian Open, o Aberto da França e Wimbledon.

Golden Slam da carreira para Nadal, Serena e Agassi, 

Outra variação desse quinteto mágico de títulos é o Career Golden Slam, que engloba aqueles que ganharam os quatro majors e o ouro olímpico durante sua carreira, independentemente do ano.

Assim, o leque se expande e há um total de 28 tenistas que conseguiram esse feito se todas as categorias e modalidades forem levadas em conta.

Entre eles estão Andre Agassi, Serena Williams e Rafael Nadal, os únicos que conseguiram em simples sem contar a modalidade paraolímpica.

Agassi levou sete anos para o conseguir, desde sua vitória em Wimbledon, em 1992, até conquistar o Aberto da França, em 1999, tendo vencido o Aberto dos Estados Unidos (1994), o Aberto da Austrália (1995) e os Jogos Olímpicos (1996) entre ambos.

Serena precisou de 13 anos, mas também o conseguiu. Embora entre 1999 e 2003 ela já tivesse conquistado todos os quatro títulos de simples do Grand Slam, foi somente em 2012 que ela ganhou o ouro olímpico, em Londres.

Além disso, a americana também fez um Career Golden Slam em duplas (com sua irmã Venus) e para isso levou apenas três temporadas: em 1999, elas conquistaram Paris e Nova York, em 2000, acrescentaram Wimbledon e as Olimpíadas e, em 2001, completaram o quinteto com o Aberto da Austrália.

Nadal foi o mais precoce dos três, pois cravou o prêmio em cinco anos com seu primeiro troféu do Aberto da França em 2005, sua primeira conquista em Wimbledon e medalha de ouro em Pequim em 2008, seu primeiro Aberto da Austrália em 2009 e seu primeiro Aberto dos Estados Unidos em 2010.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.