Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
ATP de Madri
  1. Tênis

Tênis: Data, história e onde assistir o Masters 1000 de Madri

O torneio de categoria 1000 é uma das paradas mais significativas do saibro e regressa no final de abril, atraindo alguns dos melhores jogadores do mundo, quer da ATP, quer da WTA.

Carlos Alcaraz foi o campeão masculino em 2023, enquanto Aryna Sabalenka levou a melhor na competição feminina, e ambos devem regressar ao saibro espanhol para defender seus pontos.

Até lá, reunimos todas as informações necessárias sobre o torneio.

Datas do Masters 1000 de Madri

Os torneios masculino e feminino do Aberto de Madri começam na terça-feira, 23 de abril, e duram quase duas semanas, terminando no domingo, 5 de maio.

Local e onde assistir o Masters 1000 de Madri

Como acontece desde 2009, o torneio terá lugar nas quadras de saibro ao ar livre da La Caja Magica - a Caixa Mágica - oficialmente conhecida como Manzanares Park Tennis Center, em Madri, na Espanha.

No Brasil, o torneio pode ser acompanhado ao vivo na ESPN 2, assim como na plataforma de streaming Star+ e na bet365.

Favoritos no Masters 1000 de Madri

A condição de campeão masculino, coloca Alcaraz entre os favoritos para vencer o evento deste ano, mas o espanhol está se recuperado de uma lesão que o afastou do ATP 500 de Barcelona e pode não chegar em seu melhor nível.

Novak Djokovic é outro a ter em atenção, embora o sérvio também tenha tido um desempenho abaixo do esperado em algumas competições.

Assim, Jannik Sinner parece ser considerado o maior favoritos, após um início excepcional em 2024, que já contou com três títulos - o Aberto da Austrália, o ATP de Roterdã e o Miami Open.

Na WTA, a bicampeã Sabalenka estará entre as favoritas a vencer de novo em Madri, mas terá de enfrentar acirrada concorrência acirrada de nomes como Iga Świątek, vice-campeã do ano passado, Coco Gauff e Elena Rybakina.

A grega Maria Sakkari, por sua vez, foi semifinalista do evento em 2023 e é outra a acompanhar depois de chegar à final-four do Aberto de Charleston no início deste mês.

História do Masters 1000 de Madri

O torneio se disputado pela primeira vez na Arena de Madri em 2002, sendo inicialmente jogado em quadras duras e contando apenas com jogadores masculinos.

Em 2009, porém, isso se alterou com a mudança para La Caja Magica. A competição se tornou não só passou a ser disputada em quadras de saibro, como se tornou um evento combinado ATP-WTA.

Uma curiosidade é o fato de em 2012 o saibro ter sido azul, para imitar a superfície das quadras duras, mas após reclamações de jogadores como Rafael Nadal e Djokovic, a superfície vermelha regressou.

Vencedores anteriores do Masters 1000 de Madri

Nadal é o recordista da competição masculina no Aberto de Madri, com cinco títulos, mas seu último título foi em 2017, quando bateu Dominic Thiem em sets diretos.

Os dois últimos torneios foram conquistados também por um espanhol, o jovem Alcaraz, que na última edição venceu em três sets contra Jan-Lennard Struff.

Por sua vez, Djokovic venceu o evento pela terceira vez em 2019, enquanto Alexander Zverev levou a melhor em 2018 e 2021.

A prova feminina começou em 2009, com Dinara Safina a ter sido a primeira jogadora a triunfar.

Mas é Petra Kvitová a mulher mais bem sucedida da competição, tendo vencido em 2011, 2015 e 2018.

A campeã do ano passado, Sabalenka, no entanto, não está muito atrás, tendo conquistado seu segundo título com vitória sobre Swiatek na final de 2023.

Outras campeãs anteriores do torneio feminino incluem Ons Jabeur, Simona Halep, Maria Sharapova e Serena Williams.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.