Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Tennis
  1. Tênis

Tênis: Cinco jogadores ATP a ter em atenção em 2024

Djokovic teve mais um ano incrível, provando que a idade não o afeta, mas além dele e de Alcaraz, quem são os candidatos a grandes conquistas e a surpresas na nova temporada?

Novak Djokovic terminou mais uma temporada como número um do mundo, aliás a oitava vez que o sérvio garante o topo da classificação e não há sinais de que ele vá se aposentar. 

No entanto, há grandes candidatos à sua coroa, principalmente Carlos Alcaraz, que apesar de ter apenas 20 anos, já venceu dois Grand Slams.

Mas quem são as outras estrelas em ascensão no tênis prontas para sobressair em 2024? Verifique:

Ben Shelton (Estados Unidos)

Duas décadas se passaram desde a última vez que um americano (Andy Roddick) venceu um Grand Slam masculino, mas essa é a aspiração de Ben Shelton.

O canhoto de 21 anos teve um ano inesquecível, começando 2023 como o número 97 do mundo e terminando entre os 20 melhores.

Uma participação nas quartas de final em sua estreia no Aberto da Austrália - apenas seu segundo Grand Slam - foi o sinal do que estava por vir. Ele superou isso no US Open, onde chegou às semifinais, perdendo para Djokovic.

Um mês depois, Shelton ganhou seu primeiro título do ATP Tour no Japão, e o atleta possuidor de um grande saque admitiu que havia superado suas expectativas para o ano.

Talvez 2024 seja o ano de Shelton, que tem odds de 51,00 para vencer o Aberto da Austrália no início do ano, acabe finalmente com a seca dos EUA nos maiores torneios de tênis masculino.

Arthur Fils (França)

Há três franceses entre os 50 melhores do mundo e é o menos cotado desse trio - Arthur Fils - que está causando o maior alvoroço.

Ainda apenas um adolescente - ele só completará 20 anos em junho - o jovem parisiense começou 2023 fora dos 200 melhores do mundo, mas chamou à atenção no Open Sud de France, onde, como wildcard, venceu três partidas, incluindo um triunfo em sets diretos sobre o cabeça de chave cinco do torneio, Alejandro Davidovich Fokina, para chegar às semifinais.

Em seguida, se tornou o mais jovem vencedor do Lyon Open, conquistando seu primeiro título ATP batendo Francisco Cerundolo pelas parciais de 6-3 e 7-5.

Depois disso, ele somou vitórias sobre Casper Ruud e Stefanos Tsitsipas, este último no European Open, onde se tornou o mais jovem finalista de sempre do torneio.

Jack Draper (Grã-Bretanha)

Faz mais de dois anos que Jack Draper surpreendeu a quadra central de Wimbledon, ao vencer o primeiro set contra Novak Djokovic em sua primeira partida em um Grand Slam.

Como era de se esperar, Djokovic venceu os três sets seguintes, mas não havia dúvidas de que uma nova estrela britânica havia nascido e Draper espera que 2024 seja seu ano de confirmação, após uma temporada frustrante para o jovem de 21 anos.

Ele esperava entrar no Top-20 em 2023, mas uma lesão abdominal acabou praticamente com sua temporada na grama e ele também sofreu um problema no ombro. Ainda assim, ele mostrou seu talento no US Open onde venceu Radu Albot, Hubert Hurkacz e Michael Mmoh antes de cair frente a Andrey Rublev nas oitavas de final.

Draper encerrou o ano como finalista do Sofia Open, sendo o britânico mais jovem a chegar a uma final da ATP desde Andy Murray em 2009.

Dominic Stricker (Suíça)

Qualquer jogador suíço de destaque tem de viver à sombra de Roger Federer, mas Dominic Stricker parece ser bem capaz de fazer suas próprias manchetes em 2024 e nos anos seguintes.

O jovem de 21 anos certamente encerrou esta temporada em grande estilo, passando pelas eliminatórias para chegar à quarta rodada do US Open, onde derrotou Tsitsipas, quinto cabeça de chave.

Em seguida, o talentoso canhoto derrotou outro grande nome, Casper Ruud, no Swiss Indoors Championship, e muitos acham que Stricker tem o talento necessário para entrar e se firmar no top 20 mundial.

Alex Shevchenko (Rússia)

A ascensão de Alex Shevchenko no ranking em 2023 pode ter passado despercebida, mas basta olhar para alguns dos jogadores que o jogador de 22 anos derrotou nos últimos 12 meses para perceber que o jovem russo tem muito ainda para mostrar. 

Nomes como Matteo Berrettini, Jiri Lehecka, Taylor Fritz e Karen Khachanov caíram frente ao jovem que entra na nova temporada na 49ª posição do ranking.

Vencedor de dois torneios do circuito Challenger em 2023, a primeira vitória de Shevchenko no ATP Tour parece estar destinada a acontecer nos próximos 12 meses.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.