Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Gabriel Medina - Surfe
  1. Outros esportes

Surfe: WSL Teahupoo 2024, prévia, revisão e comentários.

Gabriel Medina e Italo Ferreira se qualificaram para as oitavas de final do WSL Teahupoo 2024, no Taiti, pela sexta etapa da competição. Os dois surfistas brasileiros venceram suas baterias e avançam direto na próxima fase. Já Yago Dora perdeu seu confronto e está na repescagem, no local onde Medina procura o terceiro título e onde vão decorrer as provas dos Jogos Olímpicos da modalidade.

Medina tranquilo na fase seguinte

A bateria onde Medina competiu foi um pouco lenta, com as ondas a não surgirem de forma regular. O brasileiro esperou 27 minutos pela sua primeira onda, mas aproveitou bem e se colocou cedo na liderança. Com dois tubos, ele somou 11,90 pontos (6,33 mais 5,57), o suficiente para bater Imaikalani de Vault (6,80) e Jake Marshall (2,20).

O Taiti é um dos palcos favoritos de Medina, onde é bicampeão em Teahupoo e ainda acumula outros quatro vice-campeonatos. Entre os surfistas em competição, apenas Jack Robinson e Kelly Slater venceram antes nesse local, com o americano a ser cinco vezes vencedor.

Italo em dificuldades, mas acabou surpreendendo

Italo Ferreira teve uma competição dura na sua bateria. Ele começou lento em seus primeiros 15 minutos, mas acabou surpreendendo quando já não tinha a prioridade. Ele pegou dois tubos menores, mas que foram profundos e valeram 6,83 e 6,43 pontos, somando um total de 13,10. Mihimana Braye ficou no segundo lugar com 11,66 (5,83 + 5,83) com apenas mais 19 centésimos que Griffin Colapinto.

Yago terá que ir na repescagem

Yago Dora foi o primeiro dos brasileiros a competir, mas falhou a qualificação direta e terá que disputar a repescagem para continuar em prova. Yago enfrentou John John Florence e Rio Waida. Florence conseguiu pegar cinco tubos, todos eles somando mais do que o brasileiro, mas terminando com um total de 13,77 (7,67 + 6,10). O surfista indonésio pegou apenas duas ondas, mas somou 9,60 (4,93 + 4,67), terminando na frente do brasileiro que somou 7,80 (3,97 + 3,83).*

Slater ainda impressiona com 52 anos

Kelly Slater tem um registro impressionante no Taiti. Com 52 anos, ele conseguiu bater o atual líder da etapa, o australiano Jack Robinson, que acabou caindo para a repescagem. O marroquino Ramzi Boukhiam foi quem também avançou, em segundo lugar.

Tetracampeão em Teahupoo, Slater compete nessa prova como convidado, isso porque ele falhou o corte no tour na metade da temporada.

O que se segue:

Desde 2014, ano do primeiro título mundial de Medina, que não teve um ano pior do que o de 2024 para os brasileiros. Apenas três competidores masculinos passaram o corte e continuam na competição para a fase final - Italo Ferreira está em 16º e é o mais bem colocado no momento, Gabriel Medina aparece em 19º, enquanto Yago Dora é o 22º, primeira posição acima da linha de corte. No feminino, Tatiana Weston-Webb está em nono.

Terminando Teahupoo, o WSL segue para El Salvador, Brasil (Saquarema) e Fiji. O título será decidido em setembro, na Califórnia, entre os cinco melhores do ranking, tanto masculino como feminino.

Cotações:

Gabriel Medina tem uma cotação de 3,60 para vencer o WSL Teahupoo, Italo Ferreira tem 15,00 e Yago Dora 26,00.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.