Pular para conteúdo
pt-br ACESSAR Esportes bet365
surfe
  1. Outros esportes

Surfe: Quais brasileiros estão indo bem no WSL 2023?

O Brasil tem uma verdadeira seleção na busca de mais um troféu na WSL: ao todo são 11 representantes nacionais no masculino, e uma na disputa do feminino.

Dentre os onze brasileiros no campeonato, estão presentes os campeões mundiais: Filipe Toledo (2022), Italo Ferreira (2019) e Gabriel Medina (2014, 2018 e 2021).

Além do trio, os irmãos Pupo, Samuel e Miguel, Caio Ibelli, Yago Dora e Jadson André são os representantes que estiveram na última temporada da WSL. Neste ano, dois novos brasileiros subiram à elite: Michael Rodrigues e João Chianca.

Ao total, 34 surfistas iniciam o ano, embora apenas 22 permanecem após o corte de meio de temporada, de acordo com a classificação do campeonato.

O quê:World Surf League (WSL) - Masculino
Onde:Circuito Mundial
Quando:De janeiro a setembro de 2023
Cotações:Jack Robinson = 3.75 / Filipe Toledo = 4.50 / João Chianca = 5.50

Quais desses atletas brasileiros estão mandando bem no WSL?

Entre campeões mundiais, campeão olímpico e revelações, o Brasil vem como forte candidato neste ano. Veja quais dos atletas nacionais tem se saído melhor nas praias.

João Chianca

O brasileiro melhor colocado na tabela geral até aqui. Em sua primeira participação neste ano, Chianca terminou com a terceira melhor nota, um 6,085 no Billabong Pro Pipeline (Havaí). No segundo circuito, Hurley Pro Sunset Beach (Havaí), alcançou a mesma pontuação do desafio anterior.

Já em Portugal, no MEO Rip Curl Portugal Pro, o atleta conseguiu ser campeão, garantindo 10,000 pontos. O que lhe permitiu totalizar 22,170, e conseguir se colocar na segunda posição.

Filipe Toledo

Toledo teve como seu ponto mais alto nesta disputa, a vitória no segundo circuito do Havaí, sendo campeão após bater o americano Griffin Colapinto, quinto colocado. Porém teve um desempenho abaixo em Portugal, e agora se encontra na terceira posição geral, com 16,075.

Caio Ibeli

Ibeli alcançou os mesmos 6,085 de seu compatriota, Chianca, no primeiro evento da Liga Mundial de Surfe. No entanto, não foi tão bem assim nos circuitos que se seguiram, mas ainda assim, ele assegura a quarta posição, com 14,150.

Outros atletas brasileiros

Medina segue na nona posição com 9,960. Italo Ferreira, campeão olímpico, se encontra em décimo terceiro, com 7,970, a mesma pontuação de Miguel Pupo. 

Apenas dois estão abaixo da linha de corte da próxima temporada, são eles: Michael Rodrigues e Jadson André, vigésimo sétimo e trigésimo quarto colocados, respectivamente. Vale ressaltar que a posição limite para não ser cortado no meio da temporada é a vigésima segunda posição.

Calendário completo da WSL

. Billabong Pro Pipeline (Havaí): 29 de janeiro a 10 de fevereiro (já realizado) 
. Hurley Pro Sunset Beach (Havaí): 12 a 23 de fevereiro (já realizado) 
. MEO Rip Curl Portugal Pro (Portugal): 8 a 16 de março (já realizado) 
. Rip Curl Pro Bells Beach (Austrália): 4 a 14 de abril 
. Margaret River Pro (Austrália): 20 a 30 de abril 

Corte no meio da temporada: o total de 36 homens e 18 mulheres será reduzido para apenas 24 homens e 12 mulheres. Este é o segundo ano que ocorre o corte. 

. Surf Ranch Pro (EUA): 27 e 28 de maio 
. Surf City El Salvador Pro presented by Corona (El Salvador): 9 a 18 de junho 
. Rio Pro presented by Corona (Brasil): 23 de junho a 1º de julho 
. Corona Open J-Bay (África do Sul): 13 a 22 de julho 
. SHISEIDO Tahiti Pro (Polinésia Francesa): 11 a 20 de agosto 

Finais da WSL: cinco atletas decidirão o título da temporada 2023 no masculino e feminino: 

. Rip Curl WSL Finals (EUA): 7 a 15 de setembro


Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.