Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Liga Mundial de Surfe
  1. Outros esportes

Surfe: Filipe Toledo e Caroline Marks garantem título mundial

Caroline Marks (EUA) e Filipe Toledo (BRA) conquistaram os títulos mundiais da World Surf League (WSL) de 2023.

Enquanto isso, a pentacampeã da WSL Carissa Moore (HAW) e o candidato ao título mundial masculino Ethan Ewing (AUS) ficaram apenas com o vice-campeonato após lutar para superar vários competidores de elite.

Confira, portanto, como foi o caminho dos campeões e quais são os recordes que Filipe Toledo trouxe para o surfe brasileiro.

Marks ultrapassa Moore na luta pelo título 

Caroline Marks, de 21 anos, entrou em suas primeiras finais da Rip Curl WSL como a terceira colocada e saiu como campeã mundial de surfe de 2023. 

Durante a disputa, a surfista sentiu-se em casa em Lower Trestles. Tendo deixado uma impressão memorável com múltiplas pontuações excelentes e quase perfeitas ao longo da final a caminho de seu primeiro título mundial. 

Marks teve uma ótima temporada no CT de 2023, vencendo eventos em El Salvador e no Taiti. O brilhante desempenho na final também confirmaram a sua qualificação provisória para os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Passei por uma situação estranha no ano passado e estava duvidando de mim mesma. Isso é tão bom. Eu realmente não sei o que dizer, estou muito emocionada esse ano. Isso é muito emocionante.

— disse Caroline Marks ao conquistar o título mundial

Toledo conquista mais um título para o surfe brasileiro

Filipe Toledo, de 28 anos, conquistou seu segundo título mundial consecutivo, provando mais uma vez ser o competidor a ser batido. Ele é agora o primeiro competidor a ganhar títulos mundiais seguidos desde John John Florence (HAW) em 2016 e 2017. 

Toledo entrou nas finais da Rip Curl WSL como o número 1. O competidor de Ubatuba foi imparável na temporada 2023 do CT, acumulando vitórias em Sunset Beach, El Salvador e J-Bay.

O surfista brasileiro derrotou Ethan Ewing (AUS) na final, que havia se classificado em terceiro. Em sua segunda luta pelo título, Toledo se manteve motivado e acumulou um total de 12,57 baterias (de 20 possíveis) antes de Ewing ter a chance de contra-atacar. 

O 7,67 de Ewing manteve vivas as suas esperanças nos minutos finais, mas caiu na sua última oportunidade. A multidão explodiu quando o tempo acabou e Toledo garantiu seu segundo título mundial.

Este é um sonho tornado realidade. Acho que nunca houve um brasileiro que vencesse consecutivamente. Gostamos de fazer história. Estou super grato a Deus. Ele me abençoou até aqui. Nao foi facil.

— disse Filipe Toledo ao conquistar o título mundial

Histórico dos brasileiros na WSL

Até aqui, nas três edições do WSL Finals que foram realizadas com este regulamento, o campeão foi o surfista que chegou com a melhor campanha durante o decorrer da temporada. 

Em 2021, Gabriel Medina triunfou sobre Filipe Toledo por 2 a 0. No ano seguinte, foi a vez de Filipinho garantir o título com uma vitória, também por 2 a 0, sobre Ítalo Ferreira. Neste ano, mais uma vez o primeiro colocado triunfou: com Toledo vencendo Ethan Ewing. 

Dessa forma, todos os títulos conquistados na WSL deste novo formato foram obtidos por atletas de nacionalidade brasileira. Assim, o Brasil chegou ao sétimo troféu na categoria.

Títulos do Brasil

  • 2014 - Gabriel Medina
  • 2015 - Adriano de Souza
  • 2018 - Gabriel Medina
  • 2019 - Italo Ferreira
  • 2021 - Gabriel Medina
  • 2022 - Filipe Toledo
  • 2023 - Filipe Toledo

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.