Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Leonardo Gil (Colo-Colo) e Nicolas (América-MG)
  1. Futebol
  2. Copa Sul-Americana

Sul-Americana: mais uma decisão para os mineiros

Nesta terça-feira, América Mineiro e Colo-Colo decidirão quem enfrentará o Bragantino nas oitavas de final da competição.

Graças ao gol marcado no fim do encontro de terça-feira passada no Monumental de Santiago, o América-MG chega a este segundo jogo com o Colo-Colo, em Belo Horizonte, com perspectivas razoáveis de manter-se vivo na Copa Sul-Americana.

Independentemente de quais serão os atletas escolhidos para defender os brasileiros na recepção aos chilenos, as cotações mostram o equilíbrio que se espera do duelo: os dois estão empatados nas cotações (29,00) referentes à conquista do torneio.

O coelho ergue a cabeça

O quê:América-MG x Colo-Colo
Onde:Independência, Belo Horizonte
Quando:terça, 18 de julho, às 19h (horário de Brasília)
Como assistir:ESPN | Star+
Cotações:América-MG = 1,85 | empate = 3,50 | Colo-Colo = 4,33

Como foi a ida

Em Santiago, os anfitriões entraram em campo com o que poderia ser considerado seu onze ideal na visão do treinador argentino-boliviano Gustavo Quinteros. Que o América-MG seria escalado com formação alternativa era algo que o próprio Vagner Mancini havia antecipado; a surpresa foi a opção por um esquema com três zagueiros.

No primeiro minuto da segunda parte, o meio-campista Leonardo Gil (ex-Vasco) aproveitou descuido dos brasileiros para pôr os chilenos em vantagem. Dezessete minutos depois, ele fez o segundo em belo chute de fora da área (embora a liberdade que lhe tenha sido dada para finalizar seja injustificável). Nos acréscimos, o meio-campista Alê diminuiu.

Como chega o coelho

Após a derrota da última terça-feira, o América passou a focar em obter a classificação às semifinais da Copa do Brasil. Tendo vencido o Corinthians na ida em Belo Horizonte por 1 x 0, os mineiros viram o sonho chegar ao fim ao perderem no sábado para o timão em São Paulo por 3 x 2 no tempo normal e 3 x 1 nos pênaltis.

A importância dada pelo coelho à Copa Sul-Americana talvez fosse maior se a sua situação no Campeonato Brasileiro fosse menos desconfortável. Em último lugar na classificação, com 9 pontos em 14 jogos (média de 0,64), os alviverdes possivelmente precisarão de mais 35 pontos nos 24 jogos restantes (média de 1,46) para se livrarem do rebaixamento.

Como chega o cacique

Sábado passado, o Colo-Colo recebeu o O’Higgins pela 17.ª rodada (são 30 ao todo) do Campeonato Nacional. Mesmo com alguns de seus habituais titulares no banco de reservas, os donos da casa venceram por 2 x 0 com gols do atacante Damián Pizarro e de Gil. Neste momento a distância para o líder, o Cobresal, é de seis pontos.

Os albos terminaram o primeiro turno da atual edição da liga chilena (que termina em dezembro) com média de 1,77 ponto por jogo. É por causa de tal aproveitamento que, embora sejam os atuais campeões, sua principal meta hoje é alcançar a terceira posição. Isso lhes garantiria a vaga na segunda fase da Copa Libertadores 2024.

O que esperar do jogo

Entre os atletas do América que começaram jogando no Monumental, talvez apenas o goleiro Mateus Pasinato e o zagueiro Éder sejam considerados titulares. Para esta partida no Independência a tendência é que Mancini escale um time parecido, de modo que uma vez mais devemos ver Rodrigo Varanda na ponta esquerda e Matheusinho na direita.

Quinteros disse logo após a vitória na ida que o objetivo principal do Colo-Colo era se recuperar na liga chilena. Ainda assim, está bastante evidente que para os visitantes esta partida significa muito. Esperamos vê-los alinhar a mesma formação de terça passada, com César Fuentes e Esteban Pavez junto de Gil no meio e com Pizarro no ataque.

O coelho chegou às redes pelo menos uma vez em 90% dos jogos (18/20) que fez como mandante na atual temporada. E, em suas três partidas em Belo Horizonte pela fase de grupos da Sul-Americana, os mineiros marcaram oito gols (2,67 por jogo). Conseguirão eles manter esse bom desempenho ofensivo mesmo com um time predominantemente reserva?

Em 2023, a média de gols sofridos como visitante pela equipe chilena é de 1,40 por jogo (14/10). Mas nota-se clara evolução nesse sentido. Em todos os seus sete compromissos fora de casa desde abril (inclusive contra a Universidad Católica pelo Campeonato Nacional e contra o Boca Juniors pela Copa Libertadores) o cacique sofreu zero ou um gol.

Considerando que o Colo-Colo provavelmente apostará nos contra-ataques, é de esperar que o América tenha sérias dificuldades para encontrar espaços na defesa alba. Por parecerem altas as chances de esta partida terminar com menos de 2,5 gols, parece interessante o retorno de 1,70 (59% de probabilidade) oferecido por essa aposta.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.