Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Juventude
  1. Futebol
  2. Série B

Série B: fases distintas em Caxias do Sul

Vivendo momentos muito diferentes, Juventude e Vila Nova se enfrentam em confronto direto por um lugar na zona de acesso.

Embora a distância entre os gaúchos do Juventude e os goianos do Vila Nova seja de apenas um ponto (36 contra 35), o retrospecto recente nos oferece outra perspectiva sobre este duelo: o alviverde está há oito jogos sem perder, e o colorado há cinco sem vencer.

O quê:Juventude x Vila Nova
Onde:Alfredo Jaconi, Caxias do Sul
Quando:segunda, 7 de agosto, às 18h (horário de Brasília)
Como assistir:sportv | Premiere
Cotações:Juventude = 2,25 | empate = 3,00 | Vila Nova = 3,60

Como chega o alviverde

Nenhuma equipe nesta Série B vive momento tão bom quanto o Juventude, invicto há oito partidas. E, após o 1 x 0 sobre o Novorizontino quarta-feira passada, os comandados de Thiago Carpini terminaram a 21.ª rodada em quinto lugar. Seus 36 pontos (1,71 por jogo) fizeram com que chegassem a este fim de semana a apenas dois da zona de acesso.

É inquestionável a importância do meia Nenê, sétimo colocado em gols marcados (seis) e quinto em assistências (quatro). Mas no último 29 de julho ele cumpriu suspensão, e ainda assim o alviverde de Caxias do Sul venceu o Botafogo em Ribeirão Preto por 2 x 0. Um dos gols foi marcado pelo meia Matheus Vargas, recém-chegado (por empréstimo do Fortaleza).

Há apenas alguns dias, o centroavante Rodrigo Rodrigues confirmou que estava de saída (para o Espérance, da Tunísia). Trata-se de um perda enorme se lembramos de seus seis gols e três assistências na segunda divisão. Um dos reforços para esse setor é Erick Farias (vindo do Ypiranga), que no entanto atua mais como ponta ou segundo atacante.

Como chega o colorado

O Vila Nova liderou a Série B entre a 14.ª e a 17.ª rodada, mas sua fase atual é bastante ruim: quatro derrotas nos últimos cinco jogos. E a da última quarta-feira, 1 x 0 para o Sport, foi no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga. Com 35 pontos conquistados (média de 1,67), o colorado de Goiânia chega a este compromisso no Alfredo Jaconi em oitavo lugar.

Após a derrota de domingo passado (para o Novorizontino), o presidente do clube, Hugo Jorge Bravo, falou sobre o momento da equipe. Ao dizer que o técnico Claudinei Oliveira estava garantido «pelo menos» até a partida seguinte, Bravo deu a entender que um mau resultado na recepção ao rubro-negro de Recife acarretaria demissão. E assim foi.

Na sexta anunciou-se Marquinhos Santos como o novo treinador. Uma dúvida em relação às suas escolhas em termos de escalação diz respeito a Neto Pessoa: o centroavante, antes titular, foi suplente quatro dias atrás. Naquele dia, Oliveira escolheu para o comando do ataque o recentemente contratado Henrique Almeida (vindo do América-MG).

O que esperar do jogo

Em tese, o atacante mais indicado para assumir o vazio deixado por Rodrigo Rodrigues no Juventude é o também centroavante Fábio Gomes (emprestado pelo Atlético-MG). Entre os desfalques para amanhã há dois titulares: o volante Jadson (suspenso) e o atacante David (lesionado). Matheus Vargas e Victor Andrade são opções para essas vagas.

Devido à troca de comando técnico, a escalação do Vila Nova é bem incerta. Mas, como a defesa tem sido o ponto forte da equipe, parece-nos provável que sejam mantidos como titulares o goleiro Dênis Júnior, o lateral-direito Léo Duarte, os zagueiros Rafael Donato e Eduardo Doma e o lateral-esquerdo Rodrigo Gelado (que volta de suspensão).

Apesar de seu péssimo retrospecto recente, os colorados ainda são os que menos gols sofreram na Série B: doze (0,57 por jogo). E a única partida em que foram vazados mais de uma vez foi a derrota por 3 x 1 fora de casa para o Novorizontino uma semana atrás. Esses dados levam a crer que os goianienses se mostrarão competitivos na Serrra Gaúcha.

O que tem lhes faltado é, acima de tudo, maior precisão no momento de concluir jogadas. É intrigante que apresentem apenas o nono ataque mais produtivo —23 gols marcados— quando constatamos que são eles os líderes tanto em média de finalizações —17,9 por jogo— quanto em média de finalizações na direção da meta —5,2 por jogo—. 

Considerando ainda que este será o primeiro compromisso do Juventude após a despedida de Rodrigues, é muito lógico que a cotação da aposta em uma partida de menos de 2,5 gols seja 1,44 (69% de probabilidade). É também por isso que, embora tenham o favoritismo a seu lado, os gaúchos estão cotados em 2,25 para vencer (44% de probabilidade).

DEMAIS JOGOS DA 22.ª RODADA

sexta, 4 de agosto
. Mirassol 0 x 0 Sampaio Corrêa

sábado, 5 de agosto
. Avaí 1 x 0 Criciúma
. Ituano 1 x 1 Guarani
. CRB 0 x 0 Botafogo-SP
. Sport 1 x 0 Novorizontino

domingo, 6 de agosto
. 15h30 – Ponte Preta x Chapecoense
. 18h00 – Ceará x ABC

segunda, 7 de agosto
. 20h00 – Atlético-GO x Tombense
. 20h00 – Londrina x Vitória

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.