Pular para conteúdo
pt-br ACESSAR Esportes bet365
Adrien Rabiot (Juventus)
  1. Futebol
  2. Itália Serie A

Serie A: acerto de contas em Turim

O próximo compromisso da Juve na luta pelo título é contra a única equipe que a derrotou nesta temporada.

Em 23 de setembro, Sassuolo e Juventus se enfrentaram no estádio Città del Tricolore pela Serie A. Para a surpresa geral, os neroverdi superaram os bianconeri por 4 x 2.

Desde então a equipe de Massimiliano Allegri não mais perdeu e firmou-se como candidata ao scudetto. Amanhã será a vez de reencontrar seu mais recente algoz.

O quê:Juventus x Sassuolo
Onde:Stadium, Turim
Quando:terça, 16 de janeiro, às 16h45 (Brasília)
Como assistir:ESPN | Star+
Cotações:Juventus = 1,40 | empate = 4,75 | Sassuolo = 8,00

Como chegam os bianconeri

Em seus dois primeiros compromissos de 2024 a Juventus teve perante si o mesmo adversário: a Salernitana. No dia 4, a vecchia signora derrotou os ippocampi por 6 x 1 na cidade de Turim pelas oitavas de final da Coppa Italia; no dia 7, derrotou-os por 2 x 1 em Salerno pela 19.ª rodada da Serie A.

No dia 11, Allegri e seus homens derrotaram o Frosinone por 4 x 0 em Turim para avançarem às semifinais da Copa da Itália. Sem quaisquer compromissos europeus nesta temporada, os bianconeri são os favoritos à conquista dessa competição (2,37) e os únicos que parecem aptos a tirar da Inter o scudetto (3,75).

O centroavante Dusan Vlahovic apresenta média de 0,41 gol por jogo no Campeonato Italiano. Por outro lado, no mais recente triunfo sobre a Salernitana ele marcou um gol e deu uma assistência; e, no 1 x 0 sobre a Roma pela rodada anterior, deu a assistência para o gol do meio-campista Adrien Rabiot.

Rabiot, embora não costume apresentar alto índice de participação direta em gols (nesta temporada foram três tentos e três assistências), ainda é uma das peças-chave de Allegri. Devido a lesão o francês nem mesmo foi relacionado quatro dias atrás, mas amanhã provavelmente o veremos desde o início.

Uma dúvida para esta terça é o atacante Federico Chiesa, que, também por lesão, tampouco foi relacionado no mais recente jogo. Quanto a outros titulares, destacamos o ala-direita sérvio Filip Kostic (quatro assistências na Liga Italiana) e o zagueiro brasileiro Bremer (o único a ter sido titular nas dezenove rodadas).

Como chegam os neroverdi

Na quinta rodada, o Sassuolo conseguiu a referida vitória em casa sobre a Juventus; na seguinte, venceu fora de casa a Inter. Por outro lado, os neroverdi perderam para equipes como o Frosinone, o Monza, o Cagliari e o Genoa. (Nenhuma dessas terminou o primeiro turno na metade superior da classificação.)

A irregularidade dos homens de Alessio Dionisi nos ajuda a perceber o porquê de terem chegado a esta rodada em 14.º lugar (embora sua cotação seja de apenas 10,00 no mercado «Para ser Rebaixado»). Além disso, no início deste mês o Sasòl perdeu para a Atalanta (fora) e disse adeus à Coppa Italia.

Seus números de gols a favor e contra nesta Serie A oferecem um retrato revelador do perfil da equipe: por terem marcado 26 tentos (1,37 por jogo), os das Emília-Romanha chegaram à 20.ª rodada com o oitavo melhor ataque; mas, por terem sofrido 33 (1,74 por jogo), chegaram com a segunda pior defesa.

Em média de finalizações os verdes e pretos encontravam-se em quinto, com 13,60 por jogo. Quem mais contribui para esse índice é o atacante Domenico Berardi (3,20 por jogo), que, graças aos seus nove tentos, começou o segundo turno em segundo lugar na artilharia (atrás do argentino Lautaro Martínez, da Inter).

No que se refere a assistências quem se destaca é Jeremy Toljan, com cinco até aqui. O lateral-direito alemão é ainda o atleta do Sassuolo com mais minutos neste Campeonato Italiano (1615), o que dá uma medida do quanto a sua ausência para a partida de amanhã (devido a lesão) será sentida por Dionisi.

Outro nome importante indisponível para amanhã (também por causa de lesão) é o lateral-esquerdo uruguaio Matías Viña, ex-Palmeiras (emprestado pela Roma desde julho). Entre os prováveis titulares nesta ida à região do Piemonte haverá o meio-campista brasileiro Matheus Henrique, ex-Grêmio.

O que se espera do jogo

Assim como na Serie A 2022–23 (em que só não terminou no top 4 por ter sido punida com a perda de dez pontos), a Juventus se mostra consistente do ponto de vista defensivo mas não muito produtiva do ponto de vista ofensivo: sofreu 12 gols (média de 0,63 por jogo) e marcou 29 (média de 1,53).

Um inegável trunfo dos bianconeri para esta partida em Turim é o fato de serem os únicos ainda invictos enquanto mandantes: sete vitórias e dois empates. No Stadium verifica-se ainda mais claramente a força de sua defesa, pois nessas nove partidas a equipe sofreu apenas quatro gols (0,44 por jogo).

Quanto ao Sassuolo, seu desempenho como visitante é razoável: 0,89 em média de pontos (8/9) e 1,44 em média de gols marcados (13/9). Mas é difícil imaginar os neroverdi conseguindo mesmo o empate amanhã quando se nota que só terminaram uma partida deste Campeonato Italiano sem sofrer gol.

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Futebol

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.