Pular para conteúdo
Registre-se
Al Nassr
  1. Futebol
  2. Premier League

Rumores de Cristiano Ronaldo jogando pelo Al Nassr voltam a ser destaque

Segundo o jornal "Marca", da Espanha, o craque português de 37 anos pode assinar por dois anos e meio com o clube. Entenda o desfecho da novela.

O Manchester United, clube pelo qual o gajo atuou nesta atual temporada, decidiu rescindir o contrato do atleta ainda durante a Copa do Mundo, quando o jogador se concentrava junto a seleção portuguesa no Catar. 

O acontecimento veio à tona dias após uma polêmica entrevista com o astro português vir ao ar durante um programa da TV britânica, na qual o então número sete fez críticas abertas à diretoria e ao treinador da equipe, Erik Ten Hag.

 As declarações que o até então jogador dos Red Devils fez, adquiriram dimensões gigantescas, que o conselho da equipe considerou inaceitáveis. Este pode ter sido considerado para a diretoria do clube o fator decisivo para o término do relacionamento de ambas as partes, que já vinha de desgaste por problemas de vestiário, após o jogador ser afastado por se recusar a entrar em campo em uma partida do Campeonato Inglês. 

Apesar de tudo, o cinco vezes melhor jogador do mundo acabou por ficar no Manchester ainda mais alguns dias, mas a perda de espaço no elenco, com a principal estrela amargurando o banco de reservas, trouxe à mídia uma relação que veio a se prejudicar com o técnico holandês, embora Ten Hag tenha dito que admirava e contava com o atacante em seus planos. No entanto, o atrito surgiu em um duelo da Premier League contra o Tottenham em outubro.

Cristiano Ronaldo, no programa de TV, acusou "certas pessoas" de tentar forçá-lo a sair do Manchester United e disse que se sentiu traído. Entre os alvos de seus comentários estavam o atual técnico do time, Erik Ten Hag, e o ex-técnico da última temporada, Ralph Rangnick. CR7 ainda disse que 'desrespeita' Ten Hag, já que o holandês 'não demonstrou respeito' por ele.

Cristiano Ronaldo jogando na Arábia Saudita?

Há algumas semanas, o "Marca" noticiou que o possível contrato com o Al Nassr, válido até junho de 2025, poderia gerar cifras astronômicas para os cofres do atleta, que podem chegar a 200 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,09 bilhão no câmbio atual) por ano, entre acordos salariais e publicitários. 

O jornal sublinha que o CR7, tendo esgotado as opções para continuar a jogar na Europa “estaria determinado a baixar o nível de competição” e a aproveitar os seus últimos anos de futebol para ter uma compensação financeira que o agrada, já a apontar para uma eventual aposentadoria no final do seu contrato. 

O futebol árabe vai tentar se desenvolver novamente e os dirigentes vão tentar fortalecer o campeonato local. E Cristiano Ronaldo é talvez a principal promessa midiática para isso. A sua equipe pode competir com o Al Hilal, que se destacou a nível continental e tentou aproximar-se do CR7 no ano passado.

A possível transferência de Cristiano Ronaldo para o Al Nassr

A negociação pode se concretizar em breve. É o que diz o portal "Marca", primeiro veículo noticiar a negociação de Cristiano Ronaldo com o clube árabe. CR7 ainda se tornaria embaixador de uma candidatura do país saudita que deseja sediar a Copa do Mundo de 2030. 

Segundo o canal de notícias esportivas, o astro português decidiu viajar a Riad para assinar o contrato que o colocaria como grande estrela do esporte no país, quiçá no continente. 

Ele teria ainda os mesmos dois anos e meio de vínculo para jogar pelo Al Nassr, um dos maiores clubes locais, como foi noticiado anteriormente pelo jornal. Depois, o atleta seguiria até 2030 como embaixador de uma candidatura da Arábia Saudita para organizar o Mundial daquele ano. O acordo poderia ser oficializado "nos próximos dias".

Confira na íntegra o que foi anunciado pelo Marca.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies