Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Wimbledon Roger Federer
  1. Tênis

Roger Federer: Rei de Wimbledon

Roger Federer é o tenista com maior sucesso em simples masculinos em Wimbledon na era Open, com oito títulos conquistados em 12 presenças em finais deste torneio.

A história do tenista suíço no All England Club é uma história de 'amor' mutuo. Federer ama Wimbledon e Wimbledon ama Federer.

Tudo começou em 2003

A lenda de Federer começou no gramado de Wimbledon em 2003, a sua quinta participação neste Grand Slam, e a primeira em que venceu no All England Club, assim como a primeira vez que venceu um dos quatro Majors.

O tenista suíço, até então, tinha apenas passado a primeira rodada por uma vez, mas ao derrotar o australiano Mark Philippoussis, por 7–6(5), 6–2, 7–6(3), se tornou o primeiro helvético a vencer um Grand Slam na Era Open.

Roddick foi o desafio de 2004

Federer venceu o Aberto da Austrália no início de 2004 e chegou a Wimbledon nesse ano como o número um do ranking.

Ele chegou na final onde tinha como adversário o tenista que tudo o mundo considerava ser o único que podia derrotar o suíço, Andy Roddick, na altura o número dois do mundo.

O jogo poderoso do norte-americano era o que muitos julgavam ser o antídoto para a classe de Federer, mas, apesar de perder o primeiro set, o suíço acabou por vencer, ainda que a briga tenha sido dura.

2005 igual a 2004

Em 2005, Federer e Roddick voltam a se encontrar na final de Wimbledon, com o resultado a ser o mesmo, a vitória do suíço.

Mas desta vez o encontro foi menos equilibrado e Federer venceu de 3 a 0. Curiosamente de 2002 até 2005, o americano perdeu apenas três partidas em grama, todas elas contra Federer em Wimbledon. Nas semifinais de 2003 e nas finais de 2004 e 2005.

Em 2006 surge um novo rival

Federer era já um tenista de classe mundial quando surgiu em cena Rafael Nadal. Em 2006 o espanhol já prometia brigar com o suíço no topo do ranking.

A primeira grande final entre os dois foi em 2006 no Aberto de França, com o jovem espanhol a vencer. Os mesmos protagonistas chegaram à final nesse mesmo ano em Wimbledon.

Roger Federer

Nadal tinha um registro de seis vitórias em sete encontros com Federer, mas todas em saibro ou superfície dura. Nadal sabia que vencer Federer em grama seria muito complicado, e foi o suíço que venceu, mas em uma partida muito equilibrada.

Em 2007 Federer iguala Borg

A rivalidade entre Federer e Nadal cresceu e em 2007 voltaram a se encontrar na final de Wimbledon. Nadal voltou a brigar duro, ainda mais dessa vez, mas foi Federer que venceu, talvez porque a sua experiência fez a diferença.

A conquista do título no All Englad Club em 2007 permitiu ao suíço igualar o recorde de Björn Borg, de cinco títulos consecutivos em Wimbledon na Era Open. Até hoje, só estes dois tenistas o conseguiram fazer.

Federer não conseguiu aumentar o recorde para seis títulos consecutivos, pois em 2008 Nadal finalmente conseguiu vencer o suíço na final de Wimbledon.

Regresso em 2009

No ano de 2009, Nadal não competiu em Wimbledon e Federer teria que esperar pela revanche. Mas na final teve o outro rival, Roddick.

Federer havia conseguido completar o Grand Slam de carreira ao vencer o Aberto da França poucos meses antes e conseguiria vencer o seu sexto título no Grand Slam em gramado.

A final foi super intensa, com Federer a vencer em cinco sets por 5-7, 7-6, 7-6, 3-6, 16-14, o que lhe permitiu igualar o recorde de Pet Sampras de 15 títulos nos Majors.

2012 para tirar as dúvidas

Após vencer o Aberto da Austrália em 2010, Federer passou por uma baixa de forma, não conseguindo vencer qualquer Grand Slam em todo o ano de 2011, o que aconteceu pela primeira vez desde que venceu o primeiro Major em 2003.

Agora com mais de 30 anos, falava-se que o maestro suíço poderia estar 'acabado', o que foi acentuado com o surgimento de Novak Djokovic.

Mas Federer não estava acabado e em Wimbledon derrotou o novo astro do tênis, o sérvio, e bateu Andy Murray na final. Este título valeu também o igualar do recorde de Sampras em sete títulos no All England Club.

Cinco anos para ser o 'Rei'

Federer demorou cinco anos para se tornar no 'Rei' De Wimbledon, com Djokovic a atrapalhar o seu percurso ao vencer contra ele nas finais de 2014 e 2015.

Mas em 2017, o maestro entrou no All England Club imparável e venceu o troféu pela oitava vez ao bater na final Marin Cilic e sem perder um único set em todo o torneio.

Para além dos oito títulos em Wimbledon, Federer chegou por mais quatro vezes à final, em 2008 contra Nadal e em 2014, 2015 e 2019 contra Djokovic. A sua derradeira presença no gramado do All England Club foi em 2021, quando perdeu nas quartas de final contra Hubert Hurkacz.

Em 2022 Federer se aposentou do tênis, deixando para trás uma carreira fantástica onde venceu 20 Grand Slams.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.