Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Copa do Brasil
  1. Futebol
  2. Futebol de Seleções

Revisão dos amistosos da Seleção Brasileira

Na última Data Fifa, o Brasil teve dois amistosos contra Seleções Europeias do top 10 do Ranking Fifa. Confira a seguir uma revisão detalhada dessas partidas.

Finalmente algo que tanto se cobrava aconteceu: amistosos contra seleções europeias de primeira linha. Na primeira partida, com a estreia de Dorival Júnior, a Seleção Brasileira, ainda em desconfiança, enfrentou a Inglaterra, em Wimbledon.

Na segunda partida, a Canarinho enfrentou a Seleção Espanhola, atuando pela primeira vez no Santiago Bernabéu. Cada partida teve suas particularidades, como pontos altos e baixos. Confira a seguir a revisão de cada um desses duelos.

Brasil vence a Inglaterra com gol de Endrick

O resultado positivo foi ótimo para que Dorival Júnior pudesse realizar sua estreia no comando do Brasil com uma vitória, algo que certamente trouxe confiança, principalmente pelo tamanho do adversário e pelas contestações referentes a suas convocações.

Contudo, além do triunfo, destacaram-se também algumas estreias. O zagueiro Beraldo, do Paris Saint-Germain, e Fabrício Bruno, do Flamengo, demoraram um pouco para encaixar, mas quando se conectaram o Brasil foi bem. O mesmo vale para o goleiro Bento, que conseguiu trazer tranquilidade.

Na partida em si, mesmo atuando em solo inglês, o Brasil demonstrou superioridade ao longo da partida e já havia desperdiçado algumas oportunidades claras no primeiro tempo, incluindo um chute de Lucas Paquetá que acertou a trave britânica. 

Na segunda etapa, Dorival fez alterações eficazes na equipe, com o lance do gol sendo iniciado por Andreas Pereira, ex-jogador do Flamengo, que realizou o passe inicial para Vini Jr, que ao errar a finalização, abriu a oportunidade para que Endrick, que também havia saído do banco, empurrar a bola para o fundo das redes.

A vitória alcançada com gol do palmeirense encerrou uma sequência de quatro jogos sem vitória do Brasil, que vinha de três derrotas consecutivas nas eliminatórias sul-americanas. O triunfo da equipe verde e amarela também colocou fim à sequência de 10 jogos invictos da Inglaterra, que não sofria uma derrota desde a eliminação para a França na Copa do Mundo de 2022.

Estatísticas de Inglaterra x Brasil

Seleções

Inglaterra

Brasil

Chutes

14

14

Chutes no alvo

3

5

Posse de bola

57%

43%

Faltas

11

19

Impedimentos

2

0

Escanteios

7

2

Brasil e Espanha ficam no empate

Na segunda partida, o Brasil teve como um ponto positivo o seu poder de reação. No primeiro tempo, a Seleção Brasileira chegou a ficar em uma desvantagem de dois gols, mas, ainda no primeiro tempo sua reação foi iniciada.

A Espanha começou o jogo muito bem, com uma marcação na saída de bola que prejudicou e muito a saída de bola do Brasil. Além disso, a jovem estrela Lamine Yamal, do Barcelona, trouxe muita dor de cabeça para o lado esquerdo da defesa brasileira. Tanto que até sofreu um pênalti, convertido por Rodri.

Na sequência da partida, Dani Olmo fez uma bela jogada, driblando dentro da área e finalizando com precisão para ampliar o marcador. O Brasil conseguiu diminuir ainda no primeiro tempo, em falha do goleiro, Rodrygo fez um belo gol, encobrindo o goleiro.

Na segunda etapa, Dorival Júnior trouxe algumas mudanças, colocando novamente Endrick em campo. O jogador, que em breve defenderá o Real Madrid, teve oportunismo para marcar e empatar a partida. Contudo, um pênalti, no mínimo duvidoso, foi marcado para a Espanha, que converteu novamente com Rodri.

No minuto final da partida, um empate característico de um time de Dorival Júnior: na garra. Mais um pênalti foi marcado, dessa vez a favor do Brasil, convertido por Paquetá. O empate alcançado não foi injusto, a Espanha teve mais volume de jogo, no entanto, as duas penalidades marcadas a favor dos espanhóis foram bem duvidosas e provavelmente não teriam sido marcadas se houvesse VAR.

Estatísticas de Espanha x Brasil

Seleções

Espanha

Brasil

Chutes

19

12

Chutes no alvo

8

6

Posse de bola

59%

41%

Faltas

20

16

Impedimentos

3

1

Escanteios

6

2

Saldos da Data Fifa

O Brasil, nessas duas partidas, mostrou que tem um conjunto forte, assim como mostrou também que conta com jogadores que são, individualmente, bastante talentosos. Essa equipe comandada por Dorival Júnior deixou claro algo que há muito não se via: garra e vontade de vencer com esta camisa amarela.

Alguns jogadores remanescentes das convocações de Tite, como Raphinha, foi um pouco abaixo em ambas as partidas. O lado direito do ataque do Brasil, enquanto ele esteve em campo, foi um dos setores menos ineficientes.

Os destaques positivos ficam por conta de Lucas Paquetá, que sem a presença de Neymar, chamou a responsabilidade e liderou o meio campo do time brasileiro, sendo presença constante na defesa, e se apresentando para as jogadas ofensivas da Canarinho.

Endrick, nestes dois jogos de Data Fifa foi o jogador que mais se destacou. Com dois gols importantes, a jovem estrela mostrou que não é simplesmente o futuro da Seleção Brasileira, mas sim o presente. Suas boas atuações devem lhe garantir uma vaga na equipe que vai disputar a Copa América e, quem sabe, até mesmo como titular.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.