Pular para conteúdo
Registre-se
Estádio Esportivo

Raikkonen sobre a F1: “muitas coisas são falsas"

Kimi Raikkonen mostrou-se frustrado com o impacto do dinheiro e das políticas internas na competição.

Numa entrevista concedida ao Motorsport, o Iceman admitiu que vai ser bom estar fora.

"Muitas coisas aqui são falsas. Mentalmente, será muito bom estar fora desta treta toda por um tempo. Há muita coisa que não faz sentido, pelo menos na minha cabeça. Todo o tipo de parvoíces acontecem aqui. Todos sabemos disso, mas ninguém diz nada", revelou o finlandês

"O dinheiro mudou as coisas. Quanto mais está envolvido, mais politiquices há. É óbvio que o dinheiro e o poder têm um papel importante, e eu suponho que as pessoas queiram ter poder. Acredito que há muitas pessoas na Fórmula 1 que de certeza se safavam na política. Tem sido assim há muitos e muitos anos, só que talvez as pessoas se apercebam mais agora. Sei muitas coisas que acontecem, mas não me envolvo. Não acho que seja saudável", explicou.

Raikkonen reformou-se no final da última temporada, mais de 20 anos depois da sua estreia na prova rainha do automobilismo, batendo o recorde de maior número de Grande Prémios disputados, um total de 349.

Recordamos que o piloto finlandês chegou à F1 em 2001, pela porta da Sauber, foi vice-campeão em 2003 e 2005 com a McLaren e sagrou-se campeão em 2007 com a Ferrari, mas também passou pela Lotus e terminou a carreira ao serviço da Alfa Romeo.

A nova época arranca a 20 de Março, com o Grande Prémio do Bahrain, e o campeão em título Max Verstappen tem 15/8 odds de repetir o título mundial de pilotos.

Apostas em Fórmula 1

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies