Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Wimbledon
  1. Tênis

Quem são os favoritos a vencer em Wimbledon?

Novak Djokovic e Iga Swiatek lideram as cotações para vencer o terceiro Grand Slam do ano e continuarem suas excelentes campanhas em 2023.

O sérvio vem reinando supremo em Wimbledon na última década, conquistando seis títulos, incluindo os últimos quatro consecutivos, e é, sem dúvida, o jogador a ser batido este ano.

Com sete títulos na grama londrina, Djokovic está a um troféu de igualar o recorde de simples masculinos de todos os tempos, detido por seu adversário de longa data, Roger Federer.

Na chave feminina, a número um do mundo e campeã do Aberto da França, Iga Swiatek, é a favorita, para “roubar” o título que Elena Rybakina conquistou surpreendentemente há 12 meses, mas é preciso ter também em atenção a heroína do Aberto da Austrália, Aryna Sabalenka.

Vale notar que nenhuma tenista repetiu o título de simples em anos consecutivos em Wimbledon desde que a lendária Serena Williams o fez em 2016.

O quê: Aberto da Inglaterra (Wimbledon)
Onde: All England Club, Londres, Inglaterra
Quando: De segunda-feira 3 de julho até domingo 16 de julho
Como assistir: SporTV, ESPN e Star+
Cotações:

 Chave masculina: Novak Djokovic = 1,61 / Carlos Alcaraz = 4,33 / Daniil Medvedev = 17,00

 Chave feminina: Iga Swaitek = 4,00 / Aryna Sabalenka = 5,50 / Elena Rybakina = 5,50

Todos contra Djokovic

Apesar de ter 36 anos, Nole fez história no recente Aberto da França quando conquistou seu 23º Grand Slam da carreira, batendo o recorde de Rafael Nadal, que não estará presente em Londres.

Em busca do oitavo título de Wimbledon, o sérvio é favorito para conseguir sua quinta coroa consecutiva na grama do All England Club.

Todos os outros jogadores da chave vão tentar encontrar uma maneira de derrotar Djokovic, que não perde uma partida que tenha completado em Wimbledon, desde 2016, quando que foi derrotado por Sam Querrey na terceira rodada do torneio.

O número dois do mundo busca vencer os quatro Grand Slams da temporada, tendo já triunfado na Austrália e em Paris este ano.

Os outros favoritos na chave masculina

A nova geração de tenistas é encabeçada por Carlos Alcaraz, atual número um do mundo.

Seu estilo de jogo parece perfeito para o desafio que é o tênis em quadras de grama, e se espera que o espanhol supere o resultado do ano passado, quando caiu na quarta rodada frente a Jannik Sinner.

O italiano parece ser o jogador com mais chances de surpreender, com odds de 19,00 para ser coroado campeão de Wimbledon. Lembramos que no último ano, ele enfrentou Djokovic nas quartas de final e conseguiu mesmo vencer dois sets frente ao veterano.

Outro candidato forte nas apostas é Daniil Medvedev, mas, na verdade, há poucos motivos para sugerir que ele possa sair triunfante, já que o russo nunca passou da quarta rodada neste torneio.

O vice-campeão do ano passado, Nick Kyrgios, está cotado em 29,00, mas sua presença não está ainda confirmada devido a lesão.

Top3 das favoritas na chave feminina

Com o título feminino tendo sido conquistado por cinco jogadoras diferentes nas últimas cinco edições, as perspectivas da cazaque Rybakina manter o título parecem duvidosas, mesmo que ela esteja bem cotada.

Seu grande saque e golpes pesados são bem adequados para as quadras de grama e a confiança adicional de ter conquistado títulos em Indian Wells e no Aberto da Itália já este ano mostram que ela será novamente uma força a ter em conta.

Quem terá que ultrapassar um forte desafio em Wimbledon é a número um do mundo, Iga Swaitek. Ela já conquistou quatro Grand Slams, mas ainda não conseguiu dar o seu melhor na grama, caindo na terceira rodada em 2022.

Mesmo assim, seu indiscutível talento justifica seu favoritismo à frente de Rybakina e de Aryna Sabalenka.

Semifinalista em 2021, a bielorrussa não pode jogar em Wimbledon no ano passado e estará ansiosa para compensar esse fato. Com sua consistência e forte mentalidade, Sabalenka é sem dúvida uma candidata ao título.

Outras candidatas

Há muito tempo que a americana Coco Gauff é apontada como futura campeã de Grand Slam e com apenas 19 anos, ela tem odds de 15,00 para cravar essa conquista em Wimbledon.

Após ter chegado à final do ano passado, Ons Jabeur espera fazer ainda melhor (tem odds de 19,00), se valendo de seus golpes criativos para fazer frente às favoritas.

Quanto a Beatriz Haddad Maia, 13ª cabeça de chave, tem odds de apenas 51,00 para vencer o torneio, mas a brasileira, que foi semifinalista no Grand Slam de Paris, já mostrou ter talento para lutar ao mais alto nível.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.