Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Rogério Ceni (São Paulo)
  1. Futebol

Quando os goleiros se vestem de artilheiros

Ivan Provedel marcou o empate no confronto entre a Lazio e o Atlético de Madrid e colocou os holofotes na proeza dos goleiros, que se tornam heróis inesperados com seus gols.

O time de Madri deixou o Estádio Olímpico de Roma com um ponto que soube a pouco, após sofrer o gol de empate no último minuto da partida. O gol foi apontado pelo goleiro da Lazio, que marcou seu segundo tento da carreira e entrou para uma lista de fenômenos incomuns.

Os goleiros têm uma relação bem próxima com o gol, mas a emoção aumenta ainda mais quando são eles que balançam as redes adversárias, como é o caso de figuras ilustres do futebol, como Rogério Ceni, José Luis Chilavert e René Higuita, que marcaram dezenas de gols em suas respectivas carreiras.

Mesmo assim, devemos destacar os gols marcados em momentos-chave da partida e por goleiros que não estão acostumados a cobrar tiros livres diretos ou pênaltis. Essas situações sempre são uma curiosidade falada e atraem a atenção da mídia.

A lenda de Rogério Ceni

O goleiro brasileiro foi o maior artilheiro de sua posição, com um total de 131 gols durante sua carreira, um número incrível e totalmente impensável nos dias de hoje.

Ele passou sua carreira jogando pelo São Paulo, onde se tornou um especialista em converter cobranças de falta de quase qualquer lugar na linha da frente da área, acumulando gols.

Ceni alcançou essa incrível marca em 18 temporadas (entre 1997 e 2015), superando assim o paraguaio José Luis Chilavert, que tinha se aposentado como o maior goleiro artilheiro, com 62 gols.

O futebol europeu apresenta números muito inferiores, o que se deve essencialmente ao alto risco dessas ações e ao peso de suas consequências.

Ranking mundial de goleiros artilheiros

JogadorNúmero de gols
Rogério Ceni (Brasil-São Paulo)  131
José Luís Chilavert (Paraguai)  67 
Jorge Campos (México)  46 
Johnny Vegas Fernandéz (Peru)  45 
Márcio (Atlético Goianense)  43 
René Higuita (Colômbia)  41 
Hans-Jörg Butt (Alemanha)  32 
Fábio Rampi (Brasil-São José)
Misael Alfaro (El Salvador) 
 31 
Fernando Patterson (Costa Rica)
Dragan Pantelic (Jugoslávia)
 26 

Um gol que valeu um título continental

O Sevilla venceu a Liga Europa na temporada 2006/07, repetindo o título que havia conquistado na temporada anterior.

No entanto, essa conquista seria impossível sem o lendário gol de Andrés Palop contra o Shaktar Donetsk na segunda partida das quartas de final.

O goleiro valenciano cabeceou após um escanteio já nos acréscimos de tempo, para empatar o placar e forçar a prorrogação, que acabaria classificando o time de espanhol para a fase seguinte. Los Nervionenses respiraram de alívio e acabaram levantando o segundo troféu europeu de sua história.

Higuita leva o Nacional à final da Libertadores

René Higuita é um dos goleiros mais carismáticos do esporte, devido às suas defesas extraordinárias, mas também à sua capacidade de marcar gols.

Sua cobrança de falta nas semifinais da Copa Libertadores 1995 não deixou ninguém indiferente, pois pendeu o placar a favor do Atlético Nacional. Com o empate no agregado, a decisão de quem chegava à final ficou para os pênaltis e o goleiro ainda somou mais um tento.

No entanto, a sua equipe não conseguiu conquistar o título e a glória acabou por ficar com o Grêmio, que venceu por 4-2 no agregado, e os colombianos tiveram de esperar duas décadas mais para levantar seu segundo troféu na competição continental.

Maior goleiro artilheiro em atividade no Brasil

Esse título pertence a Fábio Rampi, do São José, que vem colecionando gols em cobranças de pênalti e é o maior artilheiro da posição em atividade no Brasil, com um total de 31 gols.

Além disso, o atleta figura em terceiro lugar no ranking entre os principais goleiros artilheiros do futebol brasileiro, e oitavo do mundo.

Goleiros brasileiros em atividade com mais gols

·       Fábio Rampi (São José) - 31 gols

·       Wilson (Figueirense) - 19 gols

·       Jean (atualmente no Cerro Porteño-PAR) - 6 gols

·       Zé Carlos (São Bento-SP) - 4 gols

·       Diogo Silva (CRB) - 4 gols

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.