Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
tênis
  1. Tênis

Aberto da Austrália: decisão entre Sinner e Medvedev

Uma análise diária aos encontros mais importantes das chaves de simples do Aberto da Austrália.

Dia 1Dia 2Dia 3Dia 4Dia 5Dia 6Dia 7Dia 8
Dia 9Dia 10Dia 11Dia 12Dia 13Dia 14Dia 15 

Prévia dia 15

Final de simples masculinos
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Jannik Sinner (4) vs. Daniil Medvedev (3)05h30Rod Laver Arena

Se passaram catorze dias desde o início do Aberto da Austrália e resta apenas saber quem vai levantar o cobiçado troféu de simples masculinos - Jannik Sinner ou Daniil Medvedev? 

Os dois tenistas demonstraram um nível excepcional nas duas semanas do torneio e vão lutar para fazer história neste domingo.

Esta será a décima vez que eles se enfrentam no circuito, com o russo levando a melhor nos primeiros seis confrontos, e o italiano vencendo os três mais recentes.

O quê: Jannik Sinner vs. Daniil Medvedev
Onde: Rod Laver Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: Domingo, 28 de janeiro de 2024, a partir das 05h30 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Jannik Sinner = 1,36 / Daniil Medvedev = 3,25

Como Sinner chegou à final?

O número quatro do mundo chega a esta final depois de conseguir algo que parecia impensável: derrotar o atual campeão Novak Djokovic. 

Foi o grande teste para confirmar se o italiano estava pronto para alcançar seu primeiro Grand Slam e ele mostrou que está mais do que pronto. De fato, nessa partida, ele perdeu seu primeiro set em todo o torneio, o que reflete o excelente nível que ele demonstrou em solo australiano.

Sinner teve uma campanha empolgante nas primeiras rodadas, eliminando Botic Van De Zandschlup, Jesper de Jong e Sebastian Baez - os dois últimos em menos de duas horas.

O primeiro grande teste foi contra Karen Khachanov, que ele também derrotou em três sets.

Nas quartas de final, ele enfrentou Andrei Rublev, que não teve grande chance de deter o ciclone italiano.

Nas semifinais, Sinner deu o passo final, superando Djokovic de forma brilhante, confirmando neste início de temporada a excelente evolução de seu jogo, a que tínhamos assistido na última parte de 2023.

Como Medvedev chegou à final?

A corrida de Daniil até a decisão foi tudo menos fácil. Sua estreia terminou antes do esperado devido a uma lesão de seu adversário, Terence Atmane. No entanto, na segunda rodada, Emil Ruusuvuori levou o russo ao quinto set em uma partida que durou 4h23. 

Se seguiram dois duelos mais acessíveis, que Medvedev resolveu rapidamente, primeiro contra Félix Auger-Aliassime por 3 sets a 0, e depois contra o português Nuno Borges, frente ao qual perdeu um set, nas oitavas de final.

Já nas quartas de final, Hubert Hurkacz não facilitou a vida ao russo, obrigando a mais uma decisão no quinto set. 

Podemos dizer que Medvedev é um tenista que nunca desiste e ele provou isso nas semifinais contra Alexander Zverev. O alemão venceu os dois primeiros sets e tudo se encaminhava para uma vitória de Shasha, mas o russo não baixou os braços. Na reação, ele conseguiu forçar um tie-break, onde sacou brilhantemente para levar o encontro ao quarto set, que venceu de novo na morte súbita, para igualar o placar.

Medvedev estava conseguindo o impossível, e no derradeiro set ele quebrou o saque de Zverev no quinto game para ganhar vantagem e vencer a partida em muito graças ao nível incontestavelmente alto de seu saque. 

A campanha menos desgastante de Sinner lhe confere favoritismo, mas o russo tem a vantagem de já ter jogado cinco finais de Grand Slam e ter conseguido vencer uma delas (US Open 2021), algo que é um território desconhecido para seu adversário.

Prévia Dia 14

Final na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Qinwen Zheng x Aryna Sabalenka05h30Rod Laver Arena

Para a final do Aberto da Austrália em simples femininos, se cumpriu uma previsão com a presença de Aryna Sabalenka, campeã em título e finalista do Aberto dos Estados Unidos. 

Porém, a eliminação de Iga Swiatek na terceira rodada por Linda Nosková deixou em aberto várias possibilidades nessa metade da chave, com a honra a cair na tenista chinesa Qinwen Zheng, que, com 21 anos, nunca tinha passado das quartas de final de um Grand Slam.

Esta duas atletas se encontraram apenas uma vez antes, precisamente nas quartas do aberto dos Estados Unidos de 2023, onde Zheng chegou após eliminar Ons Jabeur. Porém, a chinesa pouco conseguiu fazer para travar a sua poderosa rival. Sabalenka não tinha perdido mais de três games em nenhum dos sets que disputou até essas quartas e acabou vencendo por 6-1 e 6-4.

Como chega Qinwen Zheng?

A jovem chinesa não para de progredir e a sua presença na final de Melbourne é a confirmação de que a sua trajetória continua em direção ascendente. Há dois anos, estreou em um Grand Slam e entrou pela primeira vez no top 100 mundial, cinco meses depois chegou ao top 50, em setembro de 2022 chegou à sua primeira final da WTA. Em maio de 2023, passou a barreira do top 20 e em julho venceu o seu primeiro troféu. Passados dois meses, chega às quartas do Aberto dos Estados Unidos e, em outubro, vence o WTA 500 de Zhengzhou antes de perder a final do WTA Elite Trophy.

Agora, com a presença na final do Major australiano, garante no mínimo o sétimo lugar do ranking mundial. Mas Zheng teve um caminho acessível porque ainda não defrontou nenhum tenista colocada no top 50.

Começou com uma vitória em três sets contra a americana Ashlyn Krueger (76 mundial), se seguindo a britânica Katie Boulter (54) que venceu com um duplo 6-3. Na terceira rodada, enfrentou a sua compatriota Wang Yafan (94) e na quarta derrotou a francesa Océane Dodin (95).

Nas quartas de final, evitou Elena Rybakina, mas teve que vencer de virada contra a russa Anna Kalinskaya (75), chegando depois às semifinais contra a ucraniana Dayana Yastremska (93), vencendo com um duplo 6-4.

Como chega Aryna Sabalenka?

Tal como fez no ano passado, Sabalenka chegou na final do Aberto da Austrália sem perder qualquer set. Ela começou contra duas rivais provenientes das qualificatórias, a alemã Ella Seidel (6-0 e 6-1) e a tcheca Brenda Fruhvirtová (6-3 e 6-2). Na terceira rodada enfrentou a ucraniana Lesia Tsurenko, vencendo com um duplo 6-0, seguindo para a quarta rodada contra a americana Amanda Anisimova (6-3 e 6-2).

Nas quartas de final, Sabalenka eliminou outra tcheca, Barbora Krejciková, por 6-2 e 6-3, passando às semifinais, onde iria defrontar a americana Coco Gauff, que a tinha derrotado no Aberto dos Estados Unidos em 2023. Porém, desta vez, a número um mundial esteve melhor e venceu por 7-6(2) e 6-4.

Olhando para esses resultados e tomando em conta que desde o final de agosto do ano passado venceu as 18 partidas contra rivais fora do top 10, incluindo a própria Zheng em Nova Iorque, a tenista bielorrussa estará certamente optimista.

Sabalenka tem uma cotação de 1,16 para vencer e Zheng tem 5,50

Prévia Dia 13

Destaques das partidas das semifinais na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Novak Djokovic x Jannik Sinner00h30Rod Laver Arena
Daniil Medvedev x Alexander Zverev05h30Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Esta sexta-feira vão se disputar as duas semifinais da chave masculina do Aberto da Austrália. As duas partidas serão de alto nível, com quatro tenistas entre os seis maiores cabeças de chave. Novak Djokovic será certamente o homem a bater, com Jannik Sinner a ser o primeiro ter essa missão esta sexta-feira.

Momento da verdade para Sinner

A primeira semifinal da chave masculina é quase uma final antecipada. Mas também é certo que o vencedor terá um rival complicado na final de domingo, mas os dois tenistas em melhor forma vão se defrontar na semifinal.

De um lado estará Djokovic que continua com um registro top na Rod Laver Arena, onde não perde desde 2018, com 10 títulos conquistados, incluindo os últimos quatro em que pode disputar.

Do outro lado, estará um Sinner que ainda não perdeu um único set. Com um percurso perfeito até ao momento, confirma que pode ser um dos grandes tenistas mundiais nos próximos anos.

Djokovic tem a cotação de 1,50 para vencer e Sinner tem 2,62

Medvedev e Zverev querem ganhar a sua oportunidade

A segunda semifinal em Melbourne terá Daniil Medvedev contra Alexander Zverev, dois tenistas em grande forma, que sonham com o seu primeiro título no Aberto da Austrália.

O russo quer voltar à final em Melbourne, após o ter conseguido em 2021 e 2022, que seria a sua sexta em Grand Slams. Medvedev tem alguma vantagem, não só pela sua experiência nesta fase em grandes torneios, mas também no confronto direto, onde está melhor que o alemão 11 a 7.

Porém, Zverev está a jogar melhor do que nunca. O seu saque é muito difícil de parar, e ele eliminou Carlos Alcaraz e Cameron Norrie para chegar a esta fase. Ele tem mais horas na quadra que o seu rival e só chegou a uma final de um Grand Slam na sua carreira. Ele não deixará, certamente, de ver esta como uma grande oportunidade de conquistar um título que ainda não tem.

Medvedev tem a cotação de 1,66 para vencer e Zverev tem 2,20

Prévia Dia 12

O Australian Open 2024 entra em sua reta final com as semifinais femininas.

As duas favoritas ao título se enfrentam em um dos confrontos, enquanto no outro temos a presença da surpreendente Dayana Yastremska, única tenista não cabeça de chave nesta fase do torneio.

A ucraniana veio do quali para lutar por um lugar na final onde vai enfrentar Zheng Qinwen, que também sonha com a glória.

Semifinais na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Coco Gauff (4) vs. Aryna Sabalenka (2)05h30Rod Laver Arena
Dayana Yastremska vs. Zheng Qinwen (12)06h45Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Uma final antecipada

O quê: Coco Gauff vs. Aryna Sabalenka
Onde: Rod Laver Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: Quinta-feira, 25 de janeiro de 2024, a partir das 05h30 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Coco Gauff = 2,75 / Aryna Sabalenka = 1,44

Coco Gauff chegou a Melbourne como a quarta cabeça de chave e correspondeu às expectativas, superando confortavelmente todas as suas cinco partidas para chegar às semifinais. No entanto, a norte-americana não enfrentou nenhuma adversária de alto nível, e terá agora seu primeiro grande teste da temporada.

Esse é o terceiro melhor resultado da jovem em um Grand Slam, depois de chegar à final no Aberto da França de 2022 e conquistar o título no Aberto dos Estados Unidos de 2023. Vale notar tambem que ela perdeu apenas um set em suas cinco partidas, o que mostra uma consistência impressionante.

A má notícia para Gauff é que ela vai enfrentar a atual campeã, Aryna Sabalenka, que chega como favorita para repetir o título. A bielorrussa e a americana já se enfrentaram em seis ocasiões, com a americana levando a melhor em quatro ocasiões.

O último confronto entre as duas foi justamente na final do US Open, onde Gauff se consagrou como a grande promessa da casa. Sua experiência é inferior à de Sabalenka, mas ela já demonstrou que tem capacidade de se impôr a qualquer adversária do circuito.

Duelo de surpresas

O quê: Dayana Yastremska vs. Zheng Qinwen
Onde: Rod Laver Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: Quinta-feira, 25 de janeiro de 2024 a partir das 06h45 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Dayana Yastremska = 2,75 / Zheng Qinwen = 1,44

A outra semifinal oferece um cenário bem oposto com Dayana Yastremska e Zheng Qinwen em duelo inédito.

As duas tenistas fizeram um torneio espetacular e superaram todas as expectativas para chegar nessa fase.

A ucraniana vem do quali, portanto, superou oito partidas, deixando pelo caminho adversárias de peso como Markéta Vondousová ou Victoria Azarenka. É a primeira vez desde 1978, que alguém consegue esse feito, e o desgaste físico pode pesar na tenista de 23 anos.

Já a chinesa, que levantou apenas dois troféus no ano anterior, tem aqui sua grande chance de se recuperar. 

No entanto, a pressão está sobre ela, já que, com os resultados na quadra australiana, subiu para a décima posição do ranking da WTA, bem acima de sua adversária que está agora em 29º, depois de começar o torneio lutando para ficar entre as 100 melhores jogadoras do circuito.

Prévia Dia 11

Destaques das partidas das quartas de final na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Hubert Hurkakz x Daniil Medvedev23h30Rod Laver Arena
Alexander Zverev x Carlos Alcaraz06h30Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas das quartas de final na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Linda Nosková x Dayana Yastremska22h00Rod Laver Arena
Anna Kalinskaya x Qinwen Zheng05h15Rod Laver Arena

*Horário aproximado

As quartas de final do Aberto da Austrália vão terminar esta quarta-feira, após uma terça-feira sem surpresas, onde Novak Djokovic, Jannik Sinner, Aryna Sabalenka e Coco Gauff se qualificaram para as semifinais. Para a segunda metade das quartas, destacamos o encontro entre Carlos Alcaraz e Alexander Zverev.

Zverev um rival complicado

Alcaraz e Zverev estarão os dois ao mesmo tempo, otimistas e cautelosos. Estes dois tenistas se defrontaram sete vezes antes, com o alemão vencendo quatro delas, mas o espanhol venceu dois dos três encontros entre eles no ano passado, apesar de ter perdido o mais recente.

Zverev defrontou Alcaraz nesta mesma fase, mas no Aberto da França em 2022 e venceu, mas no ano seguinte o espanhol se vingou no saibro do Masters de Madri e também nas quartas, mas do Aberto dos Estados Unidos. Dois meses mais tarde, voltaram a se encontrar, na fase de grupos do ATP Finals, com vitória para o alemão.

Um fato que pode ser decisivo para esta partida é o desgaste dos dois atletas. Alcaraz chegou nas quartas de final de forma mais descansada, perdendo apenas um set e esteve na quadra oito horas e 43 minutos no total, enquanto Zverev teve que disputar cinco sets em dois dos seus quatro encontros, e soma 13 horas e 47 minutos de competição no total, em Melbourne.

Alcaraz tem uma cotação de 1,20 para vencer e Zverev tem 4,50

Medvedev e Hurkacz também procuram as semifinais

Ser um especialista no saque e vencer o Masters 1000 de Miami e Xangai, é surpreendente que Hubert Hurkacz nunca tenha passada da quarta rodada nos Grand Slams de superfície dura até ao momento.

O polonês de 26 anos teve um caminho acessível na atual edição do Aberto da Austrália, isso mesmo tendo que vencer de virada contra Jakub Mesik na segunda rodada, vencendo em cinco sets. Agora, terá um desafio bem complicado contra Daniil Medvedev.

O russo de 27 anos passou às quartas de final em seis dos últimos nove Grand Slams em que participou em superfície dura e chegou à final em cinco deles. Contra Hurkacz perdeu os dois últimos encontros, os dois em 2022.

Medvedev tem uma cotação de 1,40 para vencer e Hurkacz tem 3,00

Semifinal inesperada

A primeira semifinal da chave feminina é a que mais se esperava, com Aryna Sabalenka e Coco Gauff como protagonistas. Mas na outra metade ninguém certamente imaginava que estivessem nas quartas as tenistas número 15, 50, 75 e 93 do ranking mundial.

A chinesa Qinwen Zheng é a surpresa menor. Ela já tinha chegado nas quartas do Aberto dos Estados Unidos do ano passado e, com apenas 21 anos, ambiciona dar mais um passo em frente, ainda que tenha de defrontar uma rival com quem já perdeu há dois anos em Guadalajara.

A adversária de Zheng é a russa de 25 anos Anna Kalinskaya, que nunca tinha antes passado da segunda rodada de um Grand Slam. Neste torneio perdeu apenas um set nos seus quatro encontros, e o que perdeu foi contra a forte Sloane Stephens na terceira rodada.

Zheng tem uma cotação de 1,53 para vencer e Kalinskaya tem 2,50

Também muito interessante será o encontro entre Linda Nosková e Dayana Yastremska. A tcheca de 19 anos, que se estreia em Melbourne, surpreendeu ao eliminar Iga Swiatek e foi favorecida pelo abandono de Elina Svitolina. Yastremska chegou à chave principal proveniente da fase qualificatória e surpreendeu com as suas vitórias em dois sets contra adversárias da categoria de Marketa Vondrousová e Victoria Azarenka.

Nosková tem uma cotação de 1,53 para vencer e Yastremska tem 2,50

Prévia Dia 10

Destaques das partidas das quartas de final na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Novak Djokovic x Taylor Fritz00h30Rod Laver Arena
Jannik Sinner x Andrey Rublev06h15Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas das quartas de final na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Marta Kostyuk x Coco gauff23h00Rod Laver Arena
Barbora Krejcíková x Aryna Sabalenka05h00Rod Laver Arena

*Horário aproximado

As quartas de final do Aberto da Austrália começam nesta terça-feira, tanto na chave masculina como na feminina, com uma rodada em que Coco Gauff, Novak Djokovic, Aryna Sabalenka e Jannik Sinner vão tentar se manter na briga pelo título.

Gauff é favorita

Coco Gauff chegou às quartas de final sem perder um único set e perdendo somente 16 games em todos os seus encontros. A jovem americana, campeã do Aberto dos Estados Unidos, teve sorte no sorteio pois ainda não enfrentou uma tenista que fosse uma verdadeira ameça e, teoricamente, o mesmo deverá acontecer contra Marta Kostyuk.

Esta é a primeira vez que a ucraniana de 21 anos está nas quartas de um Grand Slam. Nas três primeiras rodadas, precisou de três sets para vencer, mas no sábado se qualificou com 6-2 e 6-1, contra a russa Maria Timofeeva.

Gauff tem uma cotação de 1,11 para vencer e Kostyuk tem 6,50.

Novo desafio para Djokovic

Djokovic está cada vez melhor no torneio de Melbourne e no domingo demonstrou que já se encontra ao seu melhor nível, ao vencer Adrian Mannarino por 6-0, 6-0 e 6-3. O sérvio está a três vitórias de mais um título de um Major e está certamente otimista para a partida desta terça-feira.

Esta será a nona vez que confronta Taylor Fritz, tendo vencido todas as anteriores. A última foi também nas quartas de final, mas do Aberto dos Estados Unidos, com Djokovic a vencer de 6-1, 6-4 e 6-4. Fritz eliminou Stefanos Tsitsipas para chegar a esta fase.

Djokovic tem uma cotação de 1,10 para vencer e Fritz tem 7,00.

Duas campeãs na quadra

A atual campeã do Aberto da Austrália vai defrontar nesta terça-feira a campeã do Aberto da França de 2021. Porém, Barbora Krejcíková não mais conseguiu passar das quartas de um Grand Slam desde a sua conquista em Paris, enquanto Sabalenka chegou pelo menos nas semifinais dos seus últimos cinco Majors.

Mais ainda, a bielorrussa venceu contra Krejcíková em cinco dos seis encontros anteriores entre as duas, incluindo três dos quatro que disputaram no ano passado, com a exceção a ser nas quartas do Dubai.

Sabalenka tem uma cotação de 1,14 para vencer e Krejcíková tem 5,50.

Rublev com novo rival complicado

Andrey Rublev chegou pela primeira vez nas quartas de final de um Grand Slam no Aberto dos Estados Unidos em 2017, com 19 anos. Esta terça-feira será a sua 10.ª vez nessa fase de um Major, mas nunca conseguiu passar às semifinais. Em Melbourne vai ser complicado se qualificar porque terá pela frente um Sinner muito forte.

O italiano terminou 2023 em alta, liderando a Itália na conquista da Copa Davis, vencendo Novak Djokovic, contra quem tinha perdido pouco antes na final do ATP Finals. Em Melbourne, está jogando muito e ainda não perdeu um único set. Sinner venceu quatro dos seis encontros que já disputou com Rublev, dois deles no ano passado.

Sinner tem uma cotação de 1,22 para vencer e Rublev tem 4,33.

Prévia Dia 9

Destaques das partidas da 4ª rodada na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Nuno Borges x Daniil Medvedev23h30*Rod Laver Arena
Arthur Cazaux x Hubert Hurkacz01h00*John Cain Arena
Alexander Zverev x Cameron Norrie02h00*Margaret Court Arena
Miomir Kecmanovic x Carlos Alcaraz05h00*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas da 4ª rodada na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Victoria Azarenka x Dayana Yastremska22h00*Rod Laver Arena
Linda Nosková x Elina Svitolina23h30*Margaret Cour Arena
Jasmine Paolini x Anna Kalinskaya03h00*John Cain Arena
Qinwen Zheng x Océan Dodin07h00*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Carlos Alcaraz passou pela primeira vez às oitavas de final do Aberto da Austrália e esta segunda-feira vai defrontar Miomir Kecmanovic. O tenista sérvio está em um bom momento de forma e eliminou Tommy Paul na terceira rodada.

No nono dia de competição, estarão nas quadras outros nomes como o português Nuno Borges, Alexander Zverev, Hubert Hurkacz e Daniil Medvedev.

No quadro feminino os nomes são menos conhecidos. A tenista de maior ranking WTA será a número 15, Qinwen Zheng, que vai defrontar Océan Dodin, número 95 mundial. Este ano, o quadro feminino tem surpreendido muito, isso porque sobram apenas quatro tenistas do top 20.

Entre as melhores do momento está a veterana Victoria Azarenka, que com 34 anos está muito perto de ficar entre as oito primeiras do torneio. Para o conseguir, terá que eliminar a ucraniana Dayana Yastremska. Por último, destacamos a partida entre Linda Nosková, que eliminou Iga Swiatek, e Elina Svitolina.

Alcaraz concentrado em Kecmanovic

Alcaraz tem o claro objetivo de continuar a evoluir no torneio de Melbourne e para isso terá que vencer contra Kecmanovic. O espanhol venceu na rodada anterior o chinês Junchen Shang, que abandonou a partida no início do terceiro set, com os dois tenistas a disputarem apenas 66 minutos do encontro, o que deixa Alcaraz com um desgaste muito menos do que esperado.

O mesmo não pode dizer Kecmanovic. O sérvio de 24 anos teve que disputar cinco sets e demorou mais de quatro horas para eliminar Paul. Esse esforço extra pode ser um fator importante na partida de segunda-feira.

Estes dois atletas se defrontaram apenas uma vez antes, nas quartas de final do Masters 1000 de Miami. O espanhol venceu, mas só o conseguiu no tie-break do terceiro set. Esse resultado mostra que houve um grande equilíbrio entre os dois.

O vencedor desse encontro irá defrontar o vencedor do encontro entre Alexander Zverev e Cameron Norrie. O alemão é, teoricamente, favorito, mas Norrie chegou a esta fase após eliminar Casper Ruud.

Alcaraz tem uma cotação de 1,04 para vencer e Kecmanovic tem 13,00

Daniil Medvedev

Medvedev quer evitar surpresas

O tenista russo é um dos sérios candidatos a chegar à final do Aberto da Austrália e tem tudo para vencer contra o português Nuno Borges, isso mesmo sabendo que o Luso é uma das surpresas desse evento, em especial ao eliminar Grigor Dimitrov. Borges venceu de 3 a 1, de virada contra o tenista búlgaro que era o cabeça de chave número 13.

Medvedev também teve que vencer de virada contra Emil Ruusuvuori na segunda rodada, mas no sábado venceu contra Félix Auger-Aliassime de 3 a 0. O cabeça de chave número três está melhorando com o decorrer do torneio e é favorito contra o número 69, esta segunda-feira.

Medvedev tem uma cotação de 1,03 para vencer e Borges tem 15,00

Prévia do Dia 8: Djokovic e Sabalenka de olho nas quartas 

Chegamos ao último dia da primeira semana do Aberto da Austrália de 2024, com as oitavas de final previstas começando e as coisas ficando mais difíceis para os favoritos ao título, Novak Djokovic e Aryna Sabalenka.

Jannik Sinner, que está sendo muito confiável sem fazer muito barulho, e Stéfanos Tsitsipás também retornam à quadra, enquanto na chave feminina, teremos Coco Gauff e Barbora Krecjikova lutando por vagas nas quartas de final.

Chave Masculina

Destaques das partidas da 4ª rodada na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Novak Djokovic (1) vs. Adrian Mannarino (19)23h30Rod Laver Arena
Taylor Fritz (12) vs. Stéfanos Tsitsipás (7)23h30John Cain Arena
Jannik Sinner (4) vs. Karen Khachanov (15)02h00Margaret Court Arena
Alex de Miñaur (10) vs. Andrei Rublev (5)05h00Rod Laver Arena

*Horário aproximado

As primeiras horas da manhã em Melbourne assistirão a quatro partidas de altíssimo nível, mas os holofotes estarão voltados para os jogo de Djokovic e de Sinner, dois dos grandes favoritos ao título nesta edição do Australian Open.

Dos quatro duelos das oitavas, em teoria o mais acessível é o do número um do mundo contra Adrian Mannarino, que é o tenista de menor ranking dos oito. No entanto, o francês está apresentando o melhor tênis de sua carreira aos 35 anos e chega a esse confronto depois de vencer Ben Shelton em cinco sets.

Vale a pena mencionar que todas as suas partidas foram para o quinto set, um fato que pode estar contra ele devido ao esforço físico que tem feito.

Por sua vez, Djokovic está se fortalecendo cada vez mais em solo australiano. Ele deixou algumas dúvidas contra Prizmic em sua estreia e contra Popyrin na segunda rodada, mas seu grande nível contra o argentino Etcheverry acabou com todas as dúvidas sobre seu desempenho e o sérvio chega a essa disputa como o grande favorito.

Enquanto isso, Sinner, que não perdeu um único set nas três primeiras partidas que disputou, enfrenta um adversário bem difícil, já que Karen Khachanov é habitual nos grandes torneios e pode usar essa experiência para dificultar as coisas para o italiano. 

Os dois duelos restantes são outras grandes partidas. Por um lado, temos um confronto muito interessante entre Alex de Miñaur e Andrei Rublev, dois jogadores que aspiram a ser a sensação do torneio. Por outro lado, Tsitispas, finalista da última edição, enfrentará o sempre combativo Taylor Fritz. 

Chave Feminina

Destaques das partidas da 4ª rodada na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Magdalena Frech vs. Coco Gauff (4)22h00Rod Laver Arena
Amanda Anisimova vs. Aryna Sabalenka (2)23h00Margaret Court Arena
Marta Kostyuk vs. Maria Timonfeeva23h00Kia Arena
Mirra Andreeva vs. Barbora Krejcikova (11)01h30John Cain Arena

*Horário aproximado

Sabalenka é favorita a repetir o título, após suas três primeiras exibições, nas quais perdeu apenas cinco jogos e poucas serão capazes de detê-la se mantiver sua forma. 

Suas duas principais adversárias nessa briga, Elena Rybakina e Iga Swiatek, já caíram, o que a torna ainda mais candidata a chegar à final. No entanto, ela não deve ter excesso de confiança, pois a próxima a entrar em seu caminho é uma das revelações da primeira semana: Amanda Anisimova.

A americana, que derrotou Paula Badosa na terceira rodada e Samsonova na primeira, está em 442º lugar no ranking da WTA e ninguém esperava que ela chegasse a essa fase do torneio, mas ela está aqui para tentar parar a grande favorita. 

Outra das grandes candidatas a chegar à final, Coco Gauff, enfrenta a polonesa Magdalena Frech, que deixou Caroline Garcia pelo caminho.

O terceiro jogo opõe Maria Timofeeva e Marta Kostyuk, num encontro sem cabeças de chave.

A ação termina com a jovem Mirra Andreeva, de apenas 16 anos, enfrentando Barbora Krejcikova para tentar chegar às quartas de final.

Prévia Dia 7

Destaques das partidas da 3ª rodada na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Juncheng Shang x Carlos Alcaraz23h15*Rod Laver Arena
Ugo Humbert x Hubert Hurkacz23h30*John Cain Arena
Grigor Dimitrov x Nuno Borges01h30*Show Court Arena
Cameron Norrie x Casper Ruud03h00*John Cain Arena
Félix Auger-Aliassime x Daniil Medevdev05h00*Margaret Court Arena
Alexander Zverev x Alex Michelsen06h15*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas da 3ª rodada na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Emma Navarro x Dayana Yastremska21h00John Cain Arena
Anna Kalinskaya x Sloane Stephens21h00Show Cour Arena
Qinwen Zheng x Wang Yafan22h00*Rod Laver Arena
Jelena Ostapenko x Victoria Azarenka00h00*Margaret Court Arena
Iga Swiatek x Linda Nosková05h00*Rod Laver Arena
Elina Svitolina x Viktorija Golubic07h00*Margaret Court Arena

*Horário aproximado

Este sábado se completa a terceira rodada do Aberto da Austrália, com um dos grandes candidatos ao título em simples masculinos, Carlos Alcaraz, a defrontar Juncheng Shang. 

Também interessante será o duelo entre Daniil Medvedev e Félix Auger-Aliassime, revivendo as semifinais do Aberto dos Estados Unidos de 2021 e as quartas de final também em Melbourne em 2022, com o russo a vencer os dois.

Iga Swiatek não deverá ter problemas no seu encontro com a jovem Linda Nosková, número 50 do ranking WTA com apenas 19 anos. Assim, o duelo mais interessante do dia em simples femininos deverá ser entre Jelena Ostapenko e Victoria Azarenka.

Alcaraz não pode vacilar

Apesar de ter apenas 20 anos, Carlos Alcaraz já vai deixando de ser o tenista mais novo nas quadras. A prova disso mesmo está no seu encontro deste sábado contra Juncheng Shang, que com 18 anos é já uma das grandes promessas do tênis chinês.

Shang é apenas o número 140 mundial, mas já vai mostrando o seu potencial. Antes de chegar em Melbourne, ele disputou o ATP 250 de Hong Kong, onde chegou às semifinais, ao eliminar Frances Tiafoe. Na semifinal obrigou Andrey Rublev a brigar duro para vencer de virada.

Na sua estreia no Aberto da Austrália chegou já à terceira ronda, vencendo Mackenzie McDonald em cinco sets e Sumit Nagal em quatro.

Alcaraz tem uma cotação de 1,03 para vencer, enquanto Shang tem 15,00

Duas campeãs que querem voltar ao topo

Jelena Ostapenko conquistou o Aberto da França em 2017, ao mesmo tempo que completava 20 anos, mas desde então não voltou a mostrar o nível de tênis que a levou a alcançar esse feito. Em 2023 conseguiu chegar às quartas de final em Melbourne e no Aberto dos Estados Unidos, isso quando não conseguiu chegar tão longe desde 2018. Na semana passada ela terminou a sua preparação para o primeiro Grand Slam do ano vencendo o WTA 500 de Adelaide.

Agora, ela terá um desafio bem complicado contra Victoria Azarenka, contra quem perdeu nas quartas do WTA 500 de Brisbane no início do mês. A veterana bielorrussa tem melhorado gradualmente em burca do seu melhor nível, como demonstrou no ano passado ao chegas às semifinais deste mesmo evento.

Ostapenko tem uma cotação de 1,72 para vencer, enquanto Shang tem 2,10

Prévia do Dia 6

Começa a parte difícil para os favoritos Novak Djokovic e Jannik Sinner, que vão enfrentar outros dois cabeças de chave nesta terceira rodada. Na chave feminina, é um dia de emoções fortes, com a atual campeã Aryna Sabalenka lutando para continuar em defesa de seu título, enquanto Beatriz Haddad Maia pode se tornar a única tenista brasileira, entre homens e mulheres, a chegar na fase seguinte do Grand Slam australiano.

Chave Masculina

Destaques das partidas da 3ª rodada (18 e 19 de janeiro) na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Jannik Sinner (4) vs. Sebastián Báez (26)22h00Margaret Court Arena
Taylor Fritz (12) vs. Fabián Marozsán23h15*Melbourne Arena
Luca Van Assche vs. Stéfanos Tsitsipás (7)23h45*Rod Laver Arena
Novak Djokovic (1) vs. Tomás Martín Etcheverry (30)06h00*Rod Laver Arena
Álex de Miñaur (10) vs. Flavio Cobolli06h00*Melbourne Arena
Sebastian Korda (29) vs. Andrey Rublev (5)08h00*Margaret Court Arena

*Horário aproximado

A terceira rodada do Aberto da Austrália começa na noite desta quinta-feira no Brasil, com Jannik Sinner enfrentanto o argentino Sebastián Báez.

Mais tarde, na Rod Laver Arena Stefanos Tsitsipas quer vencer Luca Van Assche para continuar sua campanha e tentar repetir a final que alcançou em 2023.

Mas o destaque do dia na chave masculina é o confronto entre o número um do mundo e o argentino Tomás Martín Etcheverry, cabeça de chave 30 do torneio.

Djokovic continuará sofrendo?

O quê: Novak Djokovic vs. Tomás Martín Etcheverry, 3ª rodada
Onde: Rod Laver Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: sexta-feira, 19 de janeiro de 2024, a partir das 06h00 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Novak Djokovic = 1,05 / Tomas Martin Etcheverry = 11,00

Djokovic não tem estado no seu melhor, perdendo um set em cada uma de suas duas partidas até agora no Australian Open 2024, contra o jovem qualifier croata Dino Prizmic e o herói da casa Alexei Popyrin.

Agora, com o nível de seu adversário aumentando, parece que a partida pode seguir uma linha semelhante, com o argentino tendo odds de 2,20 para vencer um set e complicar a vida ao atual campeão.

No entanto, o sérvio, que está buscando um recorde de 11º título masculino em Melbourne, tende a melhorar à medida que a competição progride e nunca pode ser menosprezado.

Além disso, tem vantagem no retrospecto, vencendo os dois duelos anteriores contra Etcheverry, nos Masters 1000 de Roma e Paris do ano passado.

Chave Feminina

Destaques das partidas da 3ª rodada (18 e 19 de janeiro) na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Lesia Tsurenko (28) vs. Aryna Sabalenka (2)22h00Rod Laver Arena
Alycia Parks vs. Cori Gauff (4)00h30*Margaret Court Arena
Maria Timofeeva vs. Beatriz Haddad Maia (10)06h00*Margaret Court Arena
Storm Sanders vs. Barbora Krejcikova (9)08h00*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

A atual campeã Aryna Sabalenka regressa à quadra para enfrentar a cabeça de chave 28, Lesia Tsurenko, abrindo assim a programação da Rod Laver Arena para o dia, que fecha com a tcheca Barbora Krejcikova enfrentando a jogadora da casa Storm Hunter.

Outro duelo importante opõe duas norte-americanas: Alycia Parks contra a jovem Coco Gauff, que é uma das favoritas ao título, e que além de ter vencido o WTA de Auckland na preparação para este torneio, perdeu apenas um set em todas as sete partidas que disputou em 2024, vencendo em sets diretos os dois confrontos deste Grand Slam.

No entanto, para os brasileiros, o grande destaque vai para o duelo de Bia com a jovem Maria Timofeeva, na manhã desta sexta-feira.

A número 1 do Brasil, já tem sua melhor campanha da carreira no Australian Open, mas quer chegar ainda mais longe e marcar presença nas oitavas de final. Para isso tem de superar a russa, que veio do quali, em duelo inédito entre ambas.

Bia pode marcar sua autoridade

O quê: Maria Timofeeva vs. Beatriz Haddad Maia, 3ª rodada
Onde: Margaret Court Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: sexta-feira, 19 de janeiro de 2024, a partir das 05h00 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Maria Timofeeva = 4,00 / Beatriz Haddad Maia = 1,25

Beatriz Haddad Maia chegou à sua primeira semifinal de Grand Slam no Aberto da França da última temporada e espera ter outra grande chance em Melbourne. 

Até agora, tudo bem para a canhota paulistana, que não se intimidou em seu confronto com Alina Korneeva na segunda rodada, triunfando por 6-1 e 6-2 em 1h22 minutos de jogo. 

Korneeva parecia fora de sua zona de conforto e o mesmo pode ocorrer contra Maria Timofeeva, uma jovem de 20 anos que está fazendo sua primeira aparição na chave principal de um Grand Slam. 

No entanto, vale lembrar que a russa surpreendeu a campeã do Aberto da Austrália de 2018, Caroline Wozniacki, na última rodada e vai querer brilhar mais uma vez, às custas da cabeça de chave 10 do torneio.

Prévia do Dia 5

Destaques das partidas da 2ª rodada na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Alexander Zverev x Lukás Klein21h00John Cain Arena
Lorenzo Sonego x Carlos Alcaraz23h30*Rod Laver Arena
Jakub Mensík x Hubert Hurkacz01h30*Show Court Arena
Grigor Dimitrov x Thanasi Kokkinakis02h00*John Cain Arena
Holger Rune x Arthur Cazaux05h00*Margaret Court Arena
Emil Ruusuvuori x Daniil Medvedev06h15*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas da 2ª rodada na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Iga Swiatek x Danielle Collins22h00Rod Laver Arena
Sloane Stephens x Daria Kasatkina23h00*John Cain Arena
Clara Burel x Jessica Pegula00h00*Margaret Court Arena
Jelena Ostapenko x Ajla Tomljanovic05h00*John Cain Arena
Elena Rybakina x Anna Blinkova05h00*Rod Laver Arena
Clara Tauson x Victoria Azarenka07h00*Margaret Court Arena

*Horário aproximado

A segunda rodada do Aberto da Austrália vai terminar com vários encontros interessantes, isso porque estarão nas quadras nomes como Carlos Alcaraz, Daniil Medvedev, Iga Swiatek e Yelena Rybakina. Todos eles candidatos ao título, tanto no quadro masculino como no feminino.

Alcaraz com adversário traiçoeiro

O duelo entre Carlos Alcaraz e Lorenzo Sonego será o destaque do quinto dia de competição em Melbourne. O espanhol vem de um triunfo em três sets contra Richard Gasquet (6-7, 1-6 e 2-6), enquanto o italiano eliminou Daniel Evans em quatro sets (6-4, 6-7, 2-6 e 6-7).

O número dois do ranking ATP chega a esse encontro mais descansado fisicamente e tem tudo para vencer. Porém, a única vez em que estes dois tenistas se defrontaram foi o transalpino que venceu, na primeira rodada do Masters 1000 de Cincinnati em 2021. Nessa altura, o tenista espanhol ainda não tinha atingido a qualidade que nos tem mostrado recentemente.

Se vencer, Alcaraz consegue o seu melhor resultado de sempre no Grand Slam australiano, onde este ano ele ambiciona no mínimo chegar à segunda semana. 

Alcaraz tem uma cotação de 1,04 para vencer e Sonego tem 13,00.

Davidovich e Borges se defrontam

O encontro entre Alejandro Davidovich e Nuno Borges é de grande importância para os dois, que ambicionam os seus melhores resultados neste evento. O espanhol estreou-se com um triunfo contra Constant Lestienne (4-6, 4-6 e 6-7), e o português também venceu em três sets contra Maximilian Marterer (5-7, 6-7 e 2-6).

Davidovich é favorito para vencer o encontro, não só por estar a atravessar um bom momento de forma como por ser o número 24 do ranking ATP, enquanto o português é o número 69.

Prévia do Dia 4

Destaques das partidas da 2ª rodada na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Jannik Sinner x Jesper De Jong22h00Margaret Court Arena
Alex de Minaur x Matteo Arnaldi23h15*Rod Laver Arena
Frances Tifoe x Tomás Machác01h00*Show Court Arena
Christopher Eubanks x Andrey Rublev03h00*John Cain Arena
Jordan Thompson x Stefanos Tsitsipas05h00*Margaret Court Arena
Novak Djokovic x Alexei Popyrin06h15*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

Destaques das partidas da 2ª rodada na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Tamara Korpatch x Barbora Krejcíková21h00Court 3
Ons Jabeur x Mirra Andreeva22h00*Rod Laver Arena
Alina Korneeva x Bia Haddad Maia23h30*Show Court 2
Caroline Dolehide x Coco Gauff00h00*Margaret Court Arena
Brenda Fruhvirtová x Aryna Sabalenka05h00*Rod Laver Arena
Maria Sakkari x Elina Avanesyan07h00*Margaret Court Arena

*Horário aproximado

O quarto dia do Aberto da Austrália de 2024 volta a ver os campeões em título na quadra. Novak Djokovic e Aryna Sabalenka vão aparecer nos últimos jogos do dia na Rod Laver Arena.

Para além desses encontros, este quarto dia tem vários jogos muito interessantes, com tenistas como Jannik Sinner, Stefanos Tsitsipas ou Álex de Miñaur em ação em simples masculinos, assim como María Sakkari, Cori Gauff ou Ons Jabeur nos femininos.

Claro que temos que destacar a presença de Beatriz Haddad Maia na chave feminina, que vai defrontar a jovem russa de 16 anos, Alina Korneeva. O Aberto da Austrália é o pior Grand Slam da tenista brasileira, que nunca foi além da segunda fase, mas contra Korneeva ela tem a possibilidade de melhorar esse registro, tanto que é a favorita para vencer com uma cotação de 1,33 contra 3,40 da russa.

Djokovic com outro rival perigoso

O experiente tenista sérvio, Djokovic, venceu a primeira fase do torneio de Melbourne, mas teve que brigar duro, perdendo um set e necessitando de quatro horas para vencer contra Dino Prizmic, jovem croata de 18 anos. Na segunda fase, vai defrontar um dos melhores jogadores australianos, Alexei Popyrin, que, com o apoio dos torcedores, pode complicar muito a vida do número um mundial.

Porém, o sérvio é o grande favorito para vencer, seja em três, quatro ou cinco sets. Djokovic precisa vencer bem e deixar um aviso aos seus rivais, em especial aos que estão na sua metade, como o inspirado italiano Jannik Sinner, ou ao outro grande jogador australiano do momento, Alex de Miñaur.

Djokovic tem uma cotação de 1,02 para vencer e Popyrin tem 19.00.

Mais uma jovem para Bia

A tenista brasileira venceu contra a tcheca de 18 anos, Linda Fruhvirtová, de 2 a 1, em pouco mais de duas horas. Um triunfo um pouco mais difícil do que esperado.

Agora, ela vai jogar contra uma tenista ainda mais jovem, a russa de 16 anos, Korneeva. Essa jovem chegou do qualificatório e surpreendeu na chave principal a espanhola Sara Sorribes Tormo, na primeira rodada.

A russa é atualmente a número um do ranking juvenil de tênis, e vem de uma escola com muita tradição nesse esporte, a Rússia. Porém, Bia tem tudo para fazer história esta semana se vencer e chegar à terceira rodada.

Não só ela chega pela primeira vez a essa fase no Grand Slam da Austrália, como faz história no tênis brasileiro feminino, isso porque nenhuma brasileira conseguiu vencer dois jogos na chave principal do Aberto da Austrália na Era Aberta.

Prévia do Dia 3

A número um do mundo de WTA estreia esta segunda-feira à noite contra a ex-campeã Sofia Kenin, enquanto Carlos Alcaraz enfrenta Richard Gasquet, também na Rod Laver Arena, na partida de encerramento da primeira rodada do Aberto da Austrália.

Chave masculina

Destaques das partidas da 1ª rodada (15 e 16 de janeiro) na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Albert Ramos-Viñolas vs. Casper Ruud (11)22h00Margaret Court Arena
Grigor Dimitrov (13) vs. Márton Fucsovics22h15*Melbourne Arena
Holger Rune (8) vs. Yoshihito Nishioka00h00*Rod Laver Arena
Alexander Zverev (6) vs. Dominik Koepfer05h00*Margaret Court Arena
Richard Gasquet vs. Carlos Alcaraz (2)06h15*Rod Laver Arena

*Horário aproximado

O destaque do dia é sem dúvida a estreia de Carlos Alcaraz, um dos favoritos ao título, que enfrenta Richard Gasquet pela segunda vez na carreira.

O espanhol levou a melhor no confronto anterior entre os dois, por duplo 6-2, em 2020, quando o espanhol ainda não havia despontado como uma das grandes referências do esporte.

O progresso de Alcaraz tem sido meteórico desde então, enquanto o francês perdeu desempenho ao longo dos anos e está enfrentando a reta final de sua carreira. Na verdade, ele acaba de completar um ano desde que levantou seu último troféu, enquanto o espanhol ganhou seis privas desde então, incluindo o Grand Slam inglês.

O quê: Richard Gasquet vs. Carlos Alcaraz, 1ª rodada do Australian Open 2024
Onde: Rod Laver Arena, Melbourne (Austrália)
Quando: Terça-feira, 16 de janeiro de 2024, a partir das 06h15 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Richard Gasquet = 19,00 / Carlos Alcaraz = 1,02

Isso sugere uma potencial vitória fácil para o espanhol, o que o ajudará a ganhar algum tempo no primeiro Grand Slam da temporada e a pensar rapidamente na segunda rodada, onde vai enfrentar o vencedor do confronto entre Daniel Evans e Lorenzo Sonego.

Outro jogo a ter em atenção é o duelo entre Albert Ramos-Viñolas e Casper Ruud. Apesar do ranking de 11º do mundo, o norueguês já chegou a três finais em torneios de Grand Slam antes e quer bater seu melhor resultado em Melbourne – a quarta rodada em 2021.

Chave feminina

Destaques das partidas da 1ª rodada (15 e 16 de janeiro) na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Iga Swiatek (1) vs. Sofia Kenin22h00Rod Laver Arena
Jelena Ostapenko (11) vs. Kimberly Birrell00h15*Pista 3
Zheng Qinwen (12) vs. Ashlyn Krueger02h15*Show Court Arena
Elena Rybakina (3) vs. Karolína Plísková05h00*Rod Laver Arena
Rebecca Marino vs. Jessica Pegula (5)07h00*Margaret Court Arena

*Horário aproximado

Não é um duelo de estreia fácil para a número um do mundo que vai enfrentar Sofia Kenin, vencedora do Aberto da Austrália de 2020.

A polonesa tem como seu melhor resultado nas quadras de Melbourne a semifinal de 2022, mas chega de 16 vitórias consecutivas e é a grande favorita à conquista de seu 5ª Grand Slam.

Também estreando na prova estão outras candidatas ao troféu, nomeadamente Elena Rybakina, que já venceu o ATP de Brisbane este mês, e Jessica Pegula que abandonou da semifinal de Adelaide na semana passada devido a doença.

Prévia do Dia 2

O segundo dia do Aberto da Austrália será o dia mais movimentado das duas semanas do torneio, com um total de 56 partidas válidas para a primeira rodada.

Na chave masculina, Daniil Medvedev, Stefanos Tsitsipas e a estrela local Alex de Minaur são os destaques, enquanto no feminino os holofotes estarão voltados para as estreias de Ons Jabeur e Coco Gauff, além de Beatriz Haddad Maia iniciar também sua campanha, na madrugada de segunda-feira, contra a adolescente tcheca Linda Fruhvirtova.

Chave masculina

Destaques das partidas da 1ª rodada (14 e 15 de janeiro) na chave masculina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Adrian Mannarino (20) vs Stan Wawrinka 21h00Kia Arena
Terence Atmane vs. Daniil Medvédev (3) 22h00Margaret Court Arena
Roberto Bautista Agut vs. Ben Shelton (16) 22h30*1573 Arena
Zizou Bergs vs. Stéfanos Tsitsipás (7) 23h30*Rod Laver Arena
Daniel Altmaier vs Karen Khachanov (15)00h00*1573 Arena
Omar Jasika vs. Hubert Jurkacz (9) Não antes de 3hJohn Cain Arena
Alex de Minaur (10) vs. Milos Raonic Não antes de 5hRod Laver Arena

*Horário a confirmar

O número três do mundo jogará sua primeira partida oficial de 2024 em Melbourne. Um fator que o pode afetar contra Terence Atmane, seu primeiro adversário no solo australiano.

Apesar da falta de ritmo competitivo, a diferença de nível entre os dois deve ser suficiente para que o russo não tenha problemas para superar o francês, que está em 145º lugar no ranking da ATP.

Medvedev é um dos grandes candidatos ao título, juntamente com Sinner, Alcaraz e Djokovic, e espera-se que ele corresponda às expectativas nessas primeiras rodadas.

Já o vice-campeão de 2023, Stefanos Tsitsipás estreia contra o belga Zizou Bergs e quer defender os pontos que conquistou no ano passado.

Em outro jogo grande do dia, Roberto Bautista Agut enfrenta Ben Shelton, semifinalista do último US Open e membro do top 20 mundial.

Chave Feminina

Destaques das partidas da 1ª rodada (14 e 15 de janeiro) na chave feminina
PartidaHorário (Brasília)Quadra
Dayana Yastremska vs. Marketa Vondrousova (7)21h00John Cain Arena
Anna Karolina Schmiedlova vs. Coco Gauff (4) 22h00Rod Laver Arena
Viktorija Golubic vs. Veronika Judermetova (15)02h15*Court 13
Linda Fruhvirtova vs. Beatriz Haddad Maia (10)05h00*Kia Arena
Ons Jabeur (6) vs. Yulia Stardubtseva Não antes de 5hMargaret Court Arena
Caroline Garcia (16) vs. Naomi Osaka Não antes de 5hRod Laver Arena

*Horário a confirmar

Os holofotes do dia estarão voltados para a vencedora do US Open 2023 e número 4 do mundo, Coco Gauff, que é uma das grandes candidatas ao título com odds de 6,50, e que busca uma vitória fácil contra a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova.

Mas também merecem destaque as estreias de Ons Jabeur contra Yulia Stardubtseva e o duelo de Marketa Vondrousova com Dayana Yastremska. A tunisiana e a tcheca são claras favoritas, mas a chave feminina é conhecida por apresentar grandes surpresas.

A encerrar os confrontos do dia na Rod Laver Arena, teremos a bicampeã Naomi Osaka contra a francesa Caroline Garcia, cabeça de chave 16. 

A estreia de Bia

O quê: Linda Fruhvirtova vs. Beatriz Haddad Maia
Onde: Kia Arena
Quando: segunda-feira, 15 de janeiro de 2024, às 05h00 de Brasília
Como assistir: ESPN 2 e Star+
Cotações: Linda Fruhvirtova = 4,50 / Beatriz Haddad Maia = 1,20

A número 1 do Brasil estreia na madrugada de segunda-feira, contra Linda Fruhvirtova, em confronto inédito no circuito.

A jovem tcheca de 18 anos é atual 84ª do ranking mundial, enquanto a paulistana é 12ª.

Lembramos que Bia disputa seu quinto Australian Open, e é favorita para superar esta rodada, como já aconteceu em três ocasiões anteriores em sua carreira.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.