Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Fluminense e Vasco

Fluminense e Vasco, dos artilheiros Germán Cano e Pedro Raul, fazem um clássico que pode se revelar decisivo para as pretensões de ambos neste trimestre.

O Clássico dos Gigantes de hoje põe frente a frente times que ainda têm a ambição de terminar entre os dois primeiros da Taça Guanabara — e, assim, ter a vantagem de jogar por resultados iguais nas semifinais do Campeonato Carioca.

Duelo de artilheiros

O quê:Fluminense x Vasco
Onde:Maracanã, Rio de Janeiro
Quando:domingo, 12 de fevereiro, às 18h (horário de Brasília)
Como assistir:Band | Bandsports | Dale
Cotações:Fluminense = 1,85 | Empate = 3,20 | Vasco = 3,80

Como chega o Pó de Arroz

Tendo terminado a rodada anterior como o terceiro colocado na classificação, com 13 pontos em sete jogos (62% de aproveitamento), o Fluminense chega ao seu segundo clássico da temporada. (O primeiro foi a derrota para o Botafogo de duas semanas atrás.)

Na quarta rodada, quando pela segunda vez no ano entrou em campo com um time de reservas, o Pó de Arroz apenas empatou com o Boavista. Desde então a equipe só jogou com o que tinha de melhor, mas ainda assim perdeu duas vezes antes de voltar a vencer.

Tanto o seu técnico, Fernando Diniz, quanto a maioria dos jogadores mais utilizados no segundo semestre de 2022 são os mesmos. Assim, o estilo de jogo segue sendo o de manter a posse de bola, trocar passes curtos e (na medida do possível) adiantar as linhas.

Os 100% de aproveitamento — e nenhum gol sofrido — nas três primeiras partidas desencorajavam mudanças no onze ideal. Mas, agora, o recém-chegado Jorge parece ter vencido a disputa com Calegari pela titularidade na lateral esquerda.

Ainda mais importante foi a disputa entre Yago Felipe e Keno. Este, que chegou como o principal reforço para 2023, ganhou a preferência do treinador talvez por conta de sua velocidade e também por oferecer maior amplitude pela esquerda do ataque.

A falta de amplitude foi apontada como um dos motivos de o argentino Germán Cano não ter marcado um único tento nos cinco primeiros jogos do ano. Em compensação, foram dele os três gols sobre o Audax no último dia 5 (um deles com assistência de Keno).

Como chega o Almirante

Nas seis partidas que disputou até aqui (o clássico com o Botafogo foi adiado para a próxima quinta-feira), o Vasco conquistou 11 pontos (61% de aproveitamento), e por isso ocupava a sexta posição no campeonato antes do início desta oitava rodada.

Se é verdade que o Almirante empatou com Madureira e Audax ao escalar reservas e atletas da base nas duas primeiras rodadas, tampouco se deve ignorar que foi com a maioria dos titulares em campo que veio a derrota para o Volta Redonda em 30 de janeiro.

Esse resultado pode ser creditado à falta de entrosamento da equipe. O Gigante da Colina se tornou SAF há pouco tempo, e desde o fim da temporada passada chegaram a São Januário um novo treinador, Maurício Barbieri, e dez novos jogadores. 

Entre os reforços está Pedro Raul, que no mais recente Campeonato Brasileiro (quando atuava pelo Goiás) ficou atrás apenas de Cano na artilharia da Série A. Neste Campeonato Carioca ele marcou dois gols e deu duas assistências (mas também perdeu um pênalti).

A SAF ainda busca reforços para algumas posições ofensivas antes do fim do trimestre. Até lá, dois remanescentes da última Série B deverão manter-se como titulares: o meia Nenê e o atacante Gabriel Pec — este o artilheiro da equipe no estadual, com quatro gols.

É no setor defensivo que a situação parece mais bem resolvida, e isso se deve principalmente às vindas de Léo (zagueiro ex-São Paulo), Puma Rodríguez (lateral-direito uruguaio ex-Nacional) e Lucas Piton (lateral-esquerdo ex-Corinthians).

O que esperar do jogo

Quem quer que busque fazer uma análise dos resultados desses dois grandes até aqui precisa tomar o cuidado de não sobrevalorizar os números. Porque, como visto, ambos escalaram reservas mais de uma vez (e o Vasco tem um jogo a menos).

Mas esse acaba sendo mais um motivo para ressaltar o bom desempenho ofensivo do Almirante, que, por ter onze gols a seu favor, apresenta média de 1,84 nesse quesito (enquanto o Pó de Arroz, com oito gols, tem média de 1,14).

Não que se espere um duelo de muitas oportunidades para qualquer dos lados. Lembremos que, no Fluminense 0 x 1 Botafogo da quinta rodada, o Tricolor finalizou apenas sete vezes (quatro na direção da meta), e o Fogão oito (cinco na direção certa).

Talvez a marcação forte que certamente será feita sobre Cano, de um lado, e Pedro Raul, do outro, favoreça os homens que vêm de trás. É nesse sentido que Nenê pode fazer a diferença para os de São Januário.

DEMAIS JOGOS DA RODADA

sábado, 11 de fevereiro
. Nova Iguaçu 1 x 1 Portuguesa
. Madureira 1 x 0 Resende
. Botafogo 2 x 0 Bangu

hoje
. 15h30 – Audax x Boavista

quarta, 15 de fevereiro
. 21h10 – Volta Redonda x Flamengo

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.