Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Ramon Menezes (Brasil)

Os surpreendentes Paraguai e Venezuela são as seleções no caminho de Argentina e Brasil.

Chegamos à segunda e última fase do Pré-Olímpico Sul-Americano. As quatro seleções que restam enfrentam-se em turno único, e as duas primeiras colocadas se classificam ao torneio a ser realizado em Paris e outras cidades da França a partir de julho. Eis o calendário daqui em diante.

segunda-feira, 5 de fevereiro
. Brasil x Paraguai
. Argentina x Venezuela

quinta-feira, 8 de fevereiro
. Argentina x Paraguai
. Venezuela x Brasil

domingo, 11 de fevereiro
. Paraguai x Venezuela
. Brasil x Argentina

Pelos jogadores que têm, Argentina e Brasil são os favoritos a representar a América do Sul no futebol masculino dos Jogos Olímpicos. Mas não há por que desmerecer nem o Paraguai (que terminou à frente do Uruguai no grupo B) nem a Venezuela (que tem a vantagem de jogar em casa).

Tupiniquins vs. guaranis

O quê:Brasil x Paraguai
Onde:Brígido Iriarte, Caracas
Quando:segunda, 5 de fevereiro, às 17h (Brasília)
Como assistir:sportv

O Brasil garantiu não só a classificação à segunda fase mas também a primeira colocação do grupo A com vitórias por 1 x 0 sobre a Bolívia, 2 x 0 sobre a Colômbia e 2 x 1 sobre o Equador. Mas a derrota para a Venezuela por 3 x 1, três dias atrás, gerou muitas preocupações. Por mais que então tenhamos visto Ramon Menezes escalar um onze alternativo, esperava-se que a canarinho mantivesse um nível de competitividade minimamente aceitável. Àquela altura já se sabia que dois titulares, o zagueiro Michel (Palmeiras), e o lateral-esquerdo Kaiky Bruno (Cruzeiro), perderiam o restante do torneio devido a lesão; mais do que nunca, os pilares defensivos são o goleiro Mycael (Athletico) e o zagueiro Arthur Chaves (Académico de Viseu). Na frente há bastante qualidade mas também o receio de a seleção vir a depender demais de seus dois principais atacantes: Endrick (Palmeiras), autor de dois gols e uma assistência; e John Kennedy (Fluminense), autor de um gol e uma assistência.

É notável que o Paraguai tenha conquistado a classificação à fase final do Pré-Olímpico com uma rodada de antecedência quando lembramos que jogadores como os atacantes Matías Segovia (emprestado pelo Botafogo ao RWD Molenbeek) e Julio Enciso (Brighton) não foram liberados por seus respectivos clubes. Mas a albirroja mostrou sua força ao empatar com a Argentina por 1 x 1 e vencer o Uruguai por 4 x 3 e o Peru por 1 x 0. (Na última rodada da fase de grupos, perdeu para o Chile por 2 x 1.) Na seleção treinada pelo ex-meio-campista Carlos Jara Saguier o grande destaque é o meio-campista Diego Gómez (Inter Miami), com três gols e uma assistência. Os alicerces defensivos são o goleiro Ángel González (Libertad) e os zagueiros Gilberto Flores (Libertad) e Ronaldo De Jesús (Cerro Porteño). Conquistaram a titularidade durante a competição os atacantes Enso González (Wolverhampton) e Marcelo Fernández (Libertad).

As invictas se enfrentam

O quê:Argentina x Venezuela
Onde:Brígido Iriarte, Caracas
Quando:segunda, 5 de fevereiro, às 20h (Brasília)
Como assistir:sportv
Javier Mascherano (Argentina)

A Argentina terminou no topo do grupo B, com oito pontos, graças aos seguintes resultados: empate por 1 x 1 com o Paraguai, vitórias por 2 x 0 sobre o Peru e 5 x 0 sobre o Chile e empate por 3 x 3 com o Uruguai. É da albiceleste a melhor média de gols marcados (2,75 por jogo), e tanto o meia e capitão Thiago Almada (Atlanta United) quanto o atacante Luciano Gondou (Argentinos Juniors) chegaram às redes três vezes. (Nesse quesito só estão atrás do uruguaio Luciano Rodríguez, com cinco gols.) Sob o comando do ex-volante Javier Mascherano encontramos dois atletas que trocaram/trocarão a Liga Profesional pela Premier League: o lateral-esquerdo Valentín Barco (do Boca Juniors para o Brighton) e o meia/atacante Claudio Echeverri (do River Plate para o Manchester City). Tanto Echeverri quanto o já citado Gondou começaram o torneio como suplentes, mas agora são possíveis ou até prováveis titulares; se assim for, um jogador que corre o risco de perder lugar no onze é o atacante Santiago Castro (Vélez Sarsfield).

A Venezuela tirou do Equador o segundo lugar do grupo A na rodada final, quando conseguiu o já mencionado 3 x 1 sobre um Brasil quase todo reserva. Antes disso a vinotinto empatou por 3 x 3 com a Bolívia, empatou por 1 x 1 com o Equador e venceu por 1 x 0 a Colômbia. Entre os principais atletas à disposição do treinador argentino Ricardo Valiño encontramos o meio-campista Telasco Segovia (Casa Pia), autor de dois gols no duelo com os brasileiros; o centroavante Jovanny Bolívar (Huesca), autor de um gol contra os bolivianos e de outro contra os colombianos; e o ponta David Martínez (Los Angeles FC), autor de três assistências. (Tanto Segovia quanto Martínez já ganharam convocações inclusive para a seleção principal.)

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.