Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Hussein El Shahat (Al-Ahly)
  1. Futebol
  2. Outras competições

Os representantes de AFC, Concacaf e CAF no Mundial de Clubes 2023

Em 11 de junho os egípcios do Al-Ahly tornaram-se a penúltima equipe a se classificar para o torneio a ser realizado em dezembro deste ano na Arábia Saudita.

No atual formato de disputa do Mundial de Clubes, temos uma única partida na primeira fase, entre os representantes do país-sede e os da OFC. É apenas na fase seguinte que entram os representantes de outras três confederações: AFC, Concacaf e CAF.

Os vencedores da segunda fase chegam às semifinais, que é onde entram diretamente os campeões de UEFA e Conmebol. Neste artigo conheceremos um pouco mais três possíveis adversários de europeus e sul-americanos nesta que será a 20.ª edição do torneio.

AFC

Embora tenham conquistado a Liga dos Campeões da AFC (Confederação Asiática de Futebol, na sigla em inglês) em 6 de maio, os japoneses do Urawa Red Diamonds asseguraram a sua terceira participação em um Mundial de Clubes ainda em fevereiro. Se tivessem perdido as finais para os sauditas do Al-Hilal, os Reds teriam se classificado no lugar do campeão nacional do país-sede.

A primeira das duas partidas contra os então campeões asiáticos (que têm entre seus atletas o atacante Michael, ex-Flamengo) foi disputada em Riade e terminou 1 x 1. Isso deu aos japoneses uma ligeira vantagem, pois na Liga dos Campeões da Ásia vale o critério do gol fora. De qualquer forma, em Saitama os anfitriões venceram por 1 x 0.

Maciej Skorża (Urawa Red Diamonds)

Quem recebeu o prêmio de craque do torneio foi o experiente lateral-direito e capitão Hiroki Sakai (que esteve com o Japão nas últimas três Copas do Mundo). Outros nomes da equipe treinada pelo polonês Maciej Skorża que se destacaram nessa conquista foram o zagueiro dinamarquês Alexander Scholz e o meio-campista Ken Iwao.

Concacaf

Em 58 edições da Liga dos Campeões da Concacaf (Confederação das Américas do Norte e Central e do Caribe), por 38 vezes tivemos um campeão vindo do México. Surpreende, portanto, que o León —um dos clubes mais tradicionais do país— só tenha conseguido conquistá-la pela primeira vez este ano. Consequentemente, 2023 marcará a estreia da fiera em uma edição da Copa do Mundo de Clubes.

Nas finais da mais recente edição da Liga dos Campeões (que em 2024 voltará a se chamar Copa dos Campeões), os mexicanos enfrentaram o Los Angeles FC. Em 31 de maio realizou-se a partida de ida, em León, quando os anfitriões venceram por 2 x 1; em 4 de junho realizou-se a de volta, em Los Angeles, quando os visitantes venceram por 1 x 0.

Nicolás Larcamón (León)

O treinador é o argentino Nicolás Larcamón. Entre os destaques está o atacante chileno Víctor Dávila, eleito o craque da Concachampions 2023. Outros quatro atletas da equipe campeã entraram para o onze ideal do torneio: o zagueiro argentino Adonis Frías, o lateral/ponta-direita Iván Moreno e os meio-campistas Fidel Ambríz e Elías Hernández.

CAF

Na Liga dos Campeões da CAF (Confederação Africana de Futebol) a nação mais vitoriosa é o Egito, mas parece-nos mais apropriado destacar o domínio de uma única equipe. Estamos falando do Al-Ahly, que neste ano foi campeão africano pela 11.ª vez (seis a mais que os seus arquirrivais, o Zamalek, e os quinxassa-congoleses do Mazembe). O próximo Mundial de Clubes será o nono do gigante vermelho.

Essa mais recente conquista teve um sabor especial, pois foi sobre a mesma equipe que os derrotou no ano passado: os marroquinos do Wydad. O jogo de ida foi realizado em 4 de junho no Cairo e terminou com vitória por 2 x 1 dos donos da casa; o jogo de volta foi realizado em 11 de junho em Casablanca e terminou empatado por 1 x 1.

Marcel Koller (Al-Ahly)

Quem comanda o Al-Ahly é o suíço Marcel Koller. No ataque há Mahmoud Kahraba —um dos dois artilheiros dessa última Liga dos Campeões— e o sul-africano Percy Tau — que terminou o torneio como o jogador com mais participações diretas em gols. Também se destacaram o zagueiro Mohamed Abdelmonem e o meio-campista Marwan Attia.

As demais equipes

Quem representará os anfitriões será o Al-Ittihad (que recentemente se reforçou com Karim Benzema). Em 27 de maio, os tigres venceram a Liga Profissional Saudita com uma rodada de antecedência, e em dezembro participarão de seu segundo Mundial de Clubes.

Quem representará a OFC (Confederação de Futebol da Oceania) serão os neozelandeses do Auckland City, que naquele mesmo 27 de maio derrotaram o Suva (Fiji) na final da Liga dos Campeões da Oceania. Este será o 11.º Mundial dos Navy Blues.

Quem representará a UEFA (União das Associações Europeias de Futebol, na sigla em francês) serão os ingleses do Manchester City. Ao derrotarem os italianos da Internazionale em 10 de junho, os Cityzens foram campeões europeus pela primeira vez.

Quem representará a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol)? Nas últimas quatro temporadas apenas brasileiros venceram a Copa Libertadores, mas precisaremos esperar até 4 de novembro para saber quem será o campeão de 2023.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.