Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
basquete
  1. Histórias do esporte
  2. NBA

Os piores inícios de temporada na NBA

Embora os Lakers de 2022–23 tenham chamado a atenção pelo seu péssimo início de temporada, outras franquias têm histórico ainda pior.

[Traduzido e adaptado de ''NBA: Worst ever starts to an NBA season''.]

Tendo sido a única equipe a perder seus cinco primeiros jogos em 2022–23, o Los Angeles Lakers igualou o pior início de temporada da franquia em toda a sua história.

A anterior série de zero vitória e cinco derrotas veio no último ano de Kobe Bryant, quando os Lakers perderam 15 dos seus 17 primeiros jogos (e 65 vezes ao todo). Igualar um começo desse é no mínimo constrangedor.

No entanto, nenhum esquadrão dos Lakers encontra-se entre os piores inícios de temporada na NBA em todos os tempos. Houve muitas outras equipes que sofreram para competir, e abaixo listamos as cinco piores.

O Philadelphia 76ers de 1972–73

Os 76ers estão familiarizados com inícios ruins, como esta lista mostrará. A sua campanha de 1972 terminou sendo a pior já registrada, e isso apenas seis temporadas após terem estabelecido o recorde de vitórias em uma temporada.

A equipe de 1972–73 fracassou em vencer qualquer uma de suas 15 primeiras partidas, o que fez com que os Sixers igualassem o recorde que então pertencia ao Denver Nuggets e ao Cleveland Cavaliers.

Ao perder 73 de 82 jogos, o Philadelphia 76ers superou as duas franquias citadas. Ainda hoje essa é a equipe com menos vitórias em uma temporada regular de 82 jogos — embora, como veremos, outros Sixers tenham chegado perto de tal marca.

O Los Angeles Clippers de 1998–99

Em 1994, o Los Angeles Clippers quase alcançou um novo recorde ao perder seus primeiros 16 jogos. Embora o Miami Heat tenha começado com 0-17 em 1988, aquela foi a primeira temporada da franquia, que não estava em boa posição competitiva.

Em 1998, os Clippers novamente perderam seus primeiros 16 jogos, mas dessa vez perderam também o 17.º — um 94 a 75 a favor do Los Angeles Lakers.

Essa derrota os condenou ao pior começo de temporada. Assim como os Sixers de 1972, os Clippers venceram apenas nove jogos ao todo. A diferença é que a temporada regular de 1998–99 teve apenas 50 partidas.

O Philadelphia 76ers de 2014–15

Em 2014, os Sixers estavam na segunda temporada do que ficou conhecido como ''O Processo''. Esse foi o nome usado para a série de derrotas deliberadas de que a franquia se valeu em meados dos anos 2010 para reconstruir a equipe.

Na temporada aqui analisada, o Philadelphia 76ers havia acabado de adquirir um pivô chamado Joel Embiid, mas o camaronês perdeu todo o seu primeiro ano por conta de uma lesão.

Sem Embiid, os Sixers embarcaram em um dos piores começos na história da liga, com uma série de 0-17. Foi apenas em dezembro que eles venceram pela primeira vez, e ao fim perderam 64 de 82 jogos e ficaram com a 14.ª posição no Leste.

O New Jersey Nets de 2009–10

Dois anos antes de se mudar para Brooklyn, o New Jersey Nets se tornou o primeiro time da NBA a perder suas primeiras 18 partidas. E não parou por aí: os Nets também se tornaram os primeiros a perder 28 de suas 30 partidas iniciais.

A equipe nunca se recuperou desse começo, perdendo 70 de seus 82 jogos no ano e terminando em último na Conferência Leste. Se apenas dois anos antes eles chegaram aos play-offs, a sua queda na classificação só foi reparada ao se mudarem para Brooklyn.

O Philadelphia 76ers de 2015–16

Os Nets não estiveram sós por muito tempo, já que apenas seis anos depois uma equipe empatou o seu recorde. Na temporada seguinte ao seu 0-17, os Sixers se destacaram por apresentar o pior início da NBA.

A franquia da Filadélfia mal conseguiu superar o seu terrível desempenho de 1972–73, já que em 2015–16 obteve apenas 10 vitórias em 82 jogos.

Essa fase de derrotas deliberadas por parte dos Sixers certamente foi eficaz, mas presenciá-la não deve ter sido fácil para os seus torcedores: aquela foi a terceira temporada seguida com menos de 20 vitórias.

Isso lhes permitiu serem os primeiros a fazer sua escolha no draft de 2016. E eles exerceram essa opção selecionando o armador/ala-pivô australiano Ben Simmons.

Que os Sixers de 2015–16 tenham sido tão ruins apenas para depois escolher um jogador que acabaria entrando em greve só faz aumentar a gravidade da situação.

Aquele início os viu, ainda, quebrar o recorde de mais derrotas consecutivas na NBA. Por também terem terminado mal a temporada 2014–15, quando perderam o seu 17.º jogo de 2015–16 os Sixers chegaram à 27.ª derrota seguida.

Esses Sixers perderiam 30 de seus primeiros 31 jogos, superando o recorde anterior, dos Nets. Isso faz da franquia da Filadélfia a pior equipe de NBA de todos os tempos.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.