Pular para conteúdo
Registre-se
Zico
  1. Futebol
  2. Brasileirão Série A

Os maiores vencedores pelos grandes do Rio de Janeiro

Alguns jogadores não só atuaram por muitos anos por um dos quatro grandes cariocas como colecionaram diversos títulos.

[Artigo originalmente publicado em 4 de outubro de 2022.]

Um dos desafios no momento de se falar do maior vencedor da história de um clube é estabelecer a diferença entre títulos totais e títulos de expressão.

Embora este texto não seja categórico quanto a isso, ele serve para dar uma boa ideia de quais são os jogadores mais vitoriosos da história dos quatro grandes do Rio de Janeiro.

Botafogo

Muitos poderiam pensar que o recordista de títulos do Botafogo seja o lateral-esquerdo Nilton Santos; com seus 721 jogos com a estrela solitária ao peito, é ele o jogador que mais vezes entrou em campo com a camisa do clube. Em títulos, porém, a ''Enciclopédia'' — que fez toda a carreira em General Severiano — é o terceiro da lista.

O jogador que mais vezes foi campeão pelo Fogão foi um companheiro de equipe de Nilton Santos: o goleiro Haílton Corrêa de Arruda, mais conhecido como Manga. Nascido em 1937, esse pernambucano veio do Sport para o clube carioca em 1959, e lá ficou até 1968. Nesse período, disputou 442 jogos e conquistou 20 títulos.

Destes os mais significativas foram o do Campeonato Brasileiro em 1968, o do Torneio Rio-São Paulo em 1962, 1964 e 1966 e o do Campeonato Carioca em 1961, 1962, 1967 e 1968. Todos esses troféus, aliados a sua agilidade e irreverência, fazem dele o maior goleiro da história do Botafogo e um dos maiores da história do Brasil.

Flamengo

Ninguém atuou mais pelo Flamengo do que o lateral-esquerdo/meio-campista Júnior. Também, pudera: foram duas as suas passagens pelo clube, de 1974 a 1984 e de 1989 a 1993. Ao todo, o ''Capacete'', como era conhecido, fez 876 jogos com a camisa do Rubro Negro carioca.

No que se refere a títulos, Júnior também é o líder, mas empatado com outro jogador: ninguém menos que o meia Zico, o maior ídolo da história do Flamengo. O ''Galinho de Quintino'' esteve na Gávea de 1971 a 1983 e de 1985 a 1989. Nesses anos, foram 732 jogos e 508 gols — o que faz dele o artilheiro histórico do Urubu.

Tanto Júnior quanto Zico foram campeões 42 vezes pelo clube de maior torcida do Brasil. Dos seus títulos em comum, destacam-se a Copa Intercontinental de 1981, a Copa Libertadores de 1981, os Campeonatos Brasileiros de 1980, 1982 e 1983 e diversos Campeonatos Cariocas.

Fluminense

Quem está familiarizado com a história do Fluminense já deve imaginar que o jogador com mais partidas pelo clube é Carlos José Castilho. Nascido em 1927 no Rio de Janeiro, esse goleiro foi revelado pelo Pó de Arroz em 1946, onde ficou até 1965. Nesses vinte anos, ''São Castilho'' jogou 698 vezes com a camisa encarnada, branca e verde.

Quanto a títulos, é difícil ser categórico, porque não encontramos estatísticas que comparem todos os atletas que defenderam o Tricolor das Laranjeiras. No entanto, é bem possível que Castilho seja também o jogador mais vitorioso da história do clube, já que foram 35 troféus ao todo.

É preciso dizer que a maioria desses vários títulos conquistados pelo lendário goleiro não são particularmente significativos. Mencionaremos, portanto, apenas os seis mais importantes: a Copa Rio em 1952, o Torneio Rio-São Paulo em 1957 e 1960 e o Campeonato Carioca em 1951, 1959 e 1964.

Vasco

O atleta com mais partidas pelo Vasco é também, para muitos, o seu maior ídolo: Roberto Dinamite. O atacante foi revelado em São Januário em 1971 e, até se aposentar em 1992, teve apenas breves passagens por três outras equipes (Barcelona, Portuguesa e Campo Grande). Isso explica a sua espantosa marca de 1110 jogos pelo Gigante da Colina.

Dinamite é também um dos jogadores mais vitoriosos do clube, talvez até o mais vitorioso: foram 17 conquistas no total, das quais se destacam o Campeonato Brasileiro de 1974 e os Campeonatos Cariocas de 1977, 1982, 1987, 1988 e 1992. Outras, como as do Troféu Ramón de Carranza em 1987 e 1988, não têm o mesmo peso.

Considerando apenas os títulos mais valorizados, o maior campeão da história do Almirante é o ex-lateral-esquerdo/meia Felipe, com sete troféus de expressão: a Copa Libertadores em 1998, o Campeonato Brasileiro em 1997 e 2000, a Copa do Brasil em 2011, a Copa Mercosul em 2000, o Torneio Rio-São em 1999 e o Campeonato Carioca em 1998.

Palavras finais

Apesar do desafio mencionado na introdução deste texto, esperamos ter cumprido o nosso propósito de destacar aqueles atletas que se notabilizaram pelos seus muitos títulos conquistados por apenas um dos quatro grandes cariocas. E quem sabe se daqui a algumas décadas outros já não terão conquistado ainda mais por tais equipes?

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies