Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Michael Jordan
  1. Basquete
  2. NBA

Os Maiores Nomes da NBA: Michael Jordan

Considerado por muitos o melhor jogador de basquete de sempre, Jordan é uma lenda do esporte e um dos maiores nomes da história do Chicago Bulls, onde ganhou seis anéis.

MJ é um ícone, a personificação do campeão perfeito, capaz de vencer jogos sozinho, mas também de ser um homem de equipe. E de transcender os limites do tempo: ele se aposentou definitivamente em 2003, mas é como se ainda estivesse jogando, pois seu nome nunca está longe de qualquer discussão sobra a NBA.

Início de carreira

Nascido no Brooklyn em 17 de fevereiro de 1963, o quarto de cinco filhos, Michael inicialmente dividia seu tempo entre beisebol, futebol americano e basquete, antes de se decidir pelo último.

O início não foi fácil para ele, descartado do primeiro time da Laney Hight School Buccaneers por ser muito baixo. Mas depois ele cresceu, não só em altura (1,98m) mas principalmente em técnica, a ponto de se tornar um dos jogadores mais promissores dos Estados Unidos.

Jordan escolheu a Universidade da Carolina do Norte para ser treinado por Dean Smith e foi aí que chamou à atenção.

O título da NCAA e a primeira medalha de ouro olímpica

Em três anos com os Tar Heels da Carolina do Norte, ele conquistou o título da NCAA, marcando o arremesso decisivo na final, e passou por mais duas temporadas onde não só se destacou na parte ofensiva, como um bom armador, mas também melhorou consideravelmente na parte tática e defensiva.

Durante esse período, ele estreou na equipe nacional, vencendo os Jogos Pan-Americanos de 1982, e apenas dois anos depois, esteve entre os protagonistas do triunfo dos EUA nos Jogos Olímpicos de Los Angeles.

O início na NBA

Michael Jordan fez sua estreia na NBA Bulls na temporada 1984/1985 da NBA, após ser selecionado como a terceira escolha geral do Draft pelo Chicago Bulls, e o resto é história como se costuma dizer.

Sua carreira foi um sucesso desde o começo, pois ele teve uma média de 28,2 pontos por jogo em seu ano de estreia e vencendo o prêmio de Rookie do Ano.

No entanto, esses números melhoraram de forma constante nas temporadas seguintes - maior pontuador da liga em 1987, com uma média de 37,1 pontos por jogo, melhor defensor em 1988 - o destaque individual era claro, mas os primeiros sucessos ao nível de equipe viriam sob o comando de Phil Jackson.

O caminho de Michael Jordan para a glória estava predestinado, mesmo que ele tenha levado cinco temporadas para ganhar seu primeiro anel.

Os seis títulos com o Bulls e o Dream Team

Em Chicago, Jordan conquistaria três títulos consecutivos, de 1991 a 1993, liderando uma equipe que podia contar com estrelas do calibre de Scottie Pippen, Horace Grant e John Paxson. Nesse período venceu ainda sua segunda medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona com o Dream Team do basquete mundial - dessa vez composto inteiramente por estrelas da NBA e não por jogadores universitários.

Entre 1993 e 1995, Jordan se aposentou temporariamente e começou a jogar beisebol, o esporte favorito de seu pai, mas seus resultados não foram tão bons com o Birmingham Barons, o terceiro time do Chicago White Sox, e eventualmente ele retornou à NBA e ao Bulls, onde, ao lado de outros

grandes nomes como o croata Toni Kukoc e Dennis Rodman, conquistou seu segundo tri-campeonato, entre 1996 e 1998.

As oito temporadas em Chicago foram um monopólio virtual para o Bulls e seu astro, que recebeu uma infinidade de prêmios e cujo nível competitivo permaneceu praticamente inalterado.

Uma nova era

Em 1998, após ganhar seu último anel na final contra o Utah Jazz, Jordan se despediu da NBA novamente. Dessa vez, para se dedicar ao golfe e se tornar presidente de um time, o Washington Wizards, time pelo qual retornou à NBA em 2001 para mais duas temporadas.

Ainda que seus números não estivessem perto das temporadas anteriores, essas duas campanhas serviram para elevar sua média de pontos na NBA para 30,12 por jogo, batendo Wilt Chamberlain.

Seu impacto neste esporte é tal que após o adeus definitivo, sua camisa número 23 foi aposentada pelo Bulls, pelo North Carolina Tar Heels e ainda pelo Miami Heat, time onde nunca jogou.

Apelidado de Air Jordan ou Sua Airness, Michael Jordan foi o primeiro verdadeiro atleta global da NBA e reescreveu a história com suas estatísticas.

Ele foi o maior pontuador da liga em dez temporadas, incluindo sete vezes consecutivas de 1987 a 1993. Ninguém como ele marcou tantos pontos em um jogo de playoffs (63 contra o Boston Celtics em 1986) ou em uma metade das finais (35 contra o Portland em 1992).

Foi nove vezes - um recorde - incluído no quinteto defensivo ideal e foi o primeiro a marcar um triplo-duplo (pontos, rebotes, assistências) no All-Star Game.

Principais registros e estatísticas

  • Seis vezes campeão da NBA
  • Dez vezes cestinha da NBA
  • Seis vezes MVP das finais da NBA
  • Cinco vezes MVP da temporada regular da NBA
  • Rookie do Ano da NBA
  • Líder do Chicago Bulls em pontos, assistências e roubos de bola
  • Treze aparições no All-Star da NBA
  • Três vezes MVP do All-Star da NBA
  • Melhor média de pontuação da temporada regular da NBA: 37,1 (1986/87)
  • Melhor média de assistências da temporada regular da NBA: 8,0 (1988/89)
  • Melhor média de rebotes em uma temporada regular da NBA: 8,0 (1988/89)

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.