Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
basquete
  1. Basquete
  2. NBA

Os Celtics voam sob o comando de Joe Mazzulla

Joe Mazzulla vem tendo um início excepcional como técnico do Boston Celtics, a despeito das circunstâncias incrivelmente difíceis nas quais assumiu o comando.

[Traduzido e adaptado de ''NBA: Boston Celtics flying under Joe Mazzulla''.]

Os Celtics viram a sua preparação de pré-temporada abalada quando a franquia suspendeu o técnico Ime Udoka por todo o 2022–23 devido a violações de políticas da equipe.

Udoka levou o Boston às finais em 2021–22 e parecia estar em trajetória ascendente. A sua suspensão poderia ter sido um grande golpe para a organização, mas Mazzulla conseguiu continuar de onde seu antecessor parou.

Quem é Joe Mazzulla?

Mazzulla trabalhou como assistente de Udoka na temporada passada, sendo posto no centro das atenções após a suspensão do antigo treinador.

Este nativo de Rhode Island, embora fosse relativamente desconhecido antes de assumir o comando dos Celtics, está rapidamente se estabelecendo como um dos mais brilhantes jovens técnicos na NBA.

Havia a preocupação de que Mazzulla não teria a experiência para lidar com a pressão de gerenciar o elenco repleto de estrelas dos Celtics.

Afinal, estamos falando de um ex-jogador de apenas 34 anos que não foi selecionado no draft de 2011 e optou por se tornar técnico após atuar como armador pelo time da Universidade da Virgínia Ocidental.

Sem tampouco ter encontrado oportunidades de jogar fora dos Estados Unidos, Mazzulla abriu seu caminho até chegar à NBA.

Sua primeira função como treinador veio com o Glenville State, da Divisão II da NCAA. Ele então foi para o Fairmont State como assistente, exercendo essa função em ambas as equipes.

Ainda como assistente, o ex-armador partiu em 2016 para o Maine Red Claws (hoje Maine Celtics, afiliado do Boston Celtics na NBA G League), antes de voltar ao Fairmont já como técnico.

Dali ele foi para Boston, em 2019, para ser assistente de Brad Stevens e, posteriormente, Udoka.

Mazzulla, que teve que vir de baixo até conseguir a sua primeira grande oportunidade, está aproveitando-a ao máximo.

O Boston desafiando as expectativas

Após chegar às finais na última temporada, o Boston estava bem cotado para novamente lutar pelo título; mas a suspensão de Udoka moderou tais expectativas.

No início de 2021–22, os Celtics estagnaram sob o comando do ex-técnico Stevens — hoje presidente de operações de basquete da franquia — e tiveram muitas dificuldades antes de virem com tudo na segunda metade da temporada.

Udoka foi, com razão, creditado pelo ressurgimento da equipe. Perdê-lo, portanto, parecia um grande golpe; mas Mazzulla foi o supervisor de uma melhora rápida e indiscutível.

No último 7 de dezembro, ao vencer fora de casa o Phoenix Suns, o Boston Celtics manteve-se como a equipe de melhor campanha na temporada regular, com um retrospecto de 21 vitórias e 5 derrotas.

A dupla de astros Jayson Tatum e Jaylen Brown vem fazendo excelente campanha, e ambos têm no momento suas melhores médias históricas de pontos por jogo (o primeiro com 30,5, o segundo com 26,7).

Além disso, tanto Tatum quanto Brown apresentam as suas mais altas médias de rebotes em uma temporada (o primeiro com 8,2, o segundo com 7,1 por jogo nesse quesito).

Se Mazzulla for capaz de continuar a tirar o melhor desses dois jogadores, o Boston será uma séria ameaça nos playoffs (até porque a franquia tem outros atletas que também vêm impressionando).

Joe Mazzulla colocou a sua própria marca na equipe

Os Celtics tiveram uma offseason bem tranquila; Malcolm Brogdon e Blake Griffin foram as únicas chegadas notáveis. Mesmo assim, Mazzulla conseguiu realizar uma evolução no estilo da equipe, em vez de continuar no caminho traçado por Udoka.

O time é agora um pouco mais fluido. A fim de facilitar isso, Mazzulla pede menos paradas técnicas, e os Celtics parecem mais hábeis em seu jogo ofensivo.

Isso pode potencialmente fazer a diferença à medida que eles avançarem na temporada para o que parece ser uma inevitável presença nos playoffs.

Mazzulla dá indícios de ser uma pessoa equilibrada e, de acordo com Brogdon, ''não é um gritador''. Essa calma parece ter ajudado seus jogadores a se ajustarem à chocante mudança de técnico na offseason.

O quão longe os Celtics podem chegar sob o comando de Joe Mazzulla?

Esta temporada bem poderia ter sido um caso de limitação de danos por parte do Boston Celtics; em vez disso, eles parecem ser genuínos candidatos ao título mais uma vez.

Será uma história e tanto se Mazzula, nascido na região da Nova Inglaterra, puder levar os Celtics à sua 18.ª conquista (o que seria um recorde) em sua primeira temporada como técnico na NBA — principalmente considerando as circunstâncias de sua nomeação.

Mas o fato é que, no momento, essa parece ser uma possibilidade muito real: o Boston está cotado em 4,50 para ser o campeão, e Tatum em 3,50 para ser o MVP da temporada regular.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.