Pular para conteúdo
Registre-se
Fernando Muslera (Uruguai)
  1. Futebol
  2. Copa do Mundo

Os atletas ainda em atividade com mais jogos em Copas do Mundo

Veteranos renomados têm neste ano a oportunidade de chegar às primeiras posições no ranking de atletas com mais partidas em Mundiais de seleções.

Em Catar, seis jogadores podem alcançar o pódio entre aqueles que mais disputaram jogos de Copa do Mundo.

Os três líderes

Antes de analisarmos os candidatos a subir no ranking de mais partidas em Mundiais de seleções da FIFA, vejamos quem ocupa o top 3 neste momento.

Com 25 jogos, o primeiro colocado é o meio-campista alemão Lothar Matthäus. O capitão do tricampeonato da Mannschaft, em 1990, é também um dos únicos três atletas a entrar em campo em cinco edições do torneio.

Em segundo lugar vem outro alemão: Miroslav Klose, com 24 jogos em quatro Mundiais diferentes. No último, em 2014, este atacante não só foi campeão como se tornou o artilheiro histórico do torneio, com 16 gols.

Quem fecha o pódio é o italiano Paolo Maldini, com 23 jogos em quatro edições da Copa do Mundo. Diferentemente dos dois nomes acima mencionados, este lendário lateral-esquerdo/zagueiro não teve a satisfação de conquistar o torneio.

Os veteranos de hoje

Falemos agora dos seis jogadores ainda em atividade que mais vezes entraram em campo por essa competição.

19 jogos: Lionel Messi

Hoje com 35 anos, o atacante argentino Messi (Paris Saint-Germain) disputou sua primeira Copa do Mundo em 2006. Completou 19 anos justamente durante aquele torneio, no qual participou de três das cinco partidas da Albiceleste (eliminada nas quartas de final).

Nos três Mundiais seguintes, la Pulga participou de todos os jogos de sua seleção: cinco em 2010 (quando a equipe caiu novamente nas quartas de final), sete em 2014 (quando foi vice-campeã) e quatro em 2018 (quando caiu nas oitavas de final).

17 jogos: Cristiano Ronaldo e Sergio Ramos

Hoje com 37 anos, o atacante português Cristiano Ronaldo (Manchester United) participou em 2006 de seis das sete partidas dos lusos (que terminaram em quarto lugar). Dali em diante, esteve em todos os jogos: quatro em 2010, três em 2014 e quatro em 2018.

Hoje com 36 anos, o zagueiro espanhol Sergio Ramos (Paris Saint-Germain) participou de três das quatro partidas da Furia em 2006. Nos Mundiais seguintes, atuou em todos os jogos de sua seleção: sete em 2010 (o ano do título), três em 2014 e quatro em 2018.

16 jogos: Fernando Muslera, Manuel Neuer e Thomas Müller

Hoje com 36 anos, o goleiro uruguaio Muslera (Galatasaray) participou de todos os compromissos da Celeste nas últimas três Copas do Mundo. Foram sete partidas em 2010 (quando a seleção sul-americana foi a quarta colocada), quatro em 2014 e cinco em 2018.

Tanto o goleiro Neuer, de 36 anos, quanto o meia/atacante Müller, de 33 (dois atletas do Bayern de Munique), estiveram em seis dos sete jogos da seleção alemã em 2010, nos sete de 2014 (o ano do tetracampeonato) e nos três de 2018.

Perspectivas para 2022

Sete é o número máximo de partidas que um jogador pode fazer numa Copa do Mundo. Consequentemente, o único homem em atividade que pode superar os 25 jogos de Matthäus já neste ano é Messi.

É até provável que isso aconteça. A Albiceleste do técnico Lionel Scaloni é uma das três principais candidatas ao título. Mesmo que seja derrotada nas semifinais, a equipe ainda teria a disputa pelo terceiro lugar.

Também são consideráveis as chances de que Portugal ou Alemanha terminem entre os quatro melhores. Se assim for, Cristiano Ronaldo, Neuer e Müller podem ultrapassar os 23 jogos de Maldini.

A Espanha de Sergio Ramos também está bem cotada para ser uma das semifinalistas. A questão é que o experiente zagueiro do PSG vem sofrendo com uma série de lesões ultimamente e, se for ao Catar, deve passar a maior parte do tempo no banco de reservas.

O desafio de Muslera também é enorme. Primeiro, porque a lógica sugere que o Uruguai seja eliminado nas quartas de final (fazendo, portanto, cinco jogos); segundo, porque o titular da baliza da Celeste provavelmente será Sergio Rochet (que joga pelo Nacional).

Perspectivas para 2026

Outro ponto relevante para essa nossa discussão diz respeito a quais dos seis veteranos aqui analisados podem estar na Copa do Mundo de daqui a quatro anos (a ser realizada no Canadá, no México e nos Estados Unidos).

E é aí que crescem as chances de Cristiano Ronaldo ocupar o topo do ranking de jogos. Enquanto Messi disse há poucas semanas que Catar será o seu último Mundial de seleções, o português afirmou há cerca de um ano que pretende estar também no de 2026.

É quase inimaginável que, com 41 anos, Cristiano ainda vá ser titular da Seleção das Quinas a essa altura (isso se ainda for convocado por quem quer esteja treinando a equipe na ocasião). Mas de CR7 pode-se esperar qualquer coisa.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies