Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Vitória
  1. Futebol
  2. Brasileirão

O Vitória se reorganiza para a Série A

Tendo mantido seus destaques de 2023, os «rubro-negros» retornam à elite nacional com ambições elevadas.

Após dois acessos seguidos no Campeonato Brasileiro, o Esporte Clube Vitória buscou montar um elenco competitivo para 2024. Mas, para o leão da barra, tão importante quanto a chegada de dezenas de reforços foi a permanência do técnico Léo Condé e dos protagonistas na conquista da Série B.

A maior das surpresas de 2023

O Vitória do técnico João Burse chegou à temporada passada cheio de esperanças pela conquista do acesso na Série C 2022 e pela contratação de nomes como o meia/atacante Osvaldo e o centroavante Léo Gamalho. No entanto, os rubro-negros decepcionaram no primeiro trimestre de 2023 ao serem eliminados na primeira fase da Copa do Brasil, da Copa do Nordeste e do Campeonato Baiano.

Burse foi demitido ainda em fevereiro. Dali em diante o treinador seria Léo Condé, que na Série B 2022 terminou em quinto lugar com os maranhenses do Sampaio Corrêa. Entre os doze reforços dos baianos para a Série B 2023 havia o zagueiro Wagner Leonardo e o meia Giovanni Augusto. Conseguiriam eles tornar o leão uma equipe capaz de lutar pelo segundo acesso em dois anos seguidos?

Essa incógnita se justificava porque, apesar de o elenco contar com diversos jogadores que haviam passado por clubes grandes do país (além dos quatro acima mencionados podemos destacar o lateral-direito Zeca e o meia Wellington Nem), esperava-se que os novos reforços levassem semanas ou meses até conseguirem o entrosamento necessário para mostrar seu melhor futebol.

O que se presenciou a partir de meados de abril foi justamente o contrário: os rubros-negros soteropolitanos conquistaram 100% de aproveitamento nas cinco primeiras rodadas. Dali em diante o leão oscilou, mas seus nove jogos seguidos sem sofrer gols como mandantes mostraram-se determinantes para a conquista do acesso e do título da Série B com duas rodadas de antecedência.

Dois nomes de peso para 2024

A revolução do Vitória na Segunda Divisão se deveu muito a Ítalo Rodrigues, anunciado como o diretor de futebol em 12 de março do ano passado. Sua reformulação do elenco rubro-negro para a temporada 2023 funcionou tão bem que para o primeiro trimestre de 2024 a diretoria lhe deu o aval para contratar outros vinte atletas. (Nenhum outro clube da elite nacional se reforçou tanto.)

Entre os recém-chegados, dois nomes chamam a atenção por terem passagem pela seleção brasileira: o meia Luan, campeão da Copa Libertadores pelo Grêmio em 2017 (quando recebeu do jornal uruguaio El País o prêmio de melhor atleta em atuação na América do Sul), e o centroavante Luiz Adriano, hexacampeão ucraniano com o Shakhtar Donetsk (clube que defendeu entre 2007 e 2015).

Luan está com 30 anos (completa 31 daqui a três dias) e é uma incógnita dos pontos de vista técnico e emocional; Luiz Adriano tem 36 (completa 37 mês que vem) e vinha sendo pouco utilizado no Internacional. Ambos podem utilizar como motivação nesta passagem pelo Vitória a oportunidade de provar que terão condições de chegar a 2025 em nível condizente com o de um atleta de Série A.

Um destaque menos óbvio

Luan estreou em 21 de fevereiro, no segundo tempo do empate por 1 x 1 com o Náutico pela Copa do Nordeste; um mês depois, o meia segue sem ter integrado o onze inicial uma vez sequer. Em relação a Luiz Adriano há ainda menos que dizer: tendo sido anunciado em 5 de março, o atacante estreou no Ba-Vi de quarta passada.

As peças-chave do Vitória seguem sendo em sua maioria remanescentes da temporada anterior, como os já citados Wagner Leonardo, Zeca e Osvaldo. Um reforço que muito tem agradado é o centroavante Alerrandro, que conta com oito participações diretas em gols (seis tentos e duas assistências) em quatorze partidas.

Emprestado pelo Bragantino até ao fim da temporada, Alerrandro brilhou nos dois clássicos com o Bahia: em 18 de fevereiro, um gol e uma assistência no triunfo por 3 x 2 pela primeira fase do Campeonato Baiano; em 20 de março, o gol da derrota por 2 x 1 pela primeira fase da Copa do Nordeste. Não será fácil tirá-lo do time titular.

Segue a busca por novos nomes

Em relação a futuras contratações, cabe lembrar que a janela de verão se encerrou em 7 de março e a de inverno abre em 10 de julho (e vai até 2 de setembro). Ainda assim, será possível trazer jogadores entre os dias 1 e 19 de abril se estes tiverem sido inscritos em algum dos nossos 27 campeonatos estaduais disputados em 2024.

Mesmo com tantos reforços recentes, o Vitória ainda pensa em contratar no mês que vem. Quem o garantiu foi o seu presidente, Fábio Mota, quando declarou no último dia da janela de verão «A ideia é ter três atletas para cada posição». Mota quer trazer mais um goleiro, um zagueiro, um lateral-direito e talvez um ponta.

Independentemente de quem vier antes da Série A, supõe-se que tanto os dirigentes quanto os torcedores do leão da barra estejam cientes de que o clube chegará cotado como um dos prováveis rebaixados. Mas, se lembrarmos que o mesmo se verificou antes da Série B 2023, parece-nos justo dar ao Vitória o benefício da dúvida.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.