Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Atalanta
  1. Futebol
  2. Itália Serie A

O que se espera da Atalanta na Serie A

A equipe de Gasperini tem tudo: qualidade, entusiasmo, ótimos atletas jovens e um sistema de jogo testado e aprovado.

[Traduzido e adaptado de «Serie A: Atalanta, quest'anno si punta in alto».]

Tendo sido apenas a oitava colocada na Série A 2021–22, a Atalanta chegou a 2022–23 como uma incógnita. Agora, vinda do quinto lugar no Campeonato Italiano, a equipe é considerada por alguns analistas até mesmo como candidata ao scudetto.

As razões? Elencamos quatro: um elenco competitivo, o entusiasmo trazido por numerosos jovens atletas, a serenidade de um ambiente que lhes permite trabalhar sem pressão e a força de um jogo devidamente testado pelo treinador Gian Piero Gasperini.

Estão aí todas as premissas para que a dea alcance uma posição ainda melhor desta vez. Mas existe uma «armadilha»: ao contrário da temporada passada, será preciso conciliar os fins de semana da Serie A com os meios de semana da Liga Europa.

Chegadas e saídas

No mercado de transferência houve várias saídas. Seguem-se as três vendas de valor mais elevado: o atacante marfinense Jérémie Boga para o Nice (18 milhões mais bônus), o zagueiro turco Merih Demiral para o Al-Ahli (20 milhões) e o atacante dinamarquês Rasmus Hojlund para o Manchester United (75 milhões mais bônus).

Houve reforços interessantes. O defensor bósnio Sead Kolasinac (vindo a custo zero do Marseille), de 30 anos, possui respeitáveis passagens por Schalke 04 e Arsenal. Quanto aos mais jovens, comecemos falando do goleiro Marco Carnesecchi. Aos 23 anos, ele volta aos nerazzurri de Bérgamo após empréstimo para a Cremonese.

O atacante Gianluca Scamacca, de 24 anos, foi comprado do West Ham (25 milhões mais bônus) após temporada pouco empolgante na Premier League. Diferente é o caso do atacante malinês El Bilal Touré, de 21 anos, comprado do Almería (28 milhões mais bônus) por ter causado boa impressão pelos andaluzes em LaLiga.

Quem também chegou foi o lateral-esquerdo holandês Mitchel Bakker, de 23 anos, vindo do Bayer Leverkusen (10 milhões de euros) após 28 aparições na Bundesliga (dezenove como titular. E mais recentemente veio o meio-campista Charles De Ketelaere, de 22 anos. O belga chega por empréstimo do Milan com opção de compra.

Só poderemos dizer com convicção qual será o elenco completo da Atalanta em 1.º de setembro, quando fecha o mercado de verão. Mas, com a permanência de jogadores como o meio-campista holandês Teun Koopmeiners, os azuis e pretos podem se dar o direito de sonhar no mínimo com o retorno à Liga dos Campeões da UEFA.

Um resumo da pré-temporada

A equipe disputou sete amistosos. Há pouco que dizer sobre as vitórias por 10 x 0 sobre o Locarno, 6 x 0 sobre o Pro Vercelli, 3 x 0 sobre o Pro Sesto e 3 x 0 sobre o Pergolettese. Já os outros três jogos foram testes bem mais interessantes.

Em 29 de julho, a dea venceu por 3 x 1 o Bournemouth (15.º colocado na última Premier League); em 5 de agosto, perdeu por 4 x 1 para o Union Berlin (4.º na última Bundesliga); e, em 12 de agosto, empatou por 0 x 0 com a Juventus.

Um possível time-base

Na primeira rodada da Serie A, Gasperini manteve o 3-5-2. Na baliza, o argentino Juan Musso foi mantido (mas Carnesecchi pode se tornar o dono da posição).

A linha de três defensiva foi composta pelo albanês Berat Djimsiti, por Giorgio Scalvini e por Kolasinac (mas o ítalo-brasileiro Rafael Tolói talvez entre no lugar de Djimsiti).

Na ala direita jogou Davide Zappacosta, e na esquerda Matteo Ruggeri (em vez de Bakker). No «miolo» do meio de campo o holandês Marten de Roon, Koopmeiners e o croata Mario Pasalic (mas o brasileiro Éderson também é opção).

Vimos no ataque dois remanescentes: o nigeriano Ademola Lookman e o colombiano Duván Zapata (que talvez perca a titularidade para Scamacca ou Touré).

O que se espera da Atalanta

Dissemos neste texto que há quem acredite ver a Atalanta lutando pela conquista do scudetto na atual temporada. As cotações sugerem que esse é um prognóstico exagerado. De fato, mesmo a classificação à Liga dos Campeões (que a dea disputou pela última vez em 2021–22) talvez seja um objetivo ousado para os bergamascos.

Vamos às cotações. Em 18 de agosto, um dia antes dos primeiros jogos desta Série A, os seis primeiros colocados no nosso mercado «Vencedor Final» eram Internazionale (2.75), Napoli (4,00), Juventus (4,33), Milan (6,00), Roma (12,00) e Lazio (15,00). A Atalanta aparecia em seguida, cotada em 29,00. (Depois vinha a Fiorentina, em 81,00.)

Por outro lado, as cotações em «Para Terminar no Top 4» (a zona de classificação ao principal torneio entre clubes da UEFA) mostravam que a equipe podia sonhar com a elite europeia. A Atalanta estava cotada em 3,00, o que representa probabilidade de 33%. É um objetivo difícil, mas Gasperini e a dea já mostraram ser capazes de alcançá-lo.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.