Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Tottenham
  1. Futebol
  2. Premier League

O que esperar do Tottenham na Premier League 2023–24

Com o grego Ange Postecoglou como seu novo treinador, os «Lilywhites» buscam deixar para trás a decepção que foi a última temporada.

[Traduzido e adaptado de «Tottenham Hotspur Premier League 2023/24 season preview».]

Estádio: Tottenham Hotspur
Técnico: Ange Postecoglou
Capitão: Song Heung-min
Artilheiro na liga anterior: Harry Kane (30 gols)
Posição na liga anterior: oitava

Cotações do Tottenham Hotspur para a Premier League 2023–24

Vencedor Final: 51,00
Para Terminar no Top 4: 5,50
Para Terminar no Top 6: 2,50

Desempenho em 2022–23

A última temporada foi sombria para os torcedores dos Spurs. Enquanto o seu arquirrival, o Arsenal, lutava pelo título com o Manchester City, o Tottenham só fez cair na tabela até terminar na oitava posição. Foram quatorze derrotas na Premier League —sua maior contagem desde as quinze sofridas em 2008–09—.

O centroavante Harry Kane foi quem chegou às redes com mais frequência, tendo marcado trinta gols. Em fevereiro, ele superou o falecido Jimmy Greaves para se tornar o maior artilheiro histórico do clube. Esse desempenho por parte do capitão da seleção inglesa foi ainda mais notável levando em conta que tudo ao seu redor parecia funcionar mal. 

18 de março foi a data em que o treinador Antonio Conte praticamente assinou a própria demissão. Nesse dia, sua equipe cedeu o empate nos minutos finais ao Southampton, fora de casa. No pós-jogo, o italiano discursou raivosamente contra tudo e todos —desde a mentalidade dos jogadores à própria cultura do clube—.

Conte saiu oficialmente em 26 de março, e pelas quatro semanas seguintes o seu ex-auxiliar técnico Cristian Stellini foi o comandante interino. De 24 de abril até o fim da temporada (isto é, até 28 de maio) o treinador interino foi Ryan Mason (que já comandara a equipe após a saída do português José Mourinho, em 2021).

Perspectivas para 2023–24

Vindo de sua pior temporada em anos, o Tottenham tem muito que construir. Seu novo comandante é Ange Postecoglou, anunciado em 6 de junho. O grego é um treinador pouco conhecido para os que acompanham o futebol inglês, e talvez isso jogue a favor dos londrinos nos primeiros meses de 2023–24.

Houve algumas contratações bastante auspiciosas, das quais destacamos James Maddison. Para tirar esse meia de 26 anos do recém-rebaixado Leicester, os Lilywhites pagaram às Foxes 40 milhões de libras esterlinas. O outro reforço vindo de um clube inglês foi o zagueiro Ashley Phillips, do Blackburn, por 2 milhões.

Para trazer o meia/atacante sueco Dejan Kulusevski da Juventus, o valor pago foi 30 milhões de libras; para trazer o lateral-direito espanhol Pedro Porro do Sporting, 34,5 milhões; para trazer o zagueiro holandês Micky van de Ven do Wolfsburg, outros 34,5 milhões (aos quais podem ser acrescentados 8,5 milhões).

Em julho, deixaram o clube o atacante brasileiro Lucas Moura (a custo zero) e o meio-campista Harry Winks (vendido ao Leicester por 10 milhões de euros). Em 12 de agosto, oficializou-se a transferência de Kane para o Bayern de Munique por 110 milhões de euros (a maior contratação da história da Bundesliga).

O treinador: Ange Postecoglou

Desde a saída de Conte, alguns técnicos conhecidos foram especulados no Tottenham (entre eles Luis Enrique, Julian Nagelsmann e Thomas Tuchel). Houve surpresa, portanto, quando o chairman Daniel Levy optou por Ange Postecoglou.

Postecoglou, hoje com 57 anos, é um ex-jogador nascido na Grécia mas criado na Austrália. Como defensor, se destacou pelo South Melbourne a ponto de defender a seleção australiana. Encerrou a carreira com menos de 30 anos, em 1994.

Em 1996 ele já era o treinador do South Melbourne, e entre 2013 e 2017 comandou os Socceroos. Com sua vinda para o Tottenham, Postecoglou tornou-se ao mesmo tempo o primeiro grego e o primeiro australiano a treinar na Premier League.

O greco-australiano disse «adorar uma reconstrução», e esse é o desafio que terá pela frente. Na última temporada os Lilywhites pareceram ter perdido a fé em si, e agora precisam de alguém que lhes ajude a recuperar a autoconfiança.

Em 2021, Postecoglou chegou a um Celtic que até certo ponto vivia momento parecido com o do Tottenham de hoje. Na temporada anterior, os Bhoys fracassaram em sua tentativa de conquistar o Campeonato Escocês pela décima vez seguida.

Logo em sua primeira temporada à frente dos alviverdes de Glasgow, ele conquistou a Scottish Premiership e a Scottish League Cup. E em 2022–23 ele obteve a «tríplice coroa», ao conquistar ambas as competições e também a Scottish Cup.

As equipes comandadas por Postecoglou costumam ter a bola e exercer pressão alta sem ela. Ele também gosta de defensores que saibam sair jogando. (Em inglês, um atleta com essas características é conhecido como inverted full-back.)

Repetia-se no Celtic de Postecoglou o mantra de que o time «nunca parava» durante os jogos. A crença era de que intensidade e transições rápidas os levariam a aproveitar momentos em que seus adversários estivessem desprevenidos.

Jogador-chave: Richarlison

Desde que chegou à equipe, em julho passado, o atacante brasileiro Richarlison ainda está para mostrar aos torcedores londrinos do que é capaz. Em 2022–23, ele lutou para ganhar espaço com Conte.

Mas, considerando o quanto o «pombo» brilhou no mais recente Mundial de Seleções, é possível que ele se torne o astro do Tottenham em 2023–24. Com a saída de Kane, a torcida espera muito dele.

O estilo de jogo de Richarlison guarda semelhanças com o do japonês Kyogo Furuhashi, que foi o goleador do Celtic de Postecoglou. Ambos podem ser considerados «camisas 9» de muita movimentação.

Hoje, o capixaba de 26 anos está cotado em 41,00 para ser o artilheiro da Premier League. Com essa mesma cotação aparecem Ollie Watkins (Aston Villa), Callum Wilson (Newcastle) e Bukayo Saka (Arsenal).

Jogador a ser observado: Destiny Udogie

O italiano Destiny Udogie foi contratado da Udinese no verão passado, mas logo em seguida foi emprestado a esse mesmo clube. Hoje, com 20 anos, este lateral/ala-esquerdo que defendeu os azzurri na última Euro Sub-21 chegou para ficar.

Udogie impressionou no segundo tempo do amistoso com o West Ham, em 18 de julho. Tendo entrado no lugar do zagueiro Japhet Tanganga, ele se adaptou bem à função de inverted full-back e marcou o segundo gol do Spurs na derrota por 3 x 2.

No amistoso seguinte, contra os singapurenses do Lion City Sailors, em 26 de julho, ele foi o titular da lateral esquerda. Na ocasião, Postecoglou disse que o italiano se encaixa «no perfil que estamos buscando» para um lateral.

O mercado e um possível time-base

principais chegadas

jogadorequipe anteriorvalor (em milhões de libras)
James MaddisonLeicester40,0
Micky van de VenWolfsburg34,5 (+ 8,5)
Pedro PorroSporting34,5
Dejan KulusevskiJuventus30,0
Guglielmo VicarioEmpoli17,2

principais saídas

jogadornova equipevalor (em milhões de libras)
Harry KaneBayern de Munique100,0
Harry WinksLeicester10,0
Lucas MouraSão Paulo

possível time-base

O esquema tático seria o 4-3-3: Guglielmo Vicario; Pedro Porro, Cristian Romero, Micky van de Ven e Destiny Udogie; Yves Bissouma, Giovanni Lo Celso e James Maddison; Dejan Kulusevski, Richarlison e Son Heung-min.

Outros atletas no elenco são Hugo Lloris (goleiro), Eric Dier e Ashley Phillips (zagueiros), Emerson Royal (lateral-direito), Ivan Perišić, Pierre-Emile Højbjerg e Rodrigo Bentancur (meio-campistas) e Bryan Gil (atacante).

Desempenho recente na Premier League

temporadaposição
2022–238.ª
2021–224.ª
2020–217.ª
2019–206.ª
2018–194.ª

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.