Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
tênis
  1. Tênis

O que esperar de Nadal em 2023

O Aberto da França parece ser o grande objetivo do espanhol para o próximo ano, embora ele queira ganhar ainda outro Grand Slam e manter um ritmo competitivo em todas as superfícies.

Rafael Nadal enfrenta a nova temporada com otimismo, embora todos saibamos que essa poderá ser sua última como jogador profissional de tênis. O espanhol tem 36 anos, sofre de problemas físicos recorrentes, e fica cada vez mais difícil manter um bom nível diante de um calendário ATP muito exigente.

Como é normal, as lesões se tornaram uma constante e os processos de recuperação são cada vez mais lentos. Isso o impediu de ter uma boa atuação em vários torneios e, ao mesmo tempo, levou a uma pequena quebra de motivação para atingir metas mais ambiciosas, dado que o tenista espanhol já ganhou praticamente tudo em sua carreira gloriosa.

Lutando pela primeira posição no ranking ATP?

Esta temporada foi uma das melhores da carreira esportiva de Nadal, pois ele disputou 47 partidas com um saldo de 39 vitórias e oito derrotas. Tudo isso, apesar das duas lesões que o afastaram dos torneios Indian Wells Masters e Aberto da Inglaterra, e afetaram grande parte de sua agenda.

Sua boa série de resultados lhe permitiu subir para o segundo lugar no ranking ATP, superado apenas por outro espanhol, o jovem Carlos Alcaraz. Por essa razão, ele tem boas chances de conquistar novamente a liderança da tabela, embora esse não seja um objetivo prioritário no planejamento de sua temporada.

Verifique o atual Top-10 do ranking ATP:

1º Carlos Alcaraz (6820 pontos)

2º Rafael Nadal (6020 pontos)

3º Casper Ruud (5820 pontos)

4º Stéfanos Tsitsipás (5550 pontos)

5º Novak Djokovic (4820 pontos)

6º Félix Auger-Aliassime (4195 pontos)

7º Daniil Medvedev (4065 pontos)

8º Andrey Rublev (3930 pontos)

9º Taylor Fritz (3355 pontos)

10º Hubert Hurckacz (2905 pontos)

Objetivo principal: Aberto da França

O Aberto da França será mais uma vez a grande data de Nadal no calendário da ATP, já que o espanhol busca seu 15º título no saibro de Paris. Na verdade, ele ganhou 14 de suas 18 participações neste torneio, o que automaticamente o torna favorito indiscutível para levantar o troféu mais uma vez.

Naturalmente, a preparação para o torneio na capital francesa começará alguns meses antes com o Masters 1000 de Monte Carlo, o torneio Conde Godó em Barcelona, o ainda os Masters 1000 de Madri e de Roma. O espanhol não deverá participar de todos estes eventos, gerindo sua forma física e cansaço, mas participará de vários a fim de obter algum ritmo competitivo antes do Aberto da França.

Além disso, ganhar este troféu é muito importante para consolidar sua posição como o tenista masculino com mais títulos de Grand Slam em seu palmarés, já que Novak Djokovic está apenas um atrás dele. Isto também sugere que os restantes torneios principais, de nível Grand Slam, serão uma prioridade.

Claro que isso reduzirá a temporada 2023 de Nadal à preparação para esses grandes eventos do calendário, jogando nos torneios anteriores para se preparar, mas sem a obrigação de alcançar um bom resultado.

O espanhol é o atual campeão do Aberto da Austrália e tem boas chances de renovar seu título e de conquistar de novo o Aberto da França. Nos torneios de Grand Slam, suas chances são menores tanto na Inglaterra quanto no Aberto dos EUA, mais propícios ao estilo de jogo de Djokovic.

Verifique as datas dos quatro Grand Slams da temporada 2023 de tênis:

Aberto da Austrália: 16 - 29 de janeiro

Aberto da França: 28 de maio - 11 de junho

Aberto da Inglaterra: 3 - 16 de julho

Aberto dos Estados Unidos: 28 de agosto - 10 de setembro

Os negócios inacabados de Nadal

Parece incrível, mas existem, de fato, alguns torneios importantes que Nadal não conseguiu vencer até agora na sua carreira. Por essa razão, ele poderia priorizá-los em relação a outros eventos com a intenção de acrescentar estes prêmios a uma lista enorme de sucessos.

O mais importante será o ATP Finals, torneio no qual ele chegou à final duas vezes em 11 participações. O grande problema desse torneio para o espanhol tem a ver com as datas, pois é o fecho da temporada e ele nunca está em boa forma.

Os outros torneios onde ele nunca venceu são os Masters 1000 de Miami, Shanghai e Paris. De notar que o torneio disputado em solo chinês é relativamente recente e Nadal ganhou esse prêmio quando o evento foi realizado em Madri.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.