Pular para conteúdo
Registre-se
futebol
  1. Futebol
  2. Premier League

Futebol Internacional: O projecto de Ten Hag

Erik Ten Hag foi apresentado como o novo treinador do Manchester United e o confiante neerlandês garante estar pronto para o desafio que o espera em Old Trafford.

Artigo originalmente publicado em 25 de maio de 2022

O técnico trocou Amsterdão por Manchester, deixando para trás o Ajax cuja equipa principal liderou durante um período de cinco anos, com vários sucessos incluindo três títulos da Eredivisie, duas Taças dos Países Baixos  e uma Supertaça.

Na sua primeira conferência de imprensa ao leme do Manchester United, o neerlandês de 52 anos mostrou-se optimista quanto ao futuro enquanto se prepara para restaurar o clube às suas antigas glórias.

Ten Hag torna-se assim o quinto treinador permanente dos red devils desde que Sir Alex Ferguson se reformou em 2013 - um sintoma revelador de um clube em dificuldades que tem lutado para competir com os grandes rivais Manchester City e Liverpool nos últimos anos.

Esta época, o Manchester United teve mais uma fraca prestação e não foi além do sexto lugar da Premier League com o seu total de pontos mais baixo de sempre no campeonato - apenas 58.

Além disso, o clube onde alinham por portugueses Bruno Fernandes, Cristiano Ronaldo e Diogo Dalot, marcou apenas 57 golos no total do campeonato inglês e sofreu igual número de tentos.

Ainda assim, o sexto lugar garante acesso à fase de grupos da Liga Europa, e Ten Hag terá ambições nacionais e europeias para o seu novo clube.

Um grande trabalho de reconstrução

Muito tem sido dito e escrito sobre o enorme trabalho de reconstrução que Ten Hag tem nas suas mãos, mas o técnico deixou claro nesta primeira conferência de imprensa que em primeiro lugar vai avaliar os jogadores que herdou e só depois irá decidir quem fica na equipa e quem não é necessário no plantel.

No entanto, tudo indica que pelo menos oito elementos da equipa principal podem estar de saída no mecado de transferências de Verão, e quando questionado especificamente sobre essas possíveis baixas, Ten Hag deu uma resposta algo aberta, dizendo que ainda estava "no processo de análise" do plantel mas, reveladoramente, admitiu que "o plano é enorme e temos pouco tempo". Enquanto falava, era claro que o treinador está ciente da dimensão da tarefa que tem pela frente.

Como a maioria dos novos treinadores quando chegam a um novo clube, o experiente ex-chefe do Utrecht e do Ajax enviou uma mensagem ao plantel, explicando que terão oportunidade de mostrar o seu talento e de o tentar impressionar. Além disso, fez questão de salientar positivamente que, apesar das críticas justificadas que receberam esta época, um grupo de jogadores muito semelhante conseguiu terminar em segundo lugar na Premier League na temporada anterior.

"Estou ansioso por trabalhar com estes jogadores. Na época anterior, este plantel era o segundo na liga inglesa, pelo que existe um enorme potencial. Penso que se melhorarmos, se trabalharmos com eles, penso que podemos conseguir mais do que o resultado desta época", afirmou aos jornalistas.

Uma imediata luta pelo título?

É pouco provável que Ten Hag, embora bastante positivo sobre o impacto que sente que pode causar, espere que o United vá lutar pelo título nesta sua primeira temporada no comando. Os Red Devils têm apenas 20/1 odds de conquistar a Premier League na próxima temporada, mas 1/1 odds de regressar ao Top 4 e terminar nos primeiros quatro primeiros da tabela, um alvo que parece muito mais realista para o novo técnico enquanto prepara a equipa para vôos maiores.

O emblema de Manchester, que tem 2/5 odds de ficar novamente entre os seis primeiros na próxima temporada, acaba de terminar 35 pontos atrás dos campeões e vizinhos City e 34 atrás dos tradicionais rivais do Liverpool.

No confronto directo, esta época, perderam 4-1 e 2-0 para a equipa de Pep Guardiola e foram goleados por 5-0 e 4-0 pelos reds de Jurgen Klopp, mostrando claramente a diferença entre a situação dos clubes. No entanto, Ten Hag fez questão de dizer que acredita que o seu United vai poder competir com os dois primeiros o mais rapidamente possível. O neerlandês falou da sua admiração por ambas as equipas e pelos seus respectivos vitoriosos treinadores, mas advertiu que "há sempre uma altura em que uma era chega ao fim".

Com certeza, Ten Hag espera dar início a um período de sucesso para o clube recordista de títulos da Premier League, galardão que já alcançaram 13 vezes, mas que agora, indiscutivelmente, atravessa o ponto mais baixo da sua história recente.

Quem é Ten Hag?

Esta é sem dúvida a questão que muitos dos adeptos do United terão colocado, dado que o nome e sucesso de Erik ten Hag nem sempre tem sido reconhecido pelo mundo do futebol.

Como futebolista, o neerlandês teve uma carreira pouco brilhante e retirou-se dos relvados em 2002, quando tinha apenas 32 anos. Depois passou pela equipa técnica de Steve McClaren no Enschede e subiu a treinador principal pela primeira vez ao comando dos Go Ahead Eagles.

Depois de uma passagem pelo Bayern Munique II, começou a fazer-se notar ao serviço do Utrecht, conduzindo o clube ao quinto lugar na sua primeira época como treinador e à quarta posição na segunda. Em Dezembro de 2017 foi contratado para tomar as rédeas do Ajax, e desde então o seu currículo enriqueceu consideravelmente com várias conquistas a nível nacional. Além disso, foi responsável por levar o clube à semifinal da Champions League na temporada 2018/2019, algo que não acontecia desde 1997.

Apostas de Futebol

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies