Pular para conteúdo
Registre-se
tênis
  1. Tênis

Notícias da semana no Tênis

Novak Djokovic sente o carinho da torcida na Austrália e se encontra motivado para ganhar o seu 22º título de Grand Slam.

Sem rancor, Novak Djokovic se sente acolhido na Austrália

Novak Djokovic disse na terça-feira que a recepção que recebeu na Austrália foi mais do que ele poderia desejar e que as boas vibrações serão refletidas em seus jogos, já que ele almeja o 22º título de Grand Slam este mês. 

A estrela sérvia, que vai disputar a décima coroa no Aberto da Austrália, está de volta ao país um ano depois de ter sido impedido de competir por se recusar a se vacinar contra a Covid-19. 

Ele foi impedido de retornar por três anos, mas o governo suspendeu a proibição e Djokovic fez um retorno vitorioso no Adelaide International, derrotando o francês Constant Lestienne por 6–3 e 6–2.

O jogador de 35 anos foi recebido calorosamente quando jogou uma partida de duplas na última segunda-feira e recebeu tratamento semelhante em uma quadra central lotada.

"É ótimo estar de volta. Ver a casa lotada para minha primeira partida foi definitivamente uma surpresa muito agradável. Muito apoio, muito amor", disse ele em entrevista coletiva.

"Isso obviamente me motivou e permitiu que eu me expressasse da melhor maneira possível na quadra com meu jogo. Muitas bandeiras da Sérvia, sei que a comunidade sérvia aqui em Adelaide é grande, mas não pensei que viriam tantas pessoas e agradeço muito a eles" 

O Aberto da Austrália do ano passado foi ofuscado por Djokovic ter sido colocado em um avião na véspera da competição, após uma batalha legal de alto risco sobre seu status de visto. Deixou um gosto amargo, mas ele "não guardou rancor" e seguiu em frente.

"Foi diferente vir para a Austrália este ano do que em qualquer outro ano, basicamente por causa dos eventos de 12 meses atrás", disse ele. "Mas, ao mesmo tempo, 12 meses também é muito tempo, já passou, segui em frente e estou ansioso."

"Não há razão para focar... o que você foca é o que você se torna, se você focar no negativo é o que você vai se tornar, então eu não quero fazer isso. Não guardo rancor, estou aqui para jogar tênis, curtir o esporte e espalhar boas energias." Ele acrescentou: "Desde o primeiro dia, as pessoas têm sido muito gentis e generosas comigo. No geral, uma ótima experiência até agora."

Djokovic também ficou feliz com a forma como jogou no início da temporada, o que é um bom presságio para sua campanha no Aberto da Austrália em Melbourne Park a partir de 16 de janeiro.

"Obviamente, a primeira partida após um intervalo mais longo é complicada, você não sabe como vai começar", disse ele. "Estou feliz por ter conseguido fazer tudo bem, estava concentrado, estava composto do primeiro ao último ponto."

Rafael Nadal é derrotado novamente

O número dois do mundo, Rafael Nadal, teve a segunda derrota consecutiva na United Cup na segunda-feira, em um revés em sua preparação para o Aberto da Austrália. 

Além dele, teve também mais sofrimento para o ex-número dois do mundo Alexander Zverev, que, como Nadal, sofreu uma segunda derrota no início de sua temporada, desta vez nas mãos de Taylor Fritz. 

O espanhol Nadal, 22 vezes vencedor do Grand Slam, caiu surpreendentemente em sua partida de abertura da temporada no sábado para o 14º colocado Cameron Norrie. 

E ele sucumbiu novamente após vencer o primeiro set, perdendo por 3-6, 6-1, 7-5 para o australiano Alex De Minaur, 24º classificado, em Sydney, incluindo a derrota de seis jogos consecutivos no segundo set. 

"Honestamente, não poderia estar mais feliz por ter conseguido minha primeira vitória sobre Rafa nesta quadra, não é segredo que esta é a minha quadra favorita no mundo", disse De Minaur.

 "Rafa é um grande competidor e o que ele foi capaz de fazer neste esporte é realmente impressionante, então estou honrado. É um sonho tornado realidade."


A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies