Pular para conteúdo
pt-br ACESSAR Esportes bet365
NBA
  1. Basquete
  2. NBA

NBA: Mexidas no elenco dos Warriors

Chris Paul fraturou a mão no último jogo e vai precisar de cirurgia, mas entretanto Draymond Green foi liberado para retornar à quadra.

Na sexta-feira, o Golden State Warriors bateu o Detroit Pistons por 113 a 109, mas nem tudo eram boas notícias no final. O armador veterano Chris Paul teve de deixar a quadra aos seis minutos do terceiro quarto após contato com Jaden Ivey, quando tentava pegar um rebote longo.

Pouco depois do apito final, o time confirmou a fratura na mão esquerda e a necessidade de cirurgia para corrigir a lesão. A intervenção deve acontecer já na próxima semana, mas não há ainda nenhuma estimativa para o possível retorno de Paul.

Lembramos que o veterano de 38 anos, chegou ao Warriors na offseason após uma mudança do Phoenix Suns através de uma troca com o Washington Wizards e apresenta média de 9 pontos e 7,3 assistências. 

Apesar de ter apenas 27 minutos de jogo em média, o armador tem sido bem importante e o time de San Francisco, que ocupa atualmente a décima posição na Conferência Oeste - zona de classificação ao play-in - com uma campanha de 17 vitórias e 18 derrotas, terá um grande desafio para se ajustar em sua ausência.

Ao mesmo tempo, o técnico Steve Kerr terá oportunidades de testar outros jogadores no elenco, enquanto busca melhorar seus registros e subir na tabela para chegar nos playoffs – algo que tem odds de 2,30 para acontecer.

Com essa baixa, os Warriors ficariam com duas vagas abertas no elenco, mas uma foi automaticamente preenchida, dado que a NBA anunciou a reintegração do veterano Draymond Green após 12 jogos de suspensão.

O retorno de Green

O ala-pivô estava suspenso desde o dia 13 de dezembro, após agressão a Jusuf Nurkic, pivô do Phoenix Suns, mas foi agora liberado, conforme anuciado pela NBA no sábado.

Durante o período de suspensão, Green participou de um programa de aconselhamento individual, com representantes da franquia, da Associação Nacional de Jogadores de Basquete e da Liga Norte-americana de Basquete, no qual "demonstrou seu compromisso em adequar sua conduta aos padrões esperados dos jogadores da NBA", informou a liga para justificar a reintegração do atleta.

Os encontros virtuais periódicos vão continuar durante a restante temporada para mapear a evolução de Green, que é reincidente em agressões a outros atletas em quadra. Lembramos que o ala-pivô tinha estado ausente cinco jogos em novembro por dar uma gravata no pivô do Minnesota Timberwolves, Rudy Gobert, e que também tinha sido suspenso após pisar o peito de Domantas Sabonis, do Sacramento Kings, nos playoffs da última temporada.

Agora, Green fica disponível para reintegrar o elenco dos Warriors de imediato, e poderia até mesmo jogar neste domingo, contra o Toronto Raptors - jogo marcado para as 22h30 de Brasília, no Chase Centre.

No entanto, é importante lembrar que com a suspensão o veterano perdeu inevitavelmente ritmo competitivo e, segundo informações da ESPN norte-americana, deverá precisar de uma semana de treinos até realmente estar apto a jogar.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.