Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
NBA
  1. Basquete
  2. NBA

NBA: As mais incríveis viradas de 3-1 nos playoffs

Na história dos playoffs da NBA, 13 equipes já evitaram a eliminação após estar perdendo por 3 a 1 na série. Agora lembramos as sete viradas que aconteceram no século XXI.

Virar uma desvantagem de 3 a 1 é o melhor que já foi visto na NBA, por nenhuma equipe jamais se recuperou de uma desvantagem de 3 a 0.

Aqui, relembramos as viradas de sucesso que aconteceram nos playoffs da NBA desde o ano 2000.

Pistons vs. Magic (Primeira rodada de 2003)

Tracy McGrady marcou 43, 46, 29 e 27 pontos nos quatro primeiros jogos do playoff, ajudando o Magic a abrir vantagem de 3 a 1 contra o Pistons. Após esse quarto jogo, T-Mac afirmou: "É uma sensação boa chegar à segunda rodada."

Mas cedo demais, pois faltava entrar em cena Tayshaun Prince, que era relativamente desconhecido em 2003.

Ele foi inserido na escalação para travar McGrady, e cumpriu a função brilhantemente. O registo do astro do Magic caiu para 25,7 PPG em 36,1 FG% a partir daí e o time perdeu os três últimos jogos da série por dois dígitos, incluindo um verdadeiro atropelamento de 31 pontos no Jogo 5.

Suns vs. Lakers (Primeira rodada de 2006)

Quase quatro décadas após o primeiro confronto entre o Suns e o Lakers nos Playoffs, eles se encontraram pela 11ª vez.

Nessa ocasião, Kobe Bryant liderava a equipe de Los Angeles e Steve Nash, MVP da liga, o time de Phoenix.

O Lakers, que buscava seu primeiro campeonato desde que Shaquille O'Neal saiu para Miami, abriu vantagem de 3 a 1, graças ao cesto de Kobe na prorrogação do Jogo 4, um dos lances mais famosos da história da NBA.

O Suns venceu o Jogo 5 em casa e, em seguida, levou a melhor, por 126 a 118, em uma lendária batalha na prorrogação, com Kobe marcando 50 pontos, enquanto Nash fez 32 pontos e 13 assistências, em Los Angeles.

No jogo 7, o Phoenix derrotou o Lakers por 121 a 90, e avançou para enfrentar o Dallas Mavericks, eventual vice-campeão de 2006.

Rockets vs. Clippers (Semifinais do Oeste de 2015)

Em meados da década de 2010, o Clippers era um dos queridinhos da NBA, com os membros da "Lob City" Chris Paul, Blake Griffin e DeAndre Jordan na linha de frente. Após derrotar o então campeão Spurs na primeira rodada, o Clippers parecia um verdadeiro candidato ao título e não apenas uma equipe "divertida" da NBA.

O time de Los Angeles chegou a uma vantagem de 3 a 1, mas perdeu o Jogo 5 e tudo se desmoronou no Jogo 6. O Clippers tinha uma vantagem de 19 pontos e precisava apenas de um último quarto forte para avançar para as finais da conferência. Mas, com James Harden no banco, os jogadores do Rockets Corey Brewer (15 pontos no quarto período) e Josh Smith (14 pontos no quarto período) emboscaram os complacentes Clippers e o time de Houston superou o adversário por 40 a 15 no último período para vencer o Jogo 6 em Los Angeles.

Em seguida, venceu o Jogo 7 em casa para avançar para as finais do Oeste.

Warriors vs. Thunder (finais do Oeste de 2016), Cavaliers vs. Warriors (finais de 2016),

Apenas uma vez uma equipe superou uma desvantagem de 3 a 1 nas finais da NBA, sendo esse o esforço espetacular do Cleveland Cavaliers na série de 2016.

Os playoffs de 2016 e 2020 tiveram dois casos de equipes que viraram uma desvantagem de 3 a 1 para vencer. Nenhuma outra temporada da NBA na história teve duas reviravoltas dessas na mesma pós-temporada.

O triunfo dos Cavaliers nas finais de 2016 foi improvável não só devido à desvantagem, mas também porque eles estavam enfrentando uma das maiores equipes de todos os tempos.

O Golden State Warriors de 2016 teve o melhor registo de temporada regular da história da NBA, com 73 vitórias e 9 derrotas, e estava pronto para ganhar o segundo campeonato consecutivo. Apesar de terem sido levados ao limite (o GSW voltou de uma desvantagem de 3 a 1 nas finais do Oeste contra o Oklahoma City Thunder), os Dubs eram os favoritos para ganhar tudo e encerrar a melhor temporada da história da NBA.

Mas LeBron James, Kyrie Irving e companhia tinham outros planos.

Nos jogos 5 a 7, LeBron e Kyrie assumiram o controle enquanto os arremessadores do Golden State - Stephen Curry e Klay Thompson – estiveram discretos e Draymond Green perdeu o Jogo 5 por suspensão.

Nos três últimos jogos da série, LeBron teve uma média impressionante de 36,3 PPG, 11,7 RPG, 9,7 APG, 3 bloqueios e três roubos de bola por jogo. Ele e Kyrie combinaram para 82 pontos no Jogo 5, que provou ser crucial para o resultado da série, e se uniram de novo para selar o acordo no Jogo 7, considerado um dos melhores jogos da história da NBA.

Faltando 1:52 para o fim do jogo e com o placar empatado por 89, LeBron produziu a jogada mais icônica da série. King James perseguiu Andre Iguodala e bloqueou sua tentativa de arremesso, impedindo que o Warriors obtivesse a vantagem.

Quase exatamente um minuto depois, Irving acertou um arremesso de três pontos para interromper uma sequência de quatro minutos sem pontos de ambas as equipes. A cesta deu ao Cavs uma vantagem de 92 a 89 e, logo depois, o primeiro campeonato na história da franquia.

Nuggets vs. Jazz (primeira rodada de 2020), Nuggets vs. Clippers (semifinais do Oeste de 2020)

Os playoffs de 2020 foram incomuns em muitos aspectos, principalmente por não terem torcedores nas arquibancadas, mas os fãs do esporte foram brindados com algum do basquete mais emocionante dos últimos tempos.

Embora tenha caído nas finais da Conferência Oeste para o Lakers, o Denver Nuggets marcou seu nome nos livros de história antes disso.

Tudo começou na primeira rodada, contra o Utah Jazz, quando Donovan Mitchell e companhia chegaram a uma vantagem de 3 a 1 na série. Os 57 pontos de Mitchell no Jogo 1 deram o tom, mas o astro da equipe foi igualado por Jamal Murray, do Denver, na reta final.

Mitchell e Murray registraram dois desempenhos de 50 pontos cada na série, incluindo o Jogo 4, quando ambos ultrapassaram essa marca.

Murray, Nikola Jokić e o Nuggets venceram três jogos seguidos para fechar a série e avançar para enfrentar uma muito mais forte equipe do Los Angeles Clippers, liderada por Kawhi Leonard e Paul George.

Mais uma vez, o Nuggets ficou em desvantagem de 3-1, mas Murray e Jokic asseguraram outra virada, culminando com uma vitória decisiva no Jogo 7 para avançar às finais do Oeste.

O LAC perdeu por 15 pontos, confirmando a terceira derrota de Doc Rivers após estar em vantagem por 3 a 1 na série – tinha acontecido antes com Orlando Magic 2003 e Los Angeles Clippers 2015.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.