Pular para conteúdo
Registre-se
Estádio Esportivo

MotoGP: Portugal a postos

A quinta ronda do Campeonato do Mundo de MotoGP disputa-se amanhã no Circuito Internacional do Algarve e são esperadas muitas emoções.

Nas quatro corridas já realizadas, assistimos a duas vitórias do líder Enea Bastianini, uma do português Miguel Oliveira que conta aqui com o apoio do público, e uma para Aleix Espargaró. Um campeonato com muitas surpresas até agora, com um total de 10 pilotos a marcar lugar no pódio.

Devido a esta igualdade e diversidade de resultados, a diferença pontual no topo da classificação é muito pequena, pois desde o lider Bastianini até ao sexto classificado, Brad Binder, existem apenas 19 pontos. Entre eles estão Álex Rins - 2º, Aleix Espargaró - 3º, Joan Mir - 4º, e o actual campeão do mundo Fabio Quartararo - 5º, a lutar pelo título.

O piloto português Miguel Oliveira ocupa a nona posição, a 33 pontos do líder, e tem 8/1 odds de vencer amanhã .

Como é o GP português?

O Grande Prémio de Portugal começou a ser realizado em 2000, no circuito do Estoril e durou até 2012, quando as corridas do Campeonato Mundial de Motociclismo cessarem de se realizar em terras lusas. Depois, em 2020, a tradição foi retomada, mas desta vez no Circuito do Algarve.

Nestes últimos dois anos tivemos dois campeões diferentes, Miguel Oliveira em 2020 e Fabio Quartararo em 2021. Agora, o francês quer repetir a vitória, algo que ainda não conseguiu este ano, mas, considerando o que se tem passado esta época, há grandes possibilidades de assistirmos a um novo vencedor nesta pista, dominada pela sua longa recta e pelas 15 curvas entre médias.

Além disso, o recorde de volta mais rápida da pista foi estabelecido por Álex Rins, um piloto que tem vindo a melhorar nas últimas provas, com dois pódios consecutivos, e que tem 33/1 odds de vencer a qualitificativa desta tarde.

Quem são os candidatos ao triunfo em Portimão?

Com estes antecedentes, a corrida algarvia deverá ser muito aberta, e a pole position não teve der grande peso na decisão, dada a irregularidade de resultados a que temos assistido esta época.

Rins, como já mencionámos, está claramente a subir de forma. Começou em sétimo no Catar, depois foi quinto na Indonésia, chegou ao terceiro lugar do pódio na Argentina e terminou em segundo em Austin. Para continuar com este percurso ascendente, resta ao piloto da Suzuki vencer em Portugal e dessa forma, aumentar as suas hipóteses de terminar a época como campeão mundial, algo que tem 8/1 odds de acontecer.

Mas ninguém pode negar que o favoritismo está com Enea Bastianini. As duas vitórias alcançadas até agora destacam-no como o melhor piloto do ano, apesar de ser algo inconsistente e inexperiente. O jovem italiano de 24 anos tem talento para surpreender em qualquer pista e 11/2 odds de ser campeão mundial.

E claro, Miguel Oliveira, que vai fazer os possíveis para dar aos seus fãs mais uma vitória “em casa”. Esta manhã, o piloto português sa KTM foi o mais rápido na terceira sessão de treinos livres com o tempo de 1’50,552.

Até agora as sessões têm sido marcadas pela chuva e as previsões não são diferentes para a prova de amanhã, que começa às 13h00.

Uma curiosidade o facto de, pela primeira vez desde que abandonou o MotoGP, a super estrela Valentino Rossi ter aparecido nas boxes da VR46 Racing Team nas sessões desta manhã.

Apostas em Desportos Motorizados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies