Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Bagnaia motogp
  1. Esportes Motorizados
  2. MotoGP

MotoGP: Grande Prêmio de San Marino 2023

Bagnaia vai tentar cravar sua terceira vitória sucessiva no circuito de Misano para se distanciar ainda mais na ponta da classificação, mas será que o piloto da Ducati está apto, após a queda da última semana?

O atual campeão mundial foi liberado para voltar à pista após o terrível acidente em Montmeló, mas não deve se apresentar a 100% no Grande Prêmio de San Marino, e seus rivais diretos vão tentar se aproveitar dessa situação.

Segundo colocado da geral, Jorge Martín pode em San Marino reduzir a desvantagem de 50 pontos que tem para Pecco, mas a Aprilia sonha repetir a dobradinha da última rodada e Aleix Espargaró, que subiu ao pódio três vezes nas quatro corridas mais recentes, tem estado ao seu melhor nível e vai brigar pelo topo do pódio.

O quê:Grande Prêmio de San Marino de MotoGP
Onde:Circuito Mundial de Misano Marco Simoncelli, Itália
Quando:Domingo, 10 de setembro de 2023, às 09h00 de Brasília
Como assistir:Star+ e ESPN

Programação e horários do final de semana

Sessão

Dia

Data

Hora (Brasília)

TL1

Sexta-Feira08/09/202305h45

TL2

Sexta-Feira08/09/202310h00

TL3

Sábado09/09/202305h10

TC

Sábado09/09/202305h50

SPRINT

Sábado09/09/202310h00

GP

Domingo10/09/202309h00

Quem são os favoritos à vitória?

O principal piloto a ser batido continua sendo Bagnaia, que venceu cinco das 10 corridas desta temporada e subiu ao pódio um total de sete vezes. No entanto, o italiano não pode arriscar demasiado e pode ter que se contentar com um resultado entre os três primeiros, o que lhe permitiria gerir sua vantagem na liderança da classificação geral.

A principal alternativa é Jorge Martín, que está tendo uma boa campanha e é o piloto mais consistente do grid. NO entanto, o espanhol só subiu ao pódio em quatro ocasiões, incluindo a vitória no GP da Alemanha, e precisa dar um passo à frente se quiser continuar sonhando com o título mundial.

Em termos de forma, a grande ameaça é Aleix Espargaró, que venceu duas das três corridas mais recentes e está passando pelo melhor momento da temporada.

Por fim, Marco Bezzecchi e Brad Binder, terceiro e quarto da geral respetivamente, também têm as qualidades necessárias para aproveitar qualquer oportunidade que surja durante este final de semana.

Quem foram os últimos vencedores do GP de San Marino?

O GP de San Marino tem sido historicamente dominado por Marc Márquez, que soma um total de sete vitórias em todas as classes. No entanto, o piloto da Honda está longe do seu melhor e o desempenho da equipe japonesa não oferece garantia de sucesso.

Na verdade, o grande foco do piloto espanhol é evitar mais acidentes, mais do que brigar pela vitória. Todos os objetivos estão centrados na próxima temporada, mas a relação entre o piloto e a marca tem estado tão tensa que uma saída antes do fim do contrato não está descartada.

Essa quebra no domínio da Honda e do espanhol foi explorada com sucesso por Francesco Bagnaia, que venceu as duas edições mais recentes da prova. Um novo sucesso do italiano em San Marino permitiria que ele igualasse o número de vitórias obtidas na MotoGP por outros pilotos de ponta: Márquez, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi.

Os últimos vencedores do Grande Prêmio de San Marino:

2022: Francesco Bagnaia (Itália) - Ducati

2021: Francesco Bagnaia (Itália) - Ducati

2020: Franco Morbidelli (Itália) - Yamaha

2019: Marc Marquez (Espanha) - Honda

2018: Andrea Dovizioso (Itália) - Ducati

2017: Marc Marquez (Espanha) - Honda

2016: Dani Pedrosa (Espanha) – Honda

As características do circuito de Misano

O Circuito Mundial de Misano Marco Simoncelli já é uma instituição na MotoGP. Dedicado ao falecido piloto da Romagna, o circuito tem 4,226 km de extensão.

Os pilotos precisam passar por dezesseis curvas e três retas curtas (a mais longa tem pouco mais de 600 metros) e as muitas mudanças de direção, criam inúmeras oportunidades de ultrapassagem.

Este é um circuito de dificuldade média que exige muito do sistema de frenagem, já que na primeira curva após a reta inicial, os pilotos passam de cerca de 270 quilômetros por hora para 116. Mais difícil ainda é a curva 8, a Quercia, onde em um espaço de pouco mais de 200 metros a velocidade cai de cerca de 270 para 80 quilômetros por hora. Show garantido para os fãs!

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.