Pular para conteúdo
Registre-se
bola e rede de tênis
  1. Tênis

Menos de um mês para o Aberto da Austrália

O primeiro Grand Slam da temporada tem Iga Swiatek como a grande favorita na chave feminina, mas pelo menos cinco tenistas têm chances de ganhar o título masculino.

O Aberto da Austrália arranca na segunda-feira, 16 de janeiro e dura até o domingo, 29 de janeiro, no Melbourne Park, onde os melhores tenistas do mundo aspiram a conquistar um dos títulos mais importantes da temporada.

Damos uma olhada no evento de Melbourne e identificamos alguns jogadores que parecem bem preparados para entrar em campo.

Novak Djokovic tem odds de 6/5 para reivindicar seu décimo título do torneio, enquanto o campeão vigente Rafael Nadal tem 8/1, o número um mundial Carlos Alcaraz tem 4/1 e o favorito da casa, Nick Kyrgios, tem 7/1.

No evento feminino, Ashleigh Barty seria a campeã em defesa, mas a favorito local se aposentou em 2022, então a número um do mundo Iga Swiatek tem odds de 2/1.

Quatro vezes campeã de Grand Slam e vencedora na Austrália em 2021, Naomi Osaka tem 8/1, enquanto a vencedora da WTA Tour Finals Caroline Garcia tem 9/1, e Aryna Sabalenka 10/1.

Mais uma luta entre Nadal e Djokovic?

Rafael Nadal chega como o atual campeão do torneio, mas o espanhol só conquistou dois títulos nas seis finais que disputou. A superfície dura e as condições da pista não jogam a seu favor, por isso ele não é o grande favorito para manter o título.

No entanto, o espanhol é conhecido por sua capacidade de superação e, sem dúvida, tentará dificultar as coisas para seu principal rival: Novak Djokovic. O sérvio é o favorito nas apostas, até porque já ganhou nove troféus no Aberto da Austrália, vencendo todas as finais que disputou até agora.

No momento, Nadal lidera a lista dos jogadores com mais títulos do Grand Slam (22), mas Djokovic pode igualá-lo (21) e essa pode ser uma motivação extra para os veteranos.

Os últimos vencedores do Open da Austrália:

2022: Rafael Nadal

2021: Novak Djokovic

2020: Novak Djokovic

2019: Novak Djokovic

2018: Roger Federer

2017: Roger Federer

2016: Novak Djokovic

2015: Novak Djokovic

Entretanto, há uma nova geração de jogadores que deram um passo à frente e já sabem o que é ter sucesso em torneios de nível máximo. Isso lhes confere chances reais de ganhar o Aberto da Austrália de 2023, já que têm potencial para lutar por objetivos ambiciosos e podem até bater os melhores jogadores da história.

O primeiro nome que vem à tona é o de Carlos Alcaraz, atual número um do ranking ATP e vencedor do Aberto dos EUA. O jogador espanhol terminou a temporada passada com problemas físicos, mas deve estar em plena forma para o novo ano, onde pode continuar fazendo história.

Outro jogador a ter em conta é Daniil Medvedev, que perdeu as duas finais mais recentes deste Grand Slam. O russo está saindo de uma temporada inconsistente, mas ele se adapta muito bem às condições da quadra na Austrália e tem qualidade suficiente para vencer qualquer adversário.

Finalmente, Nick Kyrgios, Jannik Sinnner ou Stéfanos Tsitsipás são as principais alternativas, embora estejam um escalão abaixo dos principais adversários. Todos os três têm experiência neste tipo de partida, mas nunca ganharam um título desse nível.

Notícias relacionadas

Saiba tudo sobre o Aberto da Austrália

O que esperar de Nadal em 2023

Cinco estrelas em ascensão a se observar no circuito ATP

O que está reservado na chave feminina?

Todos os olhos estarão voltados para Iga Swiatek, que ganhou o Aberto da França e o Open dos EUA no ano passado. Sua consistência permite que ela lidere o ranking WTA com uma grande diferença de pontos em relação a suas principais rivais, ao mesmo tempo que é a jogadora mais em forma do circuito.

A tenista polonesa é a favorito indiscutível para ganhar o troféu, embora existam outras alternativas possíveis, como Caroline Garcia, Aryna Sabalenka, Ons Jabeur ou Cori Gauff. No entanto, nenhuma dessas jogadoras sabe o que é ganhar um torneio de alto nível, oferecendo oportunidades a outras candidatas que estão longe de serem as melhores nesse momento.

Este é o caso de Naomi Osaka, Garbiñe Muguruza e Paula Badosa, que precisam recuperar sua confiança com um bom resultado no Aberto da Austrália.

As duas espanholas desapareceram das primeiras posições do ranking e seus resultados no ano passado foram fracos, mas elas demonstraram em muitas ocasiões que têm a capacidade para lutar por sonhos mais altos.

As últimas vencedoras do Aberto da Austrália:

2022: Ashleigh Barty

2021: Naomi Osaka

2020: Sofia Kenin

2019: Naomi Osaka

2018: Caroline Wozniacki

2017: Serena Williams

2016: Angelique Kerber

2015: Serena Williams

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies