Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Brasileiros - Primeira Liga
  1. Futebol
  2. Outras Ligas

Maiores brasileiros na história da Primeira Liga

São muitos os jogadores que todos os anos deixam o Brasil para figurar no campeonato português de futebol, e muitos foram fazendo história e se tornando ídolos nos clubes por onde passando.

Com tantos nomes talentosos brilhando nos gramados portugueses, fica difícil escolher os melhores, mas selecionamos alguns dos brasileiros que mais se destacaram na Primeira Liga. E embora fosse expectável ver vários artilheiros, temos um surpreendente número de zagueiros brasileiros se virando astros em Portugal.

Para facilitar a listagem, ficaram automaticamente de fora atletas que se naturalizaram portugueses, como Deco e Pepe, por exemplo.

Ricardo Gomes

Um dos grandes zagueiros brasileiros, Ricardo Gomes defendeu o Fluminense, Benfica e PSG e brilhou em todos, mas é no time benfiquista, por onde passou duas vezes, que ele é idolatrado ainda hoje.

Em sua primeira passagem pelas águias, o atleta fez 83 jogos e marcou 19 gols, conquistando dois títulos nacionais. Ele saiu para representar o Paris Saint-Germain, mas voltou ao clube lisboeta quatro anos depois, em 1995, liderando mais uma vez a equipe e fechando sua carreira com a conquista da Copa de Portugal de 1996.

Valdo

Um verdadeiro craque, Valdo passou por vários times brasileiros, e vestiu 65 vezes a camisa da Canarinho, incluindo nas Copas do Mundo de 1986 e 1990.

Quando em 1988, chegou a Portugal, vinha apelidado de "melhor jogador do Brasil" e seu talento técnico e tático não tardou a se destacar, liderando o meio-campo benfiquista.

Vale notar que a história de Valdo e Ricardo Gomes é paralela, já que chegaram juntos ao Benfica, ambos saíram em 1991 para o PSG, regressando às águias em 1995.

Entre suas duas passagens pelo clube da capital portuguesa, Valdo somou quase 200 jogos, venceu dois campeonatos, uma Copa de Portugal e uma Supercopa.

Aloísio

Na década de 80, o zagueiro representou o Internacional, e depois passou três anos em Barcelona, mas foi a partir de 1990, quando foi para o Porto, que Aloísio brilhou.

O jogador se destacava por um estilo implacável na defesa e seu sucesso com os dragões é incontestável, sendo idolatrado ainda hoje pela torcida azul e branca. Durante seus 11 anos ao serviço do Porto, Aloísio conquistou sete Campeonatos, seis Copas de Portugal e 10 Supercopas.

Luisão

Mais um zagueiro!

Luisão se destacou no Cruzeiro, conquistando o Brasileirão em 2003, antes de rumar ao Benfica, onde ficou entre 2003 e 2018.

O zagueiro é o segundo jogador com mais jogos na história do clube português – 538 no total, marcou 47 gols e usou a braçadeira de capitão durante várias temporadas.

Com a camisa das águias, Luisão conquistou sete vezes a Primeira Liga, sete Copas da Liga, três Copas de Portugal e quatro Supercopas.

No Brasil ele também é reconhecido, principalmente pela Copa América e duas Copas das Confederações conquistadas com a Seleção Nacional.

Hulk

Após alguns anos jogando no Japão, Hulk foi contratado pelo Porto em 2008, e com o potente pé canhoto que o caracteriza, rapidamente se destacou no time onde ficou quatro temporadas e meia.

Nesse período marcou 78 gols em 170 jogos e ajudou os dragões a conquistarem quatro campeonatos, três copas de Portugal, três Supercopas e a Liga Europa em 2010-11.

Acabou vendido num negócio milionário para o Zenit, e desde fevereiro de 2021 representa o Atlético-MG, tendo marcado já seis gols em doze rodadas do Brasileirão 2023.

Jonas

Após boas passagens por Guarani, Santos, Grêmio, Portuguesa e Valência, Jonas chegou ao Benfica em 2014, já com mais de 30 anos.

Ninguém esperava tanto sucesso nessa fase, mas o faro de gol do brasileiro estava intacto. Com 137 gols marcados em 173 partidas disputadas, foi artilheiro e melhor jogador do Campeonato Português em duas ocasiões, conquistou quatro vezes a Primeira Liga, uma Copa de Portugal, duas Copas da Liga e duas Supercopas.

Jardel

Com uma presença de área incrível e capaz de balançar as redes adversárias de qualquer maneira, Jardel foi uma máquina goleadora no futebol português, brilhando no Porto e no Sporting.

Em 1996 deixou o Grêmio pelo Porto, onde ficou até 2000, assinando 168 tentos em 175 partidas.

Em 2000, foi para o Galatasaray da Turquia, mas um ano e 34 gols depois voltou para a Primeira Liga, mas desta vez para representar o Sporting e conseguir uma média ainda mais incrível - 67 gols em 62 jogos com o time alviverde!

Foi artilheiro da liga portuguesa em cinco oportunidades, e entre os dois clubes, levantou dez troféus.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.