Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Ivan Rakitic (Sevilla)
  1. Futebol
  2. Liga dos Campeões

Liga dos Campeões: jogo-chave para dois Alvirrubros

PSV e Sevilla fazem em Eindhoven uma partida cujo resultado pode mostrar-se decisivo para a classificação final do grupo B.

Assim que se sortearam os grupos desta Liga dos Campeões da UEFA, parecia evidente que um dos classificados do grupo B seria o Arsenal (que chegou entre as equipes mais bem cotadas ao título).

Esse favoritismo só aumentou após a primeira rodada. Na Inglaterra, os Gunners venceram o PSV por 4 x 0; na Espanha, o duelo entre o Sevilla e os franceses do Lens terminou empatado por 1 x 1.

Perder pontos no Ramón Sánchez-Pizjuán prejudicou muito as pretensões dos espanhóis em um grupo tão incerto. Mas outro empate amanhã, no Philips, talvez lhes pareça um resultado interessante.

O quê:PSV x Sevilla
Onde:Philips, Eindhoven
Quando:terça, 3 de outubro, às 16h (horário de Brasília)
Como assistir:HBO Max
Cotações:PSV = 1,90 | empate = 3,60 | Sevilla = 3,80

Como chegam os rood-witten

A derrota sofrida em Londres foi a única neste início de temporada do PSV. Após o título da Supercopa da Holanda (1 x 0 sobre o Feyenoord), os camponeses passaram pelos austríacos do Sturm Graz e os escoceses do Rangers em fases qualificatórias da Liga dos Campeões e apresentaram desempenho impecável na Eredivisie.

Eis os seus números mais significativos na Liga Holandesa: sete vitórias em sete partidas, 23 gols marcados e 2 sofridos. O mais óbvio destaque desse time treinado por Peter Bosz vem sendo o atacante Luuk de Jong (ex-jogador do Sevilla), que está em segundo no ranking de participação direta em gols (seis tentos e quatro assistências).

De Jong não esteve entre os convocados por Ronald Koeman para os próximos jogos da laranja mecânica pelas Eliminatórias da Euro. Mas dois de seus companheiros de equipe sim: o meio-campista Joey Veerman (dois gols e quatro assistências no Campeonato Holandês) e o atacante Noa Lang (quatro gols e uma assistência).

Como chegam os blanquirrojos

Agosto foi um mês desastroso para o Sevilla de José Luis Mendilibar. À perda do título da Supercopa da Europa para o Manchester City, nos pênaltis, somaram-se três derrotas no Campeonato Espanhol: para o Valencia (casa), o Alavés (fora) e o Girona (casa).

Em setembro, além do empate com o Lens, houve vitórias sobre o Las Palmas (casa) e o Alméria (casa), empate com o Osasuna (fora) e derrota para o Barcelona (fora) em LaLiga. Com um jogo a menos que a maioria das equipes, os nervionenses estão em 14.º lugar.

Os andaluzes convivem com a expectativa de se aproximar de zonas europeias até o fim do primeiro turno. Veteranos como o meio-campista croata Ivan Rakitic e o zagueiro Sergio Ramos (apesar do gol contra marcado sexta passada) podem ser úteis nessa caminhada.

O que se espera do jogo

Na zaga do PSV não será surpresa se, diferentemente da derrota para o Arsenal, virmos o brasileiro André Ramalho jogar desde o início. Entre as certezas estão os já mencionados Veerman, Lang e De Jong, e também o goleiro argentino Walter Benítez.

Na baliza do Sevilla, o recém-chegado norueguês Orjan Nyland parece ter vencido a disputa com o sérvio Marko Dmitrovic. O nome mais forte entre os zagueiros é o francês Loïc Badé, e na ataque espera-se ver novamente o ponta-direita argentino Lucas Ocampos.

Embora tenham sido os vice-campeões da Eredivisie 2022–23, os rood-witten apresentaram o melhor aproveitamento como mandantes: 2,59 pontos por jogo. Ainda mais impressionante foi a sua média de 3,18 gols marcados em tais partidas (54/17).

Desde então os de Eindhoven perderam o meia/atacante Xavi Simons (autor de dezenove gols naquele campeonato); mas, como vimos, ofensivamente a equipe segue forte. (E, não por acaso, aparecia como a mais bem cotada para a conquista da Liga Holandesa.)

Além disso, do outro lado estará um clube que, em LaLiga 2022–23, perdeu 42% de seus jogos como visitante (8/19). E, em LaLiga 2023–24, os blanquirrojos tampouco tem se saído bem fora de casa (visto que empataram uma vez e perderam as outras duas).

Alguns recordarão o fato de que essas equipes se enfrentaram nos play-offs de classificação às oitavas de final da última Liga Europa. Os espanhóis avançaram (e depois conquistaram a competição), mas no estádio Philips foram derrotados por 2 x 0.

Aquele resultado nem de longe pode ser tido como um ponto fora de curva. Como dito no site oficial da UEFA, o PSV venceu todas as suas últimas cinco partidas em casa por competições europeias —e nelas marcou dezoito tentos (média de 3,00 por jogo)—.

Sob o comando técnico de Bosz, já seria de esperar postura ofensiva por parte dos anfitriões. Mas acima de tudo existe o óbvio reconhecimento de que os de Eindhoven sentem como urgente a necessidade de conquistar os três pontos amanhã.

Será interessante observar se os de Sevilha tirarão proveito da possível ansiedade de seus adversários. Mas é improvável que os visitantes encontrem tantas oportunidades de gols quanto na Liga Espanhola (em que sua média de finalizações por jogo é de 16,1).

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.


Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.