Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Roque Santa Cruz
  1. Futebol
  2. Premier League

Jogadores que brilharam brevemente na Premier League

Selecionamos cinco dos melhores exemplos de futebolistas que brilharam por uma só temporada na primeira divisão inglesa.

[Traduzido e adaptado de «Premier League stars who shone brightly but briefly».]

Nem todo jogador que atuou na primeira divisão inglesa foi capaz de desfrutar de um período prolongado de sucesso, mas alguns começaram com força antes de minguar e desaparecer completamente dos holofotes.

Dimitri Payet – West Ham, 2015–16

A derradeira temporada do West Ham no estádio Upton Park foi boa, já que o clube terminou em sétimo na liga —a sua melhor posição em quase vinte anos— e seus torcedores tinham no jogador da seleção francesa Dimitri Payet um novo herói.

O meia chegou aos Hammers, vindo do Olympique de Marseille, no verão de 2015. Em sua primeira temporada na Inglaterra, ele marcou nove gols e deu doze assistências.

Isso foi o bastante para lhe valer em 2016 não só o prêmio de jogador da temporada do West Ham como a inclusão no Time do Ano da PFA (Professional Footballers’ Association).

Infelizmente para os Irons (cotados em 7,00 para terminar entre os seis melhores na próxima Premier League), apenas seis meses após receber essas duas distinções Payet solicitou uma mudança e voltou para os Olympiens em janeiro de 2017.

Michu – Swansea City, 2012–13

O atacante espanhol Michu era um relativo desconhecido quando chegou ao Swansea City no verão de 2012, mas rapidamente se fez notar na Premier League ao conseguir dois gols e uma assistência em sua estreia, contra o Queens Park Rangers.

Michu marcou 22 gols nessa primeira temporada pelos Swans. Desses, 18 tentos foram pelo Campeonato Inglês e um pela final da Copa da Liga Inglesa (contra o Bradford City). Tudo isso contribuiu para que o atacante fosse convocado para defender a Espanha.

No entanto, o ex-jogador do Celta de Vigo não conseguiu igualar esses altos padrões nas temporadas seguintes (em parte devido a lesões), e foi primeiro emprestado ao Napoli antes de ter seu contrato rescindido por comum acordo em novembro de 2015.

Seguiram-se breves passagens por ligas espanholas inferiores para Michu, que despediu-se dos relvados em 2017 — apenas quatro anos após seus feitos heroicos pelo clube de Gales do Sul.

Marcus Stewart – Ipswich Town, 2000–01

Marcus Stewart foi um goleador prolífico na Football League tanto com o Bristol Rovers quanto com o Huddersfield Town antes de ajudar o Ipswich Town a ser promovido à elite no ano de 2000.

Esperava-se que os Tractor Boys sofressem em seu retorno à primeira divisão, mas eles desafiaram as probabilidades ao terminar em quinto lugar. Muito disso graças aos gols de Stewart, que marcou 19 vezes em sua temporada de estreia na Premier League.

Essa contagem fez com que chegasse ao fim de 2000–01 como o segundo colocado na artilharia. Infelizmente para ele e para o Ipswich, em 2001–02 o atacante marcou apenas seis vezes e o clube foi rebaixado.

Stewart até permaneceu na Premier League, ingressando no Sunderland em seguida. No entanto, ele marcou apenas uma vez pelos Black Cats em 2002–03, e o rebaixamento destes representou o fim dos seus anos enquanto atleta do mais alto escalão inglês.

Amr Zaki – Wigan Athletic, 2008–09

Muito antes de Mohamed Salah arrasar na Premier League, outro atacante egípcio marcava gols na Inglaterra. Estamos falando de Amr Zaki, que teve um início de destaque a serviço do Wigan na temporada 2008–09.

Zaki, que estava apenas emprestado pelo Zamalek (de seu país natal) ao clube do DW Stadium, marcou dez gols em seus primeiros dezesseis jogos pelos Latics (dois deles em uma derrota por 3 x 2 para o Liverpool).

No entanto, ele não conseguiu marcar em suas últimas treze partidas, e questões disciplinares afetaram o fim de sua passagem pelo Wigan. Ao fim do período de empréstimo, o clube inglês preferiu não exercer a opção de compra de seu passe.

Na temporada seguinte, Zaki foi por um breve e malsucedido período emprestado ao Hull City. Sua carreira terminou com passagens rápidas por equipes de Turquia, Kuwait, Marrocos, Líbano e Egito.

Roque Santa Cruz – Blackburn Rovers, 2007–08

Roque Santa Cruz tornou-se apenas o segundo paraguaio a atuar na Premier League quando se juntou ao Blackburn Rovers em 2007, mas chegou badalado devido aos seus oito anos na Bundesliga com o Bayern de Munique.

Este atacante certamente impressionou durante sua primeira temporada na Inglaterra, marcando 19 vezes em um campeonato no qual os Rovers terminaram em sétimo lugar.

Mesmo apresentando desempenho mais discreto em 2008–09, Santa Cruz conseguiu uma transferência ao Manchester City para a temporada seguinte. Lá ele se reencontraria com seu antigo técnico em Blackburn, Mark Hughes.

No entanto, as coisas não deram certo para o paraguaio em Manchester. Após quatro anos nada notáveis, em que foi emprestado ao Blackburn Rovers, ao Betis e ao Málaga, Santa Cruz se transferiu de vez para este último clube.

Hoje com 41 anos, o atacante segue atuando pelo Libertad, de seu país natal. Vale dizer que ele é o maior artilheiro de todos os tempos da seleção paraguaia: foram 32 gols marcados pelos guaraníes entre 1999 e 2015.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.