Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Christopher Trimmel (Union Berlin)
  1. Futebol
  2. Bundesliga I

Grandes vitórias do Union Berlin na Bundesliga 2022–23

No mais recente Campeonato Alemão, um modesto clube da capital conseguiu o seu maior feito esportivo em mais de cem anos.

O Union Berlin fez história na Bundesliga 2022–23, por ter terminado em quarto lugar e se classificado pela primeira vez à Liga dos Campeões da UEFA. Relembramos aqui quatro jogos marcantes desta equipe que desde 2018 é treinada pelo suíço Urs Fischer.

Union Berlin 2 x 0 Borussia Dortmund

16 de outubro, 10.ª rodada

Nas nove primeiras rodadas da última Bundesliga o Union Berlin conquistou 20 pontos (2,22 por jogo), o que lhe fez chegar a esta partida no Stadion An der Alten Försterei como o líder. O Borussia Dortmund do técnico Edin Terzić tinha quatro pontos a menos, mas ainda era tido como o mais forte candidato a impedir o 11.º título seguido do Bayern de Munique.

Janik Haberer foi o herói dos vermelhos e brancos ao marcar os dois gols da partida. Aos 8 minutos, ele só precisou empurrar a bola para o fundo das redes após escorregão sofrido pelo goleiro dos amarelos e pretos; aos 21, o meio-campista acertou um chute rasteiro de fora da área após belo trabalho de pivô feito pelo atacante Jordan Pefok.

Leipzig 1 x 2 Union Berlin

11 de fevereiro, 20.ª rodada

O Campeonato Alemão só voltou da pausa para a Copa do Mundo em janeiro, e os berlinenses entraram em 2023 com quatro vitórias seguidas. A quinta partida seria um teste de fogo, visto que, em casa, o Leipzig vinha de seis vitórias e um empate (com o Bayern de Munique) desde a chegada do técnico Marco Rose (que sucedeu a Domenico Tedesco).

Era de imaginar que mesmo um empate na Saxônia fosse considerado excelente resultado para o clube de Berlim. Ao fim de um primeiro tempo sem muitas oportunidades, os anfitriões venciam por 1 x 0. Mas na segunda parte os visitantes conseguiram a virada com Haberer, num belíssimo chute de primeira, e o zagueiro Robin Knoche, de pênalti.

Union Berlin 2 x 0 Eintracht Frankfurt

19 de março, 25.ª rodada

Entre meados de fevereiro e meados de março os berlinenses passaram quatro rodadas seguidas sem vencer (três empates e uma derrota). E o seu próximo adversário não lhe trazia boas recordações: o Eintracht Frankfurt de Oliver Glasner foi precisamente a primeira equipe a lhes impor uma derrota na última liga alemã (2 x 0, pela 8.ª rodada).

No primeiro tempo os visitantes tiveram 69% de posse de bola e finalizaram doze vezes (das quais doze foram de dentro da área). Faltou-lhes chegar às redes adversárias, e na volta do intervalo essa falta de eficiência foi punida por meio de gols marcados pelo meio-campista Rani Khedira e pelo atacante Kevin Behrens.

Union Berlin 4 x 2 Freiburg

13 de maio, 32.ª rodada

O Union Berlin chegou à antepenúltima rodada do campeonato em quarto lugar —a última posição de acesso à Liga dos Campeões—, com 56 pontos. O Freiburg do técnico Christian Streich chegou em quinto —a zona de acesso à Liga Europa—, mas com os mesmos 56 pontos do clube da capital.

Ao intervalo os donos da casa já venciam por 3 x 0, com Behrens a abrir o placar e o também atacante Sheraldo Becker a marcar os dois gols seguintes. Após o intervalo enfim viu-se uma partida tão aberta quanto se esperava, pois aos 70 minutos o placar era 3 x 2. O alívio para os de ferro veio aos 80, com gol do meio-campista Aïssa Laïdouni.

Pontos altos da temporada

Mesmo tendo terminado a Bundesliga 2021–22 em quinto lugar, o Union Berlin foi uma das grandes surpresas de 2022–23 se levarmos em conta apenas as cinco principais ligas europeias. Como suporte a esse argumento podemos citar o fato de que, hoje, os vermelhos e brancos têm apenas o décimo elenco mais valioso da elite alemã.

Seria mesmo difícil apontar grandes destaques individuais. Nenhum jogador da equipe entrou para o onze ideal da temporada. Becker —eleito o atleta do mês de agosto da Bundesliga— foi o seu jogador com mais gols (11) e assistências (7), mas não aparece entre os dez primeiros de nenhum desses rankings.

Considerando que os de Berlim tiveram, junto do Bayern de Munique, a melhor defesa —38 gols sofridos (média de 1,12 por jogo)—, talvez o principal candidato a craque do time seja o goleiro Frederik Rønnow. O dinamarquês terminou onze partidas sem ser vazado (apenas duas a menos que o holandês Mark Flekken, do Freiburg).

Um inegável trunfo dessa equipe foi ter sabido fazer bom uso do Stadion An der Alten Försterei (o estádio de menor capacidade na primeira divisão alemã de 2022–23). Enquanto mandantes, os berlinenses foram os que sofreram menos gols (onze em dezessete partidas) e os únicos a não serem derrotados (onze vitórias e seis empates).

É difícil imaginá-los entre os dois primeiros de seu grupo na próxima Liga dos Campeões. Mas classificar-se novamente a qualquer competição europeia já seria fantástico para quem em 2018–19 disputou a segunda divisão. E, a julgar pelo desempenho do Union Berlin em casa na última temporada, esse é um objetivo perfeitamente viável.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.