Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
F1
  1. Esportes Motorizados
  2. Fórmula 1

F1: O que se viu nas duas primeiras provas

Claro que é ainda cedo para tirar grandes conclusões sobre o estado de cada equipe na Fórmula 1 este ano, afinal passaram apenas duas corridas, mas já se vai vendo quem trabalhou melhor na pausa entre 2023 e 2024.

Red Bull continua a dominar

Com os regulamentos a não sofrerem grandes mudanças, a nova temporada não está muito diferente do final da temporada de 2023. A Red Bull continua a dominar e a briga vem depois. Na frente da competição está a Ferrari, segunda mais rápida, manteve o seu ritmo na qualificação e aumentou os seus desempenhos em corrida, o que a deixa em destaque na frente dos perseguidores.

Após duas provas, em pistas bastante diferentes, dá para perceber que uma das grandes brigas está entre a Mercedes e a McLaren, ambas com aspectos positivos e negativos, mas muito equilibradas entre si.

No quinto lugar aparece a Aston Martin, uma surpresa neste início de temporada, ainda que um pouco atrás dos times já referidos, mas bem destacada das restantes equipes. De notar que a Aston Martin vinha já melhorando progressivamente em 2023.

Alpine pela negativa

A Alpine se destacou pelos piores motivos, foi a única equipe que foi mais lenta em Jedá este ano, comparado com 2023. O problema está em uma mudança de conceito que complicou muito a preparação dos seus carros para esta temporada.

No lado oposto está a McLaren, uma das equipes que mais melhorou no último ano, possivelmente a par da RB. A equipe com base em Woking já ultrapassou a crise de alguns anos e, com upgrades em volta das provas da Áustria e Singapura no ano passado, chegou no final de 2023 como a segunda mais rápida.

A RB, também passou 2023 a melhorar os seus carros, em especial a suspensão que fez dela uma das melhores em curvas de baixa velocidade. Segundo Yuki Tsunoda e Daniel Ricciardo, a sua equipe pode ainda ser mais rápida com tanque cheio de combustível, em especial se conseguir melhorar a sua aderência na pista.

A Williams é o terceiro time que mais melhorou em velocidade por volta, deixando a ideia de que pode melhorar mais ainda se conseguir fins de semana menos acidentados do que no Bahrein e Arábia Saudita.

Entre as equipes do fundo, a Sauber foi a que mais decepcionou. Apesar de conseguir melhorar os seus tempos por volta, não conseguiu tanto como as suas rivais diretas, uma prova de que a F1 é uma modalidade onde o desenvolvimento é essencial e quem se atrasa nesse aspecto, rapidamente cai nas pistas.

Comportamento em corrida

Se não fica mal dizer que a Red Bull, Ferrari, Mercedes e Aston Martin melhoraram em valores parecidos em tempo de uma volta só, em ritmo de corrida é clara a evolução da Ferrari e Mercedes.

A equipe italiana conseguiu eliminar muitos dos seus problemas em condições de corrida e o seu SF-24 parece mais fácil de controlar, com a prova a ser a tranquilidade com que Carlos Sainz e Charles Leclerc conseguiram chegar no pódio no Bahrein e Jedá respectivamente.

A Mercedes, que teve um ano de 2023 para esquecer, também melhorou consideravelmente em corrida nas duas primeiras provas, ainda que na Arábia Saudita tenha mostrado algumas dificuldades em curvas de alta velocidade, o que a prejudicou na briga com a Scudderia.

Metade baixa difícil de avaliar

A Alpine foi em 2023 a sexta classificada, estabelecendo uma espécie de ponte entre a metade superior e a metade inferior da tabela. Porém, com os problemas que apresentou neste início de temporada, a diferença entre as cinco equipes de topo e as cinco do fundo é agora bem mais visível.

Para os times como a Haas, Sauber, Williams, RB e a Alpine, ainda que esta última esteja com sérios problemas, somar um ponto significa aproveitar um vacilo ou azar de uma das equipes menos rápidas da metade superior, normalmente a Aston Martin.

Estas equipes estão bem equilibradas nos seus desempenhos, isso tendo em conta que duas corridas são muito pouco para poder avaliar a posição de cada uma delas. Em corrida, os pilotos e suas equipes têm que lidar com a forma como uns e outros atacam e defendem suas posições. Assim, é raro que possam mostrar todo o seu potencial em apenas duas provas.

Mas as indicações de momento sugerem que a Haas tem potencial para brigar com a Aston Martin num futuro próximo.

A pista de Melbourne, também ela bastante diferente do Bahrein e Jedá, pode ajudar a perceber como estão a Sauber, Williams e RB.

Para o Grande Prêmio da Austrália, Max Verstappen tem uma cotação 1,18 para vencer, Sergio Pérez tem 8,50 e Charles Leclerc 12,00.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Fórmula 1

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.