Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
F1

A Fórmula 1 avança esta semana para a Arábia Saudita, onde vai decorrer a segunda prova do calendário de 2024, no circuito de Jedá.

Após as diferentes baterias de testes, as equipes da F1 puderam observar e analisar as prestações de seus carros no Grande Prêmio do Bahrein, ficando assim com uma melhor ideia de como se comportam os veículos em condições de corrida.

Avançando para Jedá, em uma pista diferente, bem mais rápida, e com condições climatéricas também um pouco diferentes, quase todas as equipes decidiram fazer ajustes em seus carros. O grande ponto que levou às mudanças foi a preocupação com o arrasto, com as asas traseiras a serem alteradas.

Sete das 10 escuderias optaram por mexer em seus carros, somente a Alpine, Haas e Sauber decidiram manter os seus carros inalterados.

Red Bull mexe apesar da vitória

A Red Bull decidiu alterar seus carros, isso mesmo após a vitória conseguida no sábado passado no Bahrein. Para tentar controlar melhor o arrasto, modificaram a asa traseira e a beam wing – asa mais pequena que direciona o ar ‘sujo’ para a parte de trás do carro. A cobertura do motor também foi ajustada para otimização da unidade de potência e aumento de confiabilidade.

A equipe mais próxima da Red Bull, a RB, também mudou a curvatura da asa traseira atendendo ao mesmo fator de arrasto. Além disso, mexeram na asa dianteira para melhorar o equilíbrio e ajustaram a tampa do motor e frisas de resfriamento da carroceria para a pista de Jedá.

Williams e Aston Martin também a pensar no arrasto

A equipa inglesa, Williams, também ajustou a beam wing, para corrigir o arrasto de seus carros. Modificou ainda a entrada de ar perto das rodas frontais para melhorar o resfriamento dos freios.

A Aston Martin também ajustou as entradas de ar junto das rodas frontais, melhorando o fluxo de ar, e, tal como outras equipes, mexeu na asa traseira, procurando optimizar o arrasto aerodinâmico característico do circuito da Arábia Saudita.

Ferrari, McLaren e Mercedes também mexem

A Ferrari e a McLaren também atualizaram a parte de trás dos seus carros, asa traseira e beam wing, por conta da pressão aerodinâmica. A Mercedes tentou resolver o mesmo problema, mas com ajustes nas entradas de ar próximas das rodas traseiras.

Cotações para vencer o Grande Prêmio da Arábia Saudita

Max Verstappen

1,20

Sergio Pérez

9,00

Charles Leclerc

13,00

Carlos Sainz

21,00

Fernando Alonso

26,00

George Russell

26,00

Lewis Hamilton

34,00

Lando Norris

67,00

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Fórmula 1

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.