Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Emilia Romanha Imola
  1. Esportes Motorizados
  2. Fórmula 1

F1: Max Verstappen venceu o Grande Prêmio da Emília-Romanha este domingo, mas Lando Norris brigou pela vitória.

Max Verstappen voltou a vencer com seu Red Bull, desta vez foi em Imola pelo Grande Prêmio da Emília-Romanha. Porém, apesar de ter começado bem, o desgaste de seus pneus permitiu uma recuperação de Lando Norris que colocou muita pressão.

Na pole, mas pouco tranquilo

O piloto holandês voltou a conseguir a pole position, mas o optimismo não era tanto assim. Nos treinos livres, a McLaren e a Ferrari mostraram um ritmo superior de corrida, o que deixava o campeão do mundo avisado para o que poderia acontecer.

Prevenido, o holandês largou forte, aguentando o ataque de Norris que tentou ganhar vantagem para não deixar fugir o campeão. Na segunda linha, os Ferrari também tentavam a aproximação, mas entre os seis primeiros ninguém conseguiu mudar de posição.

Com um carro superior e sem ninguém pela frente, Verstappen foi ganhando vantagem sobre Norris, que também se mantinha na frente de Charles Leclerc e Carlos Sainz. Oscar Piastri ia tentando se aproximar dos Ferrari para ultrapassar, mas Imola não é um circuito fácil para as passagens.

Troca de pneus

Entre os times da frente foi a McLaren a trocar primeiro de pneus, deixando os compostos médios para colocar os compostos duros. Dois giros depois foi Verstappen a fazer o mesmo, reentrando em pista em quarto lugar, mas na frente de Norris. Os Ferrari seguiam na frente, mas também trocaram de pneus, primeiro Leclerc e depois Sainz.

Sergio Pérez da Red Bull foi dos últimos a ir aos boxes trocar seus pneus, uma estratégia que não deu muito resultado, mas sua corrida tinha começado mal, pois saiu da 11.ª posição.

Pneus cederam, mas Max não

Na frente, Verstappen tinha uma vantagem confortável, mas começou a denotar problemas, enquanto Norris, na perseguição, pensa ter problemas, mas foi bem-aconselhado e começou a ganhar ritmo e foi se aproximando do líder.

O campeão do mundo começou a sentir a pressão de ver seus pneus se desgastarem demasiado, com o inglês cada vez mais próximo.

Com cinco voltas por cumprir, Verstappen teve que se aplicar ao máximo para manter seu carro controlado e defender a sua posição. Na última volta a diferença entre o primeiro e o segundo era de 0,7 segundos, quando a determinada altura tinha sido de quase 15s.

O holandês conseguiu aguentar a pressão e Norris ficou com a sensação de que se tivesse mais um par de voltas teria vencido.

No final o top 10 foi o seguinte:

  • 1.º Max Verstappen – Red Bull
  • 2.º Lando Norris – McLaren
  • 3.º Charles Leclerc – Ferrari
  • 4.º Oscar Piastri – McLaren
  • 5.º Carlos Sainz – Ferrari
  • 6.º Lewis Hamilton – Mercedes
  • 7.º George Russell – Mercedes
  • 8.º Sergio Pérez – Red Bull
  • 9.º Lance Stroll – Aston Martin
  • 10.º Yuki Tsunoda – RB

A prova seguinte será o Grande Prêmio de Mônaco, no dia 26 de maio, e Verstappen tem uma cotação de 1,66 para vencer, Norris tem 6,00 e Leclerc tem 6,00.

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Fórmula 1

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.