Pular para conteúdo
Registre-se
futebol
  1. Futebol

Selecção Nacional: Entre o sonho e o sofrimento

A Selecção de Portugal conseguiu esta quinta-feira a qualificação para o segundo jogo do play-off de acesso ao Mundial 2022 ao eliminar a Turquia por 3-1.

A equipa das Quinas vai defrontar na próxima terça-feira a Macedónia do Norte que surpreendeu a Itália com uma vitória por 1-0, afastando assim a Squadra Azzurra do Campeonato do Mundo do Qatar.

Portugal tem 2/9 de odds para vencer o encontro no tempo regulamentar, 11/1 para o fazer novamente por 3-1 e 4/7 para não sofrer qualquer golo.

Surpresas no onze

A Selecção portuguesa apresentou-se com algumas surpresas no Estádio do Dragão, as mais significantes foram a titularidade de Diogo Costa na baliza e Otávio, com ambos a apresentarem-se em bom plano.

Portugal começou bem o encontro, a criar oportunidades e a superiorizar-se aos turcos. Otávio estava em bom plano e acabou por ser compensado com o seu primeiro golo ao serviço da Selecção, aproveitando da melhor forma uma recarga a um remate de Bernardo Silva que bateu no poste e desviou na sua direcção, acabando por bater Ugurcan Cakir.

A Turquia reagiu de imediato e ameaçou a baliza à guarda de Diogo Costa por algumas vezes, mas entre a ineficácia dos turcos e a segurança do jovem guardião do FC Porto, a vantagem manteve-se.

Já perto do intervalo, depois de marcar, Otávio novamente em destaque a assistir primorosamente Diogo Jota que fez um grande golo de cabeça

Turquia assustou o Dragão

Na segunda parte o jogo esteve mais dividido, com oportunidades de parte a parte, mas os avançados estiveram um pouco perdulários.

Contudo, aos 65 minutos o prolífero avançado turco, Burak Yilmaz, viu-se na cara de Diogo Costa e reduziu para 2-1.

Portugal parecia estar a esmorecer, ainda que continuasse a ameaçar a baliza da Turquia, até que pouco depois do minuto 80 surgiu um dos lances mais importantes do jogo. José Fonte tocou Enes Unal na área, mas o árbitro mandou seguir.

Contudo, o VAR chamou o juiz da partida para analisar o lance e este deu grande penalidade para os trucos. Yilmaz, um dos jogadores mais experientes em campo, preparou-se para tentar bater Diogo Costa, um dos mais novos.

Poderá ter sido pela pressão do momento, dado que o empate trazia nova esperança aos turcos de chegarem à qualificação, ou a forma como o jovem guardião abordou o lance, mas Yilmaz atirou por cima e o Dragão respirou de alívio.

A pressão turca manteve-se, mas um contra-ataque rápido viu Rafael Leão isolar Mantheus Nunes, já nos descontos, que fez o 3-1 e sentenciou de vez o triunfo para Portugal.

Segue-se a surpreendente Macedónia do Norte

O último obstáculo de Portugal no caminho para o Mundial 2022 é a Macedónia do Norte que começou por conseguir um excelente segundo lugar no Grupo J, atrás apenas da Alemanha e na frente de selecções como Roménia, Arménia e Islândia, para além do modesto Liechtenstein.

Esta classificação permitiu-lhe disputar os play-offs, tendo como primeiro adversário a Itália. O favoritismo estava todo do lado dos Azzurri que dominaram o encontro na sua maior parte. Os macedónios defenderam com tudo, deram a vida em campo e, também com alguma sorte, foram aguentando o nulo.

As 30 oportunidades de golo da Itália de nada valeram quando Alexander Trajkovski rematou para o fundo da baliza de Gianluigi Donnarumma, já em tempo de descontos, fazendo o 1-0 que acabaria por prevalecer.

A Itália foi do céu ao inferno em menos de um ano ao Vencer o Euro 2020 no Verão passado e agora a falhar o Mundial do Qatar depois de perder o primeiro lugar do Grupo C para a Suíça e de ser surpreendida pela modesta Macedónia do Norte.

Na Selecção portuguesa já se pensa no decisivo encontro e ninguém espera um jogo fácil.

Apostas de Futebol

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies