Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Ucrânia v Itália
  1. Futebol
  2. Eurocopa

Eliminatórias da Euro: quase um mata-mata

Itália e Ucrânia, empatadas em pontos, decidem quem conseguirá a segunda vaga direta do grupo C.

Assim está a classificação do grupo C das Eliminatórias da Eurocopa 2024 antes de sua rodada final.

posiçãoequipejvedsgp
1.ªInglaterra76101819
2.ªItália7412713
3.ªUcrânia7412313
4.ªMacedônia do Norte7214-107
5.ªMalta8108-180

Nesta segunda-feira veremos as duas últimas partidas, ambas às 16h45. uma delas será na capital norte-macedônia, Skopje, entre a seleção local (já eliminada) e a seleção inglesa (já classificada).

A outra será na cidade alemã de Leverkusen entre a seleção ucraniana e a italiana. como visto, as duas têm 13 pontos; mas o azuis estão à frente por terem vencido o mais recente duelo entre ambas.

Aquele confronto se realizou em 12 de setembro no San Siro e teve como herói Davide Frattesi. o meio-campista da Internazionale marcou os dois tentos dos anfitriões no 2 x 1 sobre os aurianis.

Esta próxima partida, na BayArena, é quase uma eliminatória de mata-mata: o empate dá a classificação aos italianos, mas os ucranianos avançam se venceram por margem de dois ou mais gols.

Para os representantes do bel paese existe um dado tranquilizador: mesmo que terminem em terceiro lugar no grupo C, ainda lhes será possível chegar à Euro por meio da repescagem (em março).

O quê:Ucrânia x Itália
Onde:BayArena, Leverkusen
Quando:segunda, 20 de novembro, às 16h45 (Brasília)
Como assistir:sportv
Cotações:Ucrânia = 4,20 | empate = 3,50 | Itália = 1,90

Como chegam os aurianis

Além do 2 x 1 a favor da Itália em Milão, a única derrota da Ucrânia neste ano foi em março: 2 x 0 para a Inglaterra em Londres. Em setembro, antes de perderam para os azzurri, os homens de Rebrov empataram por 1 x 1 com os Three Lions em Breslávia (Polônia); e ainda em junho empataram por 3 x 3 com a Alemanha num amistoso em Bremen.

Daí percebe-se que não estamos falando de uma seleção qualquer (vide também o seu atual 22.º lugar no ranking da FIFA). E entre os atletas aurianis encontramos alguns que atuam por grandes ligas europeias. aqui destacamos o ponta Viktor Tsyhankov e o centroavante Artem Dovbyk, que defendem o Girona (o líder do Campeonato Espanhol).

Tsyhankov e Dovbyk tendem a ser titulares amanhã independentemente de o ponta Mykhailo Mudryk, do Chelsea, também atuar desde o início. No mais, também merece citação o meia Heorhiy Sudakov. Hoje com 21 anos, este jogador do Shakhtar Donetsk foi o único que integrou o onze inicial de sua seleção nas sete partidas das eliminatórias da Euro.

Como chegam os azuis

Em agosto, alguns dias depois de anunciar a despedida de Roberto Mancini (por decisão dele mesmo), a Federazione Italiana Giuoco Calcio (FIGC) anunciou a vinda de Luciano Spalletti.

Por ter participado da fase final da Liga das Nações, então a azzurra havia jogado apenas duas vezes pelas Eliminatórias da Euro: derrota em casa para a Inglaterra (2 x 1) e vitória fora sobre Malta (2 x 0).

Com Spalletti os italianos venceram três jogos (inclusive o mais recente, um 5 x 2 sobre a Macedônia do Norte em casa), empataram um e perderam outro (3 x 1 para a Inglaterra fora de casa).

O esquema tático é o 4-3-3, e a zaga tende a ser Alessandro Bastoni e Francesco Acerbi (ambos da Internazionale). Como o primeiro está lesionado, Federico Gatti (Juventus) foi titular na rodada passada.

Gianluigi Donnarumma (PSG) segue na baliza. Giovanni Di Lorenzo (Napoli) volta à lateral direita após cumprir suspensão, e Federico Dimarco (Inter) provavelmente será mantido na lateral esquerda.

No meio, Nicolò Barella (Inter) talvez seja o único nome certo. A tendência é que novamente joguem Jorginho (Arsenal) e Giacomo Bonaventura (Fiorentina), apesar do já citado Davide Frattesi.

Giacomo Raspadori (Napoli) foi o centroavante anteontem, e outra opção é Gianluca Scamacca (Atalanta). Para as pontas os escolhidos foram Domenico Berardi (Sassuolo) e Federico Chiesa (Juventus).

O que se espera do jogo

A Itália foi claramente superior à Ucrânia no encontro de dois meses atrás. Mesmo tendo marcado seus dois gols com menos de 30 minutos, o time seguiu exercendo o domínio do jogo (que terminou com 22 finalizações dos anfitriões contra 9 dos visitantes).

Se considerarmos que esta próxima partida será em campo neutro, não é exagero darmos o favoritismo a Spalletti e seus homens. Além disso, é possível especular que mesmo tendo a vantagem do empate a seleção do bel paese dificilmente se restringirá a se defender.

Essa especulação se baseia na fama do ex-treinador do Napoli como alguém que busca praticar um futebol ofensivo (uma postura que representa um contraste tanto com a cultura futebolística de seu país quanto com o perfil de seu antecessor no comando azzurro).

Quanto a Rebrov, a dúvida é se conseguirá fazer bom uso das peças ofensivas que tem a disposição sem descuidar da defesa. Um único gol italiano pode ser fatal para as pretensões ucranianas de disputar pela quarta vez seguida o principal torneio entre seleções da UEFA.

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.