Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Salomón Rondón (River Plate)
  1. Futebol
  2. Outras competições

Copa da Liga Argentina: dois grandes em ótima fase

O segundo e o primeiro colocado do grupo A, River Plate e Independiente, se enfrentam nesta quarta-feira.

Sob o comando de Martín Demichelis, o River Plate conquistou o Campeonato Argentino e está em segundo no grupo A da Copa da Liga; sob o comando de Carlos Tevez, o Independiente não só lidera o grupo A como tem a melhor campanha do torneio. Tudo isso faz do encontro de amanhã entre esses dois gigantes um jogo muito promissor.

O quê:River Plate x Independiente
Onde:Monumental de Núñez, Buenos Aires
Quando:quarta, 25 de outubro, às 21h (Brasília)
Como assistir:Star+
Cotações:River = 1,50 | empate = 4,33 | Independiente = 5,25

Como chega o millonario

O River Plate estreou nesta Copa de la Liga Profesional em 20 de agosto, doze dias após a queda nas oitavas de final da Copa Libertadores. (Àquela altura o millonario já havia sido eliminado também da Copa Argentina.) Após duas derrotas nas três primeiras rodadas, Martín Demichelis e seus comandados recuperaram a força que os fez conquistar a Liga Profesional com duas rodadas de antecedência: o retrospecto nos últimos seis jogos é de quatro vitórias e dois empates. Hoje os alvirrubros têm 17 pontos.

Em julho, o atacante Lucas Beltrán foi vendido à Fiorentina. Hoje, o venezuelano Salomón Rondón e o colombiano Miguel Borja disputam para ver quem será o «camisa 9». Rondón, que havia sido o escolhido, foi desfalque na rodada passada porque vinha de defender a vinotinto pelas Eliminatórias da Conmebol. Borja aproveitou muito bem a sua chance entre os titulares ao marcar os dois gols do empate com o Colón fora de casa. Ambos os tentos saíram após assistências do meio-campista Nacho Fernández, que segue sendo o «cérebro» do time. Também merece destaque outro meio-campista: o uruguaio Nicolás de la Cruz (pretendido pelo Flamengo).

Como chegam os diablos rojos

A derrota por 1 x 0 em casa para o Colón, em 19 de setembro, marcou um antes e um depois para o Independiente. Desde a partida seguinte seu treinador é Carlos Tévez, com quem os diablos rojos ainda não perderam: cinco vitórias e quatro empates. Deve-se fazer a ressalva de que a um desses empates (1 x 1 com o Estudiantes) seguiu-se derrota nos pênaltis e eliminação na Copa Argentina. Mas na Copa da Liga os de Avellaneda tornaram-se os primeiros a alcançar os 18 pontos.

Merece realce principalmente o seu desempenho defensivo, visto que concederam apenas um gol nas últimas seis partidas. É por isso que, por mais que nunca seja demais realçar que o futebol é um esporte coletivo, tampouco há como ignorar o papel que o goleiro Rodrigo Rey e o zagueiro Joaquín Laso exercem na boa fase dos vermelhos. Ofensivamente o mais claro destaque é o centroavante Matías Giménez Rojas, autor de quatro gols; mas também merece ser citado o ponta Alexis Canelo, que tem dois gols e duas assistências. Na lateral-direita encontramos o atleta mais conhecido do elenco: o veterano lateral-direito chileno Mauricio Isla.

O que se espera do jogo

É difícil fugir ao velho chavão do «ataque contra defesa» ao traçar perspectivas para este encontro de titãs. Enquanto o River Plate é a equipe que mais marcou gols (17), o Independiente é a que menos sofreu (4). Também há que notar que em média de finalizações por jogo os de Buenos Aires aparecem em segundo lugar (15,9), ao passo que os de Avellaneda aparecem em décimo sexto (11,1).

O que torna a análise mais complexa é o número de grandes chances de gol criadas. Segundo o site Sofascore os alvirrubros lideram esse quesito (23), mas os vermelhos não ficam muito atrás (18). Ainda maior é a proximidade entre ambos no quesito grandes chances de gol desperdiçadas. No mesmo Sofascore vê-se o Independiente em segundo nesse quesito (13) e o River Plate em terceiro (12).

Todos esses números podem dar a impressão de que é exagerado o favoritismo conferido aos homens treinados por Demichelis. Isso talvez se deva ao fato de serem eles uma das únicas duas equipes na Copa da Liga (a outra é o Vélez Sarsfield) a ter vencido todos os seus jogos como mandante. Por outro lado, os homens de Tévez são uma das únicas duas equipes do grupo A (a outra é o Instituto) invictas como visitantes.

Demais jogos da 10.ª rodada

segunda, 23 de outubro
. 19h00 – Estudiantes x Sarmiento
. 21h00 – Vélez Sarsfield x Banfield

terça, 24 de outubro
. 17h00 – Unión x Defensa y Justicia
. 19h00 – Racing x Boca Juniors
. 21h30 – Argentinos Juniors x Huracán
. 21h30 – Instituto x Rosario Central

quarta, 25 de outubro
. 16h00 – Arsenal x Colón
. 16h00 – Barracas x Gimnasia La Plata
. 18h30 – Atlético Tucumán x Talleres
. 18h30 – Belgrano x Central Córdoba (SdE)

quinta, 26 de outubro
. 18h30 – San Lorenzo x Platense
. 21h00 – Lanús x Tigre
. 21h00 – Newell’s Old Boys x Godoy Cruz

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.