Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Salem al-Dawsari (Arábia Saudita)
  1. Futebol
  2. Futebol de Seleções

Copa Asiática: a estreia dos Falcões Verdes

Nesta terça-feira estreiam a Arábia Saudita e as demais equipes do grupo F para encerrar a primeira rodada.

Amanhã de manhã (pelo horário de Brasília), as duas seleções teoricamente mais frágeis do grupo F da Copa Asiática se enfrentam em Doha: Tailândia (113.ª no ranking da FIFA) e Quirguistão (98.º).

À tarde, por esse mesmo grupo, teremos a última partida da primeira rodada. A Arábia Saudita (56.ª no ranking da FIFA), que é a cabeça de chave, enfrenta em Al-Rayyan outra seleção do Oriente Médio, o Omã (74.º).

Sudeste Asiático vs. Ásia Central

O quê:Tailândia x Quirguistão
Onde:Abdullah bin Khalifa, Doha
Quando:terça, 16 de janeiro, às 11h30 (Brasília)
Como assistir:Star+
Cotações:Tailândia = 2,25 | empate = 3,10 | Quirguistão = 3,30

Em novembro do ano passado, pelas duas primeiras rodadas das Eliminatórias Asiáticas para o Mundial de 2026, a Tailândia perdeu para a China em casa (2 x 1) e venceu Singapura fora (3 x 1). Tanto no primeiro quanto no segundo desses jogos os elefantes de guerra terminaram com mais posse de bola e mais finalizações que seus adversários, e tais estatísticas estão de acordo com a filosofia implementada pelo treinador brasileiro-alemão Alexandre «Mano» Pölking. Mas desde o dia 22 daquele mês o treinador é o japonês Masatada Ishii (que conquistou duas vezes o Campeonato Tailandês pelo Buriram United). Até o momento Ishii comandou a seleção apenas uma vez, justamente contra o Japão, para quem perdeu por 5 x 0 em amistoso realizado em Tóquio no primeiro dia de 2024. Espera-se que, apesar da recente troca no comando técnico, sigam sendo peças importantes jogadores como o lateral-esquerdo Theerathon «Aum» Bunmathan (Buriram United) e o meia/atacante Supachok Sarachat (Hokkaido Consadole Sapporo).

O Quirguistão tem como treinador desde abril de 2023 o eslovaco Stefan Tarkovic (que antes treinou a seleção de seu próprio país). Em junho realizou-se a primeira edição da Copa das Nações da CAFA (Federação de Futebol da Ásia Central), e nela os quirguizes perderam por 5 x 1 para o Irã e por 1 x 0 para Omã. Em novembro, nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo, notou-se alguma evolução: derrota por 4 x 3 para a Malásia fora de casa e vitória por 1 x 0 sobre Omã em casa. Quem marcou o gol dos falcões brancos neste dia foi o meio-campista Odilzhon Abdurakhmanov (Maktaaral), que parece ser uma das peças mais importantes para Tarkovic. Outros prováveis titulares nesta estreia pela Copa Asiática são o goleiro Erzhan Tokotayev (Sanliurfaspor), o lateral-direito Kayrat Zhyrgalbek uulu (Abdysh-Ata Kant) e o meia/ponta Bekzhan Sagynbayev (aparentemente sem clube).

Árabe verdes vs. árabes vermelhos

O quê:Arábia Saudita x Omã
Onde:Internacional Khalifa, Al-Rayyan
Quando:terça, 16 de janeiro, às 14h30 (Brasília)
Como assistir:Star+
Cotações:Arábia Saudita = 1,60 | empate = 3,80 | Omã = 5,50

Em agosto do ano passado, Roberto Mancini tornou-se o primeiro italiano a ocupar o comando técnico da Arábia Saudita. Considerando a sua fama de priorizar um forte sistema defensivo, uma das grandes expectativas dizia respeito à sua capacidade de tornar os falcões verdes uma seleção que sofre poucos gols. Nos primeiros quatro jogos, todos amistosos, não foi o que se viu: 3 x 1 para a Costa Rica, 1 x 0 para a Coreia do Sul, 2 x 2 com a Nigéria e 3 x 1 para Máli. Mas as partidas mais importantes foram as duas mais recentes, válidas pelas primeiras rodadas das Eliminatórias do Mundial 2026. E essas a Arábia Saudita venceu sem ser vazada: 4 x 0 sobre o Paquistão (em casa) e 2 x 0 sobre a Jordânia (fora). Quem mais se destacou nesse período foi o atacante Saleh al-Shehri (Al-Hilal), autor de dois gols em cada um desses compromissos. Todos os atletas da seleção jogam na hoje muito prestigiada Liga Saudita, onde brilham nomes como os meias/atacantes Salem al-Dawsari (Al-Hilal) e Abdulrahman Gareeb (Al-Nassr) e o atacante Firas al-Buraikan (Al-Ahli).

Nos últimos doze meses o Omã, treinado desde 2020 pelo croata Branko Ivankovic, disputou dezesseis partidas. As três mais relevantes foram as seguintes: em setembro, derrota por 4 x 0 para os Estados Unidos (fora) em amistoso; e, dois meses depois, vitória por 3 x 0 sobre o Taiwan (casa) e derrota por 1 x 0 para o Quirguistão (fora) pelas Eliminatórias do Mundial 2026. Esses não são resultados muito animadores para uma seleção que, segundo o atual ranking da FIFA, é a décima melhor da AFC. Para pelo menos repetir o desempenho da Copa Asiática de 2019, quando pela primeira vez passaram da fase de grupos, os vermelhos contam principalmente com atletas que atuam por clubes omanianos. Destacamos o zagueiro Khalid Al-Braiki (Al-Shabab), o meio-campista Abdullah Fawaz (Al-Nahda) e o atacante Issam Al-Sabhi (Al-Nahda).

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Futebol

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.