Pular para conteúdo
pt-br ACESSAR Esportes bet365
Mariano Andújar (Estudiantes de La Plata)
  1. Futebol
  2. Outras competições

Copa Argentina: pelo desfecho perfeito

Em data e local a serem definidos, Estudiantes de la Plata e Defensa y Justicia se digladiarão por um título inédito.

Todas as fases da Copa Argentina são disputadas em jogo único e em campo neutro. Ainda não se sabe nem quando nem onde será a final; mas sabe-se que nela estarão o Estudiantes (de La Plata) e o Defensa y Justicia (de Florencio Varela).

O maior vencedor da competição é o Boca Juniors, com quatro títulos (o mais recente em 2020). Em seguida vêm River Plate, com três, Rosario Central, Arsenal, Huracán e Patronato, com um. O Talleres de Córdoba foi duas vezes vice-campeão.

Estudiantes e Defensa são duas equipes que nunca haviam chegado à grande decisão. Considerando que tanto o león quanto o halcón realizaram temporada parecida em diversos aspectos, é de esperar uma decisão muito equilibrada.

O quê:Estudiantes x Defensa y Justicia
Onde:por definir
Quando:por definir
Cotações:Estudiantes = 2,25 | empate = 3,50 | Defensa = 3,10

Como chega o león

Em março, após a demissão de Abel Balbo, o Estudiantes anunciou Eduardo Domínguez como seu novo treinador. Na Liga Profesional, finalizada no primeiro semestre, a equipe de La Plata terminou em quinto lugar; na Copa Sul-Americana, caiu nas quartas de final; na zona B da Copa de la Liga Profesional, terminou em nono lugar.

Seguem-se os adversários eliminados pelos pincharratas na Copa Argentina: nos 32 avos de final, o Independiente de Chivilcoy (3 x 0); nos 16 avos de final, o All Boys (1 x 0); nas oitavas de final, o Independiente de Avellaneda (nos pênaltis, após empate por 1 x 1); nas quartas de final, o Huracán (2 x 0); e, na semifinal, o Boca Juniors (3 x 2).

Entre os atletas mais importantes encontramos o goleiro Mariano Andújar, o lateral-direito Leonardo Godoy (onze assistências na temporada), os meio-campistas José Sosa e Santiago Ascacíbar e o meia/atacante Franco Zapiola. Os artilheiros alvirrubros nesta competição são Mauro Boselli e o uruguaio Mauro Méndez, ambos com dois gols.

Esses dois atacantes tendem a disputar espaço no onze inicial (embora também possam jogar juntos). Boselli é quem tem estado melhor, pois marcou quatro gols nos últimos cinco jogos; Méndez, por outro lado, está há cinco partidas sem marcar gols nem dar assistências.

O meia/atacante Benjamín Rollheiser é a grande referência técnica do time. Isso ficou evidente quando ele marcou seis gols e deu duas assistências em onze partidas na Copa Sul-Americana (competição da qual o león foi eliminado pelo Corinthians nos pênaltis).

Em seguida, Rollheiser terminou quinze jogos seguidos sem uma única participação direta em gols (não é de surpreender que o Estudiantes tenha vencido apenas cinco desses encontros); mas nos últimos três compromissos ele voltou a brilhar e registrou duas assistências.

Como chega o halcón

Julio Vaccari, hoje com 43 anos, comanda o Defensa y Justicia desde o ano passado. Em 2023 os auriverdes terminaram em sexto lugar no Campeonato Argentino, foram semifinalistas da Copa Sul-Americana e terminaram a zona B da Copa da Liga em décimo segundo lugar.

Nas fases anteriores desta Copa Argentina o halcón eliminou o Ituzaingó (3 x 2), o Centro Español (1 x 0), o Estudiantes de Río Cuarto (nos pênaltis, após empate por 0 x 0), o Chaco For Ever (de novo nos pênaltis, desta vez após empate por 1 x 1) e o San Lorenzo (1 x 0).

O zagueiro Tomás Cardona e o meia/atacante Gastón Togni foram os únicos a atuar como titulares nessas cinco partidas; o goleiro Enrique Bologna, o lateral-esquerdo Alexis Soto, o volante Julián López e o meia/atacante Santiago Solari foram titulares em quatro delas.

O nome mais conhecido do elenco, pelo menos no Brasil, é o veterano atacante Lucas Pratto (que passou por Atlético Mineiro e São Paulo). Mas a grande referência ofensiva é Nicolás «Uvita» Fernández, que marcou 23 gols em 49 partidas nesta temporada (média de 0,47 por jogo).

O que se espera do jogo

Tanto Estudiantes quanto Defensa y Justicia disputaram 58 partidas em 2023. A tabela abaixo mostra as muitas semelhanças, em termos de retrospecto, entre o león e o falcón.

equipejogosvitóriasempatesderrotas
Estudiantes 58281713
Defensa y Justicia58261715

Encontramos diferenças um pouco mais significativas quando observamos o total de gols marcados. A equipe de La Plata anotou 81 (1,40 por jogo), e a de Florencio Varela 75 (1,29).

Também no que se refere a gols sofridos os alvirrubros têm se mostrado melhores, visto que foram vazados 44 vezes na atual temporada (0,76 por jogo) contra 56 dos auriverdes (0,97).

Os dois parágrafos anteriores nos levam a conceder um ligeiro favoritismo ao Estudiantes nesta partida. De qualquer maneira, ninguém se surpreenderá se o título for decidido nos pênaltis.

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta

Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.