Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Bolívia
  1. Futebol
  2. Copa América

Copa América: perfil da Seleção da Bolívia

Confira tudo o que você precisa saber sobre a seleção boliviana: histórico, datas e horários dos jogos na Copa América, treinador e principais jogadores.

A Bolívia, uma das dez seleções representantes da Conmebol, chega para a edição deste ano muito desacreditada devido a suas performances recentes serem muito inconsistentes. Contudo, é claro, eles almejam surpreender seus adversários.

Confira a seguir como o time boliviano vem se preparando para esta Copa América.

Jogos confirmados da Bolívia na Copa América

Verifique as datas e horários (de Brasília) dos duelos da Bolívia na fase de grupos (C) do torneio.

  • Estados Unidos x Bolívia - 23 de junho (domingo) às 19hrs

  • Uruguai x Bolívia - 27 de junho (quinta-feira) às 22hrs

  • Bolívia x Panamá - 1º de julho (segunda-feira) às 22hrs

A Bolívia está classificada no Grupo C da Copa América. Lá, começará enfrentando os anfitriões do torneio, os EUA, no domingo, 23 de junho. Em seguida, seu próximo compromisso será outro duro teste contra a Seleção do Uruguai, maior vencedora da competição ao lado da Argentina. Por fim, a primeira fase terminará contra o Panamá, outro representante da Concacaf, na segunda-feira, 1º de julho.

Técnico da Bolívia: Antônio Carlos Zago

Além de Dorival Júnior, teremos outro treinador brasileiro na Copa América, neste caso, Antônio Carlos Zago. O acordo entre o treinador brasileiro, de 54 anos, e a Federação Boliviana de Futebol (FBF) foi oficializado ainda no final de 2023.

Antes de assumir o comando do time boliviano, o trabalho mais recente de Zago foi no comando do Coritiba, até 27 de junho 2023, onde registrou oito derrotas e quatro empates. Ele também fez duras críticas à falta de opções no elenco, o que contribuiu para sua demissão.

Por outro lado, Zago se tornou um dos quatro candidatos ao cargo na seleção boliviana após a demissão de Gustavo Costas. A preferência por Zago se deve principalmente à sua experiência no futebol boliviano, onde dirigiu o Bolívar. Anunciado em meados de 2021, ele permaneceu até o final de 2022, conquistando títulos e ajudando o time a se classificar para a Libertadores.

Agora, ele tem um enorme desafio tanto na Copa América quanto nas eliminatórias para a Copa do Mundo, visto que seu time está na penúltima posição das eliminatórias, com apenas três pontos conquistado em seis rodadas já disputadas.

Capitão da Seleção Boliviana: Luis Haquin

Com a aposentadoria de Marcelo Moreno, um dos maiores ídolos do futebol boliviano, tudo indica que a braçadeira de capitão deve ser passada para Luis Haquin. O zagueiro de 26 anos atualmente joga pela Ponte Preta.

Haquin tem uma carreira diversificada, tendo atuado pelo Deportivo Cali, Bolívar (clube ao qual pertence), e Oriente Petrolero, além de experiências no Chile, Peru e México.

Embora seja um jogador jovem, o atleta já carrega bastante experiência ao nível internacional. Na seleção boliviana, ele participou de duas edições da Copa América e foi convocado regularmente para as Eliminatórias. Sendo assim, se mostra um homem de bastante confiança.

Atletas para se observar na Seleção da Bolívia

A boliviana não tem de fato um jogador de grande destaque, o que realmente funciona na equipe é o seu jogo coletivo, que apesar de tudo, ainda apresenta algumas deficiências.

Porém, um jogador que se pode observar é Ramiro Vaca, atleta que joga pelo time do Bolívar, e vem realizando boas apresentações tanta pela seleção quanto atuando por seu clube, especialmente na Libertadores.

Histórico da Bolívia na Copa América

A glória máxima da Copa América foi obtida pela Bolívia em 1963, ao vencer o Brasil por 5 a 4 na final, sendo essa sua maior conquista na história. A próxima melhor participação ocorreu em 1997, chegando à última instância, mas desta vez conquistou a medalha de vice-campeão após ser derrotado pela Seleção do Brasil.

Porém, além desses marcos, a seleção boliviana apresenta um histórico negativo no torneio. Desde a edição de 2015, não consegue vencer uma partida na Copa América. Para ser mais preciso, desde a edição realizada no Peru em 2004 até a última em 2021, a Bolívia disputou 23 partidas e só conseguiu vencer uma, perdeu 16 e empatou 6.

O objetivo da Bolívia na Copa América

Depois de um início difícil nas eliminatórias para a próxima Copa do Mundo, com derrotas acumuladas em seis jogos disputados, a Bolívia enfrenta a Copa América deste ano com a intenção de melhorar o percurso, usando este torneio como um teste para novos talentos e recuperar a confiança.

Mas, além do que tem pela frente, a seleção boliviana, para este campeonato, chega com a obrigação de melhorar o que fez nas últimas duas edições, onde os resultados foram mais que ruins.

Em um recorte recente, esta equipe não tem tido sorte nesta competição. Depois de 1997, os bolivianos não conseguiram avançar das quartas de final nas edições seguintes da Copa América nenhuma vez. Sendo assim, o principal objetivo é, pelo menos, apresentar uma melhora no seu nível de jogo, assim como garantir uma vaga no mata-mata, mesmo estando em um grupo tão difícil quanto esse.

  • Odds para a Bolívia se classificar no Grupo C: 8.00

Os convocados da Bolívia para a Copa América

*ainda não anunciada

Copa América

*As cotações citadas podem apresentar divergências, pois, ainda que corretas no momento da publicação do artigo, sofrem alterações em tempo real.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.